11.2.12

Deviant Tales Ato 5 (por Mel Kiryu)



Ato 5
Kissed by an angel

           Esfregou seus olhos, despertando.
        Onde estava mesmo?... Ah, na casa daquele anjo...
        Mas, não reconhecia aquele cômodo da casa, ainda tinha a visão meio turva por ter acabado de acordar. Viu-se sobre uma cama e pela janela percebia que estava quase amanhecendo.
        Como tinha chegado naquela cama?... Era tão quente e confortável e tinha um cheiro único no lençol.
  Debruçou-se preguiçoso na beira daquela cama, pensando quando teria a chance de dormir numa cama assim novamente quando viu Raiden dormindo numa esteira no chão daquele quarto.
          Se deu conta que estava dormindo na cama de Raiden, deslizou a mão no lençol carmesim, aspirando o cheiro do corpo dele nas fibras do tecido. Ainda deitado na beira daquela cama, observou Raiden dormindo coberto apenas de uma parte das costas para baixo, sem camisa.
         A luminosidade pálida do amanhecer entrava no quarto, desceu cauteloso para o chão, puxando devagar a manta e descobrindo totalmente as costas dele... Não fazia ideia porque sua mão quase ia de encontro a pele, como se fosse tocar e mesmo que seus dedos não encostassem nele, sentia o calor da existência de Raiden junto a palma da sua mão.

"Por que esse cara mexe tanto comigo? Isso é bizarro... Para que me preocupar? Vou ter que ir embora e nunca mais vamos nos ver...Tão simples!...
                                 Nunca mais?..."

          Ao cair em si do quanto isso era possível, sentiu ganas de chorar.
                                 Nunca mais... É muito tempo.
         Ficou pasmo por sentir lágrimas se insinuarem e decidiu que era melhor ir embora antes que Raiden acordasse, apenas em pensar que pudesse chorar ao se despedir, sentia-se previamente idiota.
Saiu do quarto sem fazer barulho, lavou o rosto e se apressou em calçar os tênis, estava de posse da sua mochila e sua guitarra dentro da capa de napa negra. Parou no meio da sala, a três passos de deixar aquela casa.
         “Eu nem se quer agradeci... Eu devia ao menos deixar meu obrigado.“

        Decidiu ao menos deixar um bilhete que fosse agradecendo pelo abrigo, pela comida e... Pela cativante gentileza.

           Não sabia onde tinha papel e caneta, a casa não era muito grande, mas era organizada. Entrou num cômodo que parecia ser uma espécie de escritório, era o lugar mais bagunçado da casa, mas tinha papel e lápis, já era uma grande coisa... Ia escrever algo, mas os vários desenhos e fotografias sobre a mesa chamaram sua atenção.
        Eram desenhos bem feitos, variados, feitos com lápis ou nanquim. Numa olhada rápida reparou que os desenhos eram cópias fiés das fotografias, nem sabia que tinha um sorrisinho no rosto enquanto examinava os desenhos e ficou surpreso quando se deparou com um desenho de si mesmo tocando sua guitarra na rua...
__Hiroshi-san... Bom dia...
        Ao ouvir a voz de Raiden, seu coração disparou, olhou envergonhado na direção dele como se o tivesse pego em flagrante.
__Não é o que parece!... Eu só queria... Eu...
__Hiroshi-san... Você ia embora sem falar comigo?
__Eu não estava mexendo nas suas coisas!... Eu só queria...
         Hiroshi não conseguia dizer, ajeitou a mochila no ombro e passou depressa por Raiden, sem nem mesmo perceber estava correndo, quando sentiu Raiden de repente abraçá-lo pelas costas, sua mochila caiu de seu ombro e largou desnorteado a guitarra sobre o sofá.
__Hiroshi... Por que estava fugindo?__Raiden perguntou num sussurro, sem livrá-lo do abraço.
__Já fez muito por mim... Eu... Eu tenho que ir...

   “Esse abraço... Faz com que eu queira ficar... Com ele.” __ Hiroshi estava de cabeça baixa, apertando os olhos.
__Pra onde você vai?...
__Eu não sei...! Mas...
       Estava quase rompendo em lágrimas quando se desvencilhou do abraço e pegou a mochila do chão.
__... Eu acho que vou penhorar minha guitarra, já que o outro senhorio confiscou meu amplificador e...
         Raiden novamente agiu de forma inesperada segurando Hiroshi pelos braços, olhando-o nos olhos, mesmo quando agia com firmeza, não deixava de ser amável.
__Me desculpe se agi de modo que o tenha magoado.__ Raiden disse a fitá-lo.
__Me magoado?...__ Hiroshi indagou sem deixar de ficar perplexo, se odiava por deixar uma lágrima escapar por seu rosto.__ Sou eu que não tenho nada pra oferecer...
         Segurou no braço de Raiden, como se precisasse de um apoio e baixou sua cabeça envergonhado por chorar.
        Não contava que Raiden encostasse seu rosto junto ao seu, como se compartilhasse de sua dor, não tinha certeza quem tinha tomado a iniciativa, mas não fazia mais diferença quando seus lábios estavam envolvidos pelos de Raiden... Abriu devagar os olhos durante o beijo e tornou a fechá-los em seguida enquanto se perguntava:
                         ‘Eu realmente queria esse beijo tanto assim?... ‘
E de olhos fechados, sua boca na dele e seu coração a palpitar... Apenas ficava em paz consigo porque preferia pensar que não era um homem que beijava.
Havia sido beijado por um anjo.

12 comentários:

  1. Nada que 10 anos de terapia não resolva...

    ResponderExcluir
  2. Coitado do Hiroshi ainda não conseguiu dar conta do que lhe está a acontecer...

    Bjito

    ResponderExcluir
  3. O Raiden vai lucidá-lo rapidinho sobre a situação.

    ResponderExcluir
  4. Bem me parecia pois o Raiden parece certo de tudo o que quer e é um pouco atrevido

    ResponderExcluir
  5. Desculpe ter sumido, é que aqui começou a trovejar.
    Até amanhã.
    beijinho

    ResponderExcluir
  6. Não tem que pedir desculpa até porque não a tem...

    Eu é devo me desculpar pois fui um pouco rude quando respondi que bem me parecia Que o Raiden ia lucidar o Hiroshi... pesso desculpa

    ResponderExcluir
  7. Não, Riku!
    Você não foi rude de forma alguma!
    Não te preocupes.

    ResponderExcluir
  8. adoro esse inicio quando o amor tá começando a nascer, o Hirohi sabe o que ta acontecendo, mas não quer admitir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E mesmo depois de algum tempinho, o Seiji Hiroshi vai demorar um pouquinho a aceitar que está gostando de outro homem (que mal conhece ainda por cima, rsrs...)

      Excluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...