24.1.15

Faceless Angel Equívoco 6 por Mel Kiryu



Equívoco 6
O símbolo de uma disfarçada obsessão 

    Rapidamente Jack se viu infiltrado em todos os ensaios da Faceless Angel.
   Quase não via mais Marcus e Pietro, ainda mais Julio que somente via quando ia à casa dele ou saíam juntos como um quarteto, o que se tornava cada vez mais raro.
    Não estava necessariamente namorando com Astrid, mas era inevitável ficarem juntos quando ia assistir os ensaios. Ainda que seu foco e obsessão fosse descobrir mais sobre Yuri e Lucien.
     Estava tão habituado que chegava à casa de Klaus e nem precisava bater para entrar no quarto espaçoso onde os ensaios aconteciam.

    Numa dessas ocasiões entrou no quarto e Lucien estava sentado num puff folheando seu livro do Herman Hesse que tinha ficado com Astrid.
    Ao perceber que tinha entrado, Lucien jogou o livro sobre o puff logo se levantando, encarando Jack de modo áspero.  

__Oi, Lucien... Não sabia que gostava de Herman Hesse.__ Jack disse, desconcertado por dentro.
__Para mim tanto faz.__ Lucien retrucou seco.__ Esse livro por acaso virou algum símbolo para você e para Astrid? Tipo o começo de tudo?
__Não tem nada demais entre mim e a Astrid... Se é isso que está tentando dizer.
__Conta outra.__ Lucien ironizou agarrando seu contra-baixo, antes num suporte, pelo braço.__ Você não sai mais daqui, 'tá mais que na cara que isso já virou namoro.
__Ah... Tipo você e a Alexis Jane? Acho que falta muito para tanto...
     Lucien fuzilou Jack com o olhar como se dissesse “Você não sabe nada sobre mim e a Alexis”.

      Mas, Jack não se surpreendia mais com esse tipo de olhar. Era comum Lucien tratá-lo com frieza ou ironia cortante.
     Aliás, Lucien tratou de ignorar a presença de Jack enquanto arrancava um som de seu contra baixo, as notas graves como golpes desferidos na boca do estômago e foi quando Yuri entrou no quarto.

__Jack!__ Yuri exclamou se pendurando no ombro de Jack.__ E aí, maninho? Hoje quero ouvir você tocar violão, hein? Vou te acompanhar com a minha voz.
__Melhor não, Yuri... Já te disse que toco sozinho em casa, nem sou o que se pode chamar de bom.
__Olha só... Deixa que isso... Eu decido!
      Yuri piscou, apontou o dedo para a cabeça de Jack como se fosse uma arma e fez o som com a boca da arma sendo engatilhada.

     Quando estava sozinho com Lucien e Yuri sempre se sentia confuso.
    Os dois tinham a mesma altura, eram bastante atraentes e usavam o cabelo preso num rabo de cavalo, a diferença era na cor do cabelo e dos olhos e na empatia que tinha com cada um deles, que com Lucien devia ser inexistente.

    E Jack sempre fazia o possível para disfarçar o nervosismo que sentia.
   Quando sozinho em seu quarto tentava se lembrar desesperadamente da cor do cabelo do rapaz saindo do quarto no segundo andar, naquele Sítio.

      Todavia, não conseguia a lembrança se eram castanhos claros como o cabelo de Lucien ou escuros como o cabelo de Yuri e sempre prestava atenção nas roupas que eles vestiam, se era uma das peças de roupa da ocasião da festa.

     Mas, por mais que pensasse nunca chegava a uma conclusão.
     Jack começava a achar que tudo isso de algum modo já havia perdido o sentido.
    Por isso, naquele dia antes de ir para a escola à noite, pensou em arrancar de seu caderno a lista de nomes das pessoas que estavam naquela festa e rasgar, fazê-la em pedacinhos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...