17.3.12

Deviant Tales Ato 19 (por Mel Kiryu)


Ato 19
Quem fere um anjo, fere a si mesmo

__Não me apresenta seu amigo?
        Raiden perguntou trocando olhares com Hiroshi que a essa altura preferia ser um avestruz a esconder a cara num buraco. Nem conseguia falar, se sentia péssimo consigo mesmo...
__Melhor eu ir...__ Jin retrucou agarrando um dos sanduíches sobre a mesa.__ Acho que estraguei o momento romântico do casal.
         Enquanto saia da cozinha com o sanduíche na mão completou:
__A gente se fala na escola, Seiji-kun...
         Nem bem Jin saiu da cozinha, Hiroshi fez menção de correr atras dele, mas Raiden o segurou pela mão.
__Hiroshi-san...
__Me solta!
      Puxou a mão bruscamente e se soltou do toque amável e firme de Raiden, nem sabia mais porque estava correndo daquela cozinha, talvez fosse mais um ímpeto de fuga... Mas, quando chegou na sala, Jin já tinha saido. Ainda tropeçou em algo no chão e caiu de joelhos.
       Era mesmo um estúpido, ficou no chão de joelhos, de cabeça baixa, tendo lágrimas nos olhos.

__Hiroshi-san...__ Raiden suspirou.__ Por que está no chão?
__Eu... Eu tropecei nesse negócio que você deixou no meio do caminho!...__ Hiroshi gritou, queria estar zangado com Raiden, mas estava era consigo mesmo.
__Quer dizer... Na sua surpresa?
        Do que ele estava falando?... Virou o rosto, espiando atras de si e viu um amplificador. Arregalou os olhos por um instante sabendo que Raiden tinha comprado para sua guitarra que andava a dias emudecida.
__Tenshi-san... Por que você tem que ser tão bom pra mim?...
      O tom de voz de Hiroshi parecia censurar Raiden, porque não se sentia merecedor de nada.
      Queria era abraçar Hiroshi, mas receava que ele repelisse seu toque, ainda não tinha compreensão do que se passava na cabeça dele.
__Por que você tirou o fone do gancho na hora do almoço? Nem me deixou despedir de você...__ Raiden comentou tirando o casaco.__ Ficou chateado que não pude vir para o almoço?
__Eu... Fiquei com vergonha... Porque eu nem se quer consigo esconder o quanto eu gosto de você! Eu fiquei estudando a tarde inteira... Porque... Eu queria que se orgulhasse de mim...

        Mas, não era isso que queria falar, seus sentimentos eram uma fraude. Tão contraditórios, quando estava a sós com Raiden nada importava, mas quando alguém presenciava sua relação com outro homem repudiva mais do que qualquer outro o que tinha com Raiden...
__Você quer esconder que gosta de mim?__ Raiden perguntou ficando estranhamente sério.
       Percebeu que era algo mesmo horrível de se dizer, ainda mais dizer para alguém que lhe despertava tanta paixão.
        Ali no chão, com receio de dizer algo pior, esperou que Raiden despedaçasse o clima ruim com um afago em sua cabeça que fosse, um abraço, um toque gentil que fosse em seu ombro.
Todavia, o silêncio durou em demasia, erguendo um pouco seu rosto molhado de lágrimas, se deu conta que Raiden não estava mais na sala...
         Sentou-se ao lado do amplificador no chão, debruçou-se sobre ele largando seu rosto sobre os braços que formavam um ninho. O que diria se fosse atras de Raiden?... Mesmo que gostasse dele, ainda não aceitava de todo a relação que firmavam.
        Pensava em terminar antes que ficasse mais sério, agradecer por tudo, sumir, seguir um caminho duvidoso e solitário... Esquecer a escola, era tudo um erro se era baseado num sentimento que não podia assumir.
__Tenshi-san...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...