11.2.12

One Shot Yaoi por Hime Yoru


Entre el amor y las declaraciones

Sempre depois do treino todos os veteranos e os subaes vão beber no
bar que fica na frente da universidade, exceto eu Riki, estou cursando
a área de medicina e tenho 19 anos. Sempre que quero me distrair venho
jogar Tennis. Eu sempre fico de fora depois de uma partida quando os
veteranos e os subaes vão beber, não por que eles não querem que eu
vá, eles me convidam, mais eu sempre recuso.
Talvez seja por que entre eles estar uma garota chamada: Aika. Eu
sempre fui apaixonado por ela... Mais fui rejeitado no dia em que me
declarei para ela. Fui trocado pelo melhor aluno da escola: Eri Haji,
cujo é o exemplo de homem musculo pra qualquer outro homem, ele
simplesmente é bom em tudo que faz. Aika também foi rejeitado por Eri,
cujo motivo ninguém sabia desde o dia:
__ aah, nossa hoje Sempai pegou muito pesado no treino_ disse Riki
para seu Sempai Goro.
__ Não quero ver ninguém de moleza hoje, amanha é a grande competição
entre as universidades e quero que dessa vez nos sejamos os
vencedores, entendeu?
__ Sim! __ concordaram todos os jogadores do clube de tênis.
__ Que droga eu esqueci minha carteira no meu armário do clube de
tênis. __disse Riki muito preocupado.
__ Ei você quer hoje conosco beber Riki? Eu pago. __ perguntou o Sempai Goro.
__ N- não obrigado, preciso pegar minha carteira e voltar cedo hoje,
tem futebol hoje sabia?!
__ sim, nos iremos assistir lá do bar, venha conosco Riki.
__ Não tudo bem, hoje tem muitos assuntos pendentes pra eu resolver,
tchau ate amanha.
Riki sai correndo e de longe seu Sempai grita pra ele: __ Riki pede
pro Eri nos encontra no bar da esquina, ele estar lá na sala do clube
de tênis, Okey.


Riki para de correr e tentar capitar direito o que havia acabado de
ouvir: seu Sempai Eri estar na sala do clube; isso seria desastroso
encontra com um cara que ele jamais havia dado uma palavra e nem
jamais havia olhado na cara de Eri-san.
Ele para bem na frente do clube, na frente da porta eleva sua mão ate
a maçaneta e pensa:
__ Espero que o Sempai não esteja mais aqui, por favor.
Então ele abriu a porta, para sua sorte Eri não estar mais na sala,
ele já havia saído.
__ Ufa que alivio, vou me trocar antes de ir embora.
Assim que Riki tira sua camiseta a porta do clube abri... È o Sempai Eri.
Eri pensou que não havia ninguém na sala do clube, mais teve uma
surpresa quando viu Riki trocando sua roupa. Eri entrou na sala fechou
a porta de diz:
__ Desculpa eu pensava que não tinha mais ninguém aqui.
Riki ficou com sua mente toda branca, sem palavras para responder.
__ Tu- tudo bem!
Riki fica de costa para Eri e continua a se trocar, e sem perceber que
Eri estar lhe olhando atentamente se trocar, (sem piscar um olho). Um
silêncio tomou conta do lugar, mais todo nervo Riki perguntou:
__ O que você veio fazer aqui novamente Sempai?
Eri enfeitiçado com o corpo de Riki, com seu jeito meigo dele e seu
olhar deslumbrante.
__ eu esqueci a minha raquete.
Riki ficou sem palavras para responder de volta e tirou sua calça para
colocar outra.
Eri meio que estranho pergunta:
__ Você vai demorar muito aqui?
__ Não eu já estou terminado. Ah Sempai?
__ O que?
__ Sempai Goro pediu pra eu lhe avisar que eles estarão lhe esperando
no bar da esquina.
__ a só isso, tudo bem obrigado.
__ De nada.
__ e você por que nunca vai conosco quando lhe chamamos?
__ Não gosto de cerveja ou coisa do tipo!
Eri fez uma cara de sacarmos para Riki e com um sorriso de
aproveitador em sua face no rosto:
__ Ou será por que vai estar Aika, a garota que rejeitou você?__
perguntou Eri com olhar maligno.
Riki ficou congelado, sua mente ficou como um filme sendo rebobinado
para o começo, e logo se imaginou caindo em um abismo.
__ Eu acertei, então você ainda gosta dela ne, a única maneira de
tentar esquece-la é não ficando perto dela.
Riki pega sua coisas e anda bem rápido na direção da porta, mais antes
de sair ele diz:
__ Eu te odeio Sempai.
Na manha seguinte.

__ Parabéns Riki você venceu o jogo individual __ disse Goro Sempai.
Riki vai andando pela quadra de tênis dando tchau para seu melhor
amigo que estar sentado na arquibancada da quadra. E seu amigo acena
de volta.
Eri tenta ver para quem Riki estar acenado, e ver que é para um garoto
que faz medicina junto com Riki, cuja idade dele é um ano mais novo
que Riki.
Desde então dias se passam:
Estava sentado Riki no banco da quadra de tênis:
__ Droga eu esqueci a minha fita, devo ir pegar, acho que a deixei no armário.
Assim que Riki se levanta e si vira, ele dar de cara com Eri.
__ Aqui uma fita pra você.
__ ah, obrigado.
__ Por nada.
A hora passa e Riki vai tomar uma ducha, ao terminar ele saia do
banheiro de toalha e vai ate o vestuário e ver Eri se trocando. Eri se
vira e ver Riki...
__ desculpa eu pensei que todos já tivessem saído. __ se desculpou Eri.
__ Tudo bem, e- e Sempai?
__ O que?
__ nada esquece.
Eri tira sua camiseta a joga em cima de sua bolsa, se senta do banco e...
__ me desculpe por ter feito aquela pergunta naquele dia.
Riki que procurava sua roupa em sua bolsa, para...
__ Tudo bem, estar desculpado.
__ Sabe o porquê de eu pergunta aquilo para você? __ perguntou Eri de
cabeça baixa.
__ Não. Por quer?
__ Você lembra no dia que você de declarou pra eu e foi rejeitado?
__ Sim, como eu poderia ter esquecido, foi o pior dia da minha vida.
__ È, so que para mim foi o melhor dia.
__ Obrigado por me compreender.
__ não é isso.
__ O que é então?
__ No mesmo dia que ela te rejeitou, eu estava lá, atrás da porta do
vestuário do clube escutando tudo.
__ E dai?
__ foi que mais tarde, ela veio se declara para mim, e eu também a rejeitei.
__ Por que você fez isso, ela é tão bonita, inteligente, e é a segunda
melhor aluna da universidade de medicina.
__ foi que no dia que ela te rejeitou, ela lhe fez chorar muito, certo?
__ Sim, ser rejeitado por alguém que você goste muito é cruel, você sabia?
__ Sim eu sei, foi por isso que eu também a fiz chorar!
__ por que você também já foi rejeitado?
__ Não é que, uma vadia daquela fez, lagrima saírem de seus olhos, e
fez você ficar triste, eu não pude aquentar lhe ver triste, então eu a
rejeitei para sentir a mesma dor que você sentiu em seu coração.
__ Por que você fez isso por mim?
Eri ergueu sua cabeça, se levantou do banco, andou ate Riki. Tocou
pegou com suas duas mãos no rosto de Riki... Que deixou Riki tudo
vermelho, e disse olhando fixamente nos olhos dele:
__ Por que eu te amo Riki!
__ O que? __ perguntou Riki todo vermelho e confuso.
__ Eu sempre estive observando você por muito tempo, eu fiquei
totalmente encantado quando lhe vi pela primeira vez jogando tênis.
Mais você nunca me notou, sempre ficava só olhando para aquela vadia
que lhe vez chorar, que feriu seu coração. Eu só queria pode me
aproximar mais de você, eu queria lhe tocar, tocar seu rosto
maravilho.
__ Então você gosta de mim?
__ Eu te amo Riki, todo esse tempo eu te amei, mais ao ver você se
distanciando eu tive medo de falar com você e lhe machucar. Tudo que
eu queria e quero é ver Riki feliz.
__ Não entendo por que você me escolheu?
__ Se lembra no dia que você entrou no clube de tênis?
__ Sim!
__ Se lembra de quando Goro apresentou você para mim, e com um sorriso
brilhante você disse: “Cuide bem de mim Sempai Eri”.
__ Sim, eu me lembro.
__ Pois é ninguém nunca havia sorrido para mim como você, eu me
encantei com seu delicado jeito de sorrir.
E com uma delicadeza Eri aproxima seus lábios ternurosos, para perto
dos lábios de Riki, lhe dando um beijo excitante, fazendo o delirar
e...
__ Sempai?
__ Não me chame de Sempai, me chama de Eri.
__ Eri-san, cuide de mim mais uma vez, por favor?
__ Sim, meu Riki-kun!
E uns deliciosos beijos entrelaçados com salivas, e a mão de Eri tira
a toalha de Riki, os dois se deitam no chão. Os dois começaram a se
entregar aquele desejo que consumia suas almas.
Riki ate que tentou escapar dos abraços e beijo de Eri, mais já era
muito tarde, Eri se enrolava em Riki como uma serpente desejando o
mais rápido possível devorar sua presa. Os já estavam chegando ao
abismo da loucura e do prazer, Riki afundou seus lábios no pescoço de
Riki e o mordeu o fazendo gemer e o levava cada vez mais a loucura do
prazer.
Eri tirou suas roupas o mais rápido possível, e logo os dois se firam
nus: e Eri faz Riki sentir o prazer de um sexo oral...
As mãos suaves de Eri, e seus dedos tocavam os mamilos turgidos de
Riki de tanta excitação!
O gemido de Riki deixa ainda mais Eri excitado, que logo em seguida
ele para e pergunta:
__ Posso penetra agora?
Todo envergonhado Riki responde: __ Si- sim!
Eri se colocou em cima de Riki; o beijou e começou a provoca-lo com a
boca descendo abrindo as suas pernas para facilitar a penetração e
logo sentiu o poder daquele membro, primeiro a dor intenção as lagrima
surgiram nos olhos de Riki mais logo a dor passou. Eri já dentro de
Riki, o levando a loucura naquela cavalgada do prazer...
Eri se movimentar dentro de Riki enquanto, beijava e possuía todo o
seu corpo os movimentos se transformaram em um caminho frenético e de
puro prazer seus, os lábios de Eri procurava agora os mamilos de Riki
para se degustar de seu corpo irresistível...
__ Eu vou gozar Eri-san?
__ Espere goze junto comigo Riki.
E os dois gemeiam de tanto prazer. Eles ficaram atordoados e
subjugados pelo vexame, sustos, remorsos, desejos, tudo entre eles se
misturavam, o prazer entre os dois foi delirante.

___________________Fim__________________

15 comentários:

  1. ola, estou a adorar todas as fanfic, one shots, tudo
    acho que não preciso dizer nada^^

    ResponderExcluir
  2. Que bom, Rima!!
    Vou ver se consigo ainda hoje acabar de escrever o capítulo de vampire knight.

    ResponderExcluir
  3. Estou escrevendo agora... vou escutar uma musica nos fones para entrar no clima.

    ResponderExcluir
  4. Vou meter a força meu marido num banho para ele me deixar em paz!=)

    ResponderExcluir
  5. Não, diria que estou sendo boa, se conhecesse meu marido... -.-"

    ResponderExcluir
  6. pois... não sei
    ainda bem que não tenho problemas desses =)

    ResponderExcluir
  7. Verdade... Namore bastante, faça muito sexo e não se case...
    Heis um ótimo conselho.
    Ou o seu marido pode te deixar louco.
    (Ou fazer você cometer um crime passional)

    ResponderExcluir
  8. credo! deixar-me louca
    é por isso que digo que só vou casar aos 30/40
    se o fizer

    ResponderExcluir
  9. Não ligue para o que estou a dizer aqui...
    Estou de péssimo humor.

    ResponderExcluir
  10. não tem mal até achei piada ao que disse^^

    ResponderExcluir
  11. a mim soou engraçado
    olhe vou ter de me ausentar
    beijos

    ResponderExcluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...