Linden Twins ♫ ♬ Capítulo 87 por Mel Kiryu


Capítulo 87

        Luciel suspirou de leve, sentindo seu blazer pesar dobrado sobre um de seus ombros.
      Tão absorto nas palavras que tinha acabado de ouvir dos lábios de Huang, que nem se deu conta do jeito que suas mãos se tocavam sobre a mesa.
   Suas mãos e seus olhos plenamente conectados, tanto quanto seus pés sob a mesa apontando-se delimitavam o território, anunciando a quem estivesse de fora que aquela conversa era somente deles.
__Você disse que Syaoran gosta de outra pessoa?

Red District This Side of the Moon 50 por C.C & Mel kiryu

           

 Prólogo    O reencontro é um tira-teima
                         por Mel Kiryu

            Tinha terminado o treino de Taekwondo na academia, tomado uma ducha de cinco minutos e no que faltava apenas vestir o tronco e calçar os sapatos, ouviu seu telemóvel tocar dentro da bolsa onde guardava seu Dobok.
__Sim?
__Sou eu, Watari, o desenho está pronto.
__Tão rápido? Que ótimo... Onde e quando posso te encontrar?
__Quando te der jeito menos à noite. O sitio, há um café de leitura no perímetro antes de chegar ao Red Distritc.
__Lembro de algo assim no caminho do Red District.__ Hagane retrucou pensativo, puxando a toalha úmida do ombro.__ Que tal hoje, por volta das dezesseis horas?
__Sim, pode ser.
__Combinado, então.__ Ele confirma sentando em um dos bancos do vestiário.__ Até mais tarde, Watari.

Hoshi wa shitte iru 23 por Rima-san & Mel Kiryu

   
                                             
Prologo por Mel Kiryu

                 Muitas vezes, quando estou divagando sobre algo em minha mente eu me deparo com esta sentença: Eu não sei.
         E eu me sinto estúpido.
         Porque parei várias vezes para pensar porque meu amigo Takehisa era gay.
         Existe uma razão que defina o gostar por pessoas do mesmo sexo?
         Quando eu era mais novo, cheguei a pensar que o fato de Take ter sido criado somente pela mãe, uma tia e a avô... Pudesse ser em parte a razão, porque ele sempre teve gostos efeminados.
        E até que aceitei por algum tempo que essa podia ser a razão.
        Mas, ao me fazer a mesma pergunta enquanto ia para casa dele na segunda de manhã, colidi mais uma vez com "eu não sei".
        Além do fato, dos pensamentos terminarem em mim.
        Eu não queria pensar em mim como gay, mas fui eu quem pediu um outro cara em namoro.
             A pergunta mais apropriada seria... Por que eu sou gay?
          Ah, que merda... Eu não sei.
          Somente sei que é muito contraditório.
          Fico enjoado de tristeza por ser gay, mas me sinto feliz por ter Katsuo na minha vida.

Linden Twins ♫ ♬ Capítulo 86 por Mel Kiryu


Capítulo 86

       Por vários dias tentou deixar os próprios sentimentos em suspenso.
      Huang gostava quando chovia, porque o som das chuvas mansas do outono, o frio que trazia em cada gota, ajudava sua alma a se aquietar como se ela fosse uma das poças sendo preenchida pelos mesmos respingos.
     O mundo às vezes parecia-lhe um lugar até apertado, tão sufocante.
     Não se sentia parte dele, não havia um lugar onde pudesse se encaixar confortavelmente e se sentir abraçado.
    Mas, se soubessem como se sentia realmente... Sabia que terminaria trancafiado numa clínica.
    Seu erro tinha sido esquecer a porta de seu apartamento destrancada.
    Ninguém deveria tê-lo salvo no dia em que dilacerara os pulsos.
    Continuar vivo após tentar o suicídio deixara desnuda sua natureza frágil, deslocada, neurótica-emocional.

Linden Twins ♫ ♬ Capítulo 85 por Mel Kiryu


Capítulo 85

      "Eu preferia que Syaoran me desprezasse, me ignorasse... Fingisse que eu não existo."

      Reabriu a loja e virou a placa onde agora lia-se "aberto", guardou o presente de Luciel e o lobo de pelúcia na parte debaixo do balcão onde eventualmente deixava seu caderno de controle de vendas, um porta lápis e sacolas personalizadas com o nome da loja.
     Mas, com o passar das horas, até se esqueceu do que deixou ali debaixo do balcão.
     Atendeu os clientes, pôs alguns long plays para tocar à pedido de seus compradores, trocou ideias sobre música e a certa altura estava fazendo o lançamento das vendas com a caneta em punho, quando o telefone tocou.

O Segundo Anjo - Crônicas de Antuerpéria Parte 4 Chapter 13 por Mel Kiryu


Parte 4 Chapter 13

    Se pudesse, voltaria novamente ao passado.
    Aliás, Shou se perguntava se realmente tinha voltado ou se apenas tinha se perdido nos atalhos fantasiosos de sua própria mente.
    Não conseguia crer que era somente mera imaginação.
    O cenário que o cercava, o toque da brisa, o som do rio não muito distante, o aroma do eucalipto.
    Tudo era tão estritamente real.
      O abraço apertado, o cheiro selvagem da pele de Jang.
    Por um momento, achou que fosse uma travessura dantesca de Saejin.

Fanart "Ciel Phantomhive" por Rima-san


  Hoje é um belo dia para postar uma fanart, não? ^^"
  Eu sei, estou mais sumida que a cidade perdida de Atlântida... Desculpe.
  Mas, eu dou meu jeitinho de ressurgir como uma Fênix.
  A Fanart é obra da Rima-san, nada mais, mada menos que o Ciel Phantomhive.
  Clique em Leia mais, por favor.


Devalli Demons Capítulo 83 por Golden Moon


Capítulo 83


Por quanto tempo eu guardei segredos? Por quanto tempo eu ergui aquele fardo sobre o meu pescoço e o sustentei como um condenado? Quantos foram meus encontros e cartas secretas com Dylan? Agora tudo parecia tão mais claro… porém, eu não me sentia mais tão leve. Os olhares para mim estavam de soslaio dentro de casa e, por mais estranho que parecesse, ninguém comentava nada sobre mim na cidade. Eu esperava uma retaliação. Eu esperava ser linchado. Mas nem mesmo quando eu saí de casa duas vezes durante aquela semana, ninguém me ousou dizer qualquer coisa. As ruas continuavam indiferentes a mim tão quanto eu por elas.