19.3.12

Deviant Tales Ato 20 (por Mel Kiryu)


Ato 20
O amor faz sentido quando se perde a razão

      Ficou perambulando algum tempo entre os cômodos, mas parecia estar sozinho na casa.
       Sabia que Raiden devia estar na sua sala de bagunça, mas também não tinha coragem de simplesmente entrar e começar a falar.
          Por que era tão difícil quando a iniciativa tinha que partir de Seiji Hiroshi?

           Raiden se fechou na sua sala, onde também ficava o quarto escuro onde reveleva as fotos. Ficou algum tempo revelando as fotos tiradas para o trabalho do Jornal Wakeshima e enquanto as fotos terminavam de secar ficou em sua mesa desenhando cópias de algumas fotos que tinham sido reveladas no dia anterior. Fazia tudo num silêncio compenetrado.
             Passou as fotos para o editor por fax, limpou a lente de sua câmera e quando seu trabalho estava terminado, se deu uma chance de pensar na sua relação com Hiroshi.
                 Por que estava se sentindo tão triste?
         Abriu a gaveta da sua mesa onde apenas guardava a foto e os desenhos que tinha feito de Hiroshi e olhou por um longo tempo...

        Estava quase pegando no sono debruçado sobre aquela mesa, quando foi despertado por batidas na porta, ainda estava com a vista meia turva quando viu Hiroshi entrando com um lanche nas mãos.
__Não devia estar acordado, Seiji-kun...__ Raiden disse espiando as horas num relógio sobre a mesa, passava de uma da madrugada.__Você tem aula bem cedo.
__Eu... Achei que estivesse com fome... Depois de horas... Aqui... Sozinho.
          Se sentia mal quando Raiden não esboçava nem um mínimo sorriso, ainda mais sabendo que a culpa era sua, deixou o que preparou sobre a mesa, reparando que os desenhos e sua foto estavam largados sobre a mesa, debaixo do cotovelo de Raiden.
            Ia deixar o cômodo pelo clima não parecer propenso para conversar.
__Hiroshi... Eu não quero ficar sozinho.
        Parou de andar já de costas para ir-se... Na voz de Raiden havia o desejo que ele não o deixasse.
__Raiden-san... Achei que quisesse que eu fosse dormir.__ Seiji Hiroshi disse ainda de costas.
__Não quis dizer que não quero ficar sozinho agora... Quis dizer que não quero ficar sem você.

        Por que Raiden tinha que dizer essas coisas? Como poderia criar coragem para terminar com ele, se Raiden o fazia tão necessário?...
__Por que?... Eu só dou trabalho... Nunca consigo compensar o que faz por mim... Ainda sou o mais ingrato possível... O que você vê em mim?
        Ergueu-se da cadeira e se aproximou de Hiroshi, que mesmo assim permaneceu de costas. Devagar os dedos de Raiden se entrelaçaram aos seus, a palma de sua mão começou a suar ao sentir o toque.
__Alguém que passa a tarde toda estudando apenas para me deixar orgulhoso... Não pode ser considerado ingrato.
__Mas... O que o Jin pensou quando nos viu na cozinha?...
           Raiden suspirou... Então, essa era a questão.
__Ele não pareceu se importar, Hiroshi-san... Quanto a você, me deu a entender que tem vergonha da nossa relação.
         Seiji Hiroshi sentiu um aperto no coração quando junto com aquelas palavras os dedos de Raiden ameaçaram soltar os seus que se agarravam amedrontados aos dele.
__Eu entendi errado?__ Raiden perguntou.__ Você não gosta de mim?...
__O que é gostar?... É esperar que venha para o almoço mesmo quando eu sei que você não vem?... Torcer para que termine depressa o trabalho para que eu possa ficar contigo?... Isso é tão estranho... Assim que deveria se sentir alguém que estivesse apaixonado?...

          Dizer todas as palavras sem ter que olhar Raiden nos olhos era mais fácil, contudo... As próprias palavras que transbordavam no seu coração o enchiam de pudor, que apenas era suavizado pelo súbito abraço de Raiden, tão cheio de calor, tão reconfortante e forte.
__Então, me diga...__ Sussurou Raiden, deslizando a mão para dentro da blusa de Hiroshi, os dedos buscando obstinados a pele, a alma escondida por baixa dela.__ Diga que está apaixonado por mim...
__Tenshi-san...
           Não conseguia dizer, embora seu corpo não pudesse negar e a paixão fosse a verdade mais desconcertante e sincera. Nem sabia como se deixava envolver tão rápido por Raiden, quando se deu conta estavam se beijando, nem percebeu como foi parar naquela cama, mordendo a fronha do travesseiro enquanto Raiden o penetrava, o corpo dele sobre o seu, reprimindo a vontade de gritar, era uma sensação inexplicável ter Raiden junto dele, pele na pele, tão exaustos de prazer...
__Seiji...Desculpe... Não vou coseguir te acordar para escola...__ Raiden disse baixinho, quase dormindo abraçado a ele.
__Tenshi-san... Nós... Somos namorados?...
          Raiden riu se ajeitando contra o corpo nu de Hiroshi.
__Não tenho dúvida...
        Era como se Hiroshi tivesse tirado um peso de si mesmo... Beijou o braço de Raiden, ainda sonolentamente pensativo.
__Tenshi-san...?
__Hum...__ Raiden murmurou de olhos fechados.
__Eu... estou apaixonado por você...
          Hiroshi fechou os olhos, sentindo o braço de Raiden envolvê-lo com mais vontade, estava quase adormecendo quando ouviu Raiden soprar baixinho em seu ouvido...
__Eu sei...

9 comentários:

  1. Oh.. que lindo... O Hiroshi finalmente disse que gostava do Raiden...

    ResponderExcluir
  2. Tinham mesmo que ficar de bem...
    Eu mesmo já estava agoniada com o mal entendido deles.

    ResponderExcluir
  3. Ah... e tem capítulo novo de vampire knight! Depois me diga o que achou. =)

    ResponderExcluir
  4. adorei a presunção do Raiden "Eu sei..."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Algo me diz que você gostou do Raiden :)

      Excluir
    2. eu sou absolutamente controladora e sádica, com certeza seria o seme da relação

      Excluir
    3. Posso te assegurar que eu também tinha boa probabilidade de ser o seme :P
      Tenho mania de controlar a relação e sou deveras ciumenta.
      Mas, não sou sádica... Acho que seria mais para um seme romântico.

      Excluir
    4. sou 95% sádica e 5% ciumenta, pra mim o ciume só serve pra apimentar a relação, eu adoro usar isso contra a oura pessoa (eu sou horrível, haha)

      Excluir
    5. É horrível mesmo! 0_o
      Da minha parte, falando como uma ciumenta de carteirinha, não é legal ser provocado...
      Mas, cada um sabe o que é o mais prazeroso para si, né? :p

      Excluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...