27.1.15

True Love Capítulo 75 por Kisu


CAPÍTULO 75 - On the stage of my troubled life…

          Depois de muita discussão, Saya acabou ficando com o papel de Julieta mais por pressão do que por vontade própria e agora revisava freneticamente o roteiro tentando gravar no mínimo as principais falas. Não que não lembrasse, mas teria que improvisar muito e isso era algo que não gostava.

- Vai dar tudo certo, todos vão ajudar e mesmo se algo der errado qual o problema? Estamos aqui para nos divertirmos, certo, Saya-san? - Yumi encorajou.
         Sentiu a respiração e o coração se acalmarem. Yumi tinha razão, por que estava tão atônita? O festival acabaria em poucas horas e de que adiantaria se não aproveitasse? Tinha se esforçado ao máximo não só por sua turma, então que mal teria se errasse um pouco? E se tivesse que culpar alguém, culparia seu vice-presidente incompetente que fugiu dela até o último minuto.
- Você tem razão. Por que estou assim, não faz meu estilo, isso é tudo culpa do Hanamura-san. Vou atuar tão bem que ele vai querer beijar meus pés - proferiu jogando o roteiro na cadeira ao seu lado.
- Chotto, ainda estou terminando de dar uns pontos. Não se mexa tanto - Sakura reclamou.
- Foi mal - desculpou-se tratando de não se movimentar para não tornar a ser alfinetada.

                                                          xXx

- Não acredito que o Shinku-senpai nos largou no meio dessa multidão. Ele deveria ter avisado para alguém guardar alguns lugares. Arrh não acredito que ficamos um tempão na fila do takoyaki e agora estamos atrasadas - Kimiko reclamava. - Nana-chan, aqui, achei uns lugares no corredor.
        A cortina estava aberta e haviam perdido boa parte do início da peça. Algumas pessoas fizeram sinal para que Kimiko se calasse e sentasse logo, pois estava atrapalhando.
- Oh, seja qualquer outro nome - suspirou desolada. - O que é um nome? A rosa igual perfume adocicado teria com outro nome. E tu, Romeu, se não fosse Romeu… - andava de um lado a outro da pequena varanda ora se apoiando no parapeito suspirando.
- Que linda! Parece que é a Julieta falando - Nana proferiu, os olhos brilhando. - Ah, ali está o Kurocchi-sama escondido naquele amontoado de árvores! - apontou.
        Kimiko concordou com um sorriso. Nana estava se divertindo bastante, a garota merecia pelo tanto que havia trabalhado duro nas últimas horas.
       Num rebuliço cortante, Daisuke saiu correndo em direção à Saya, gritando eufórico de alegria ao passo que Saya se assustava.
- Diz que sou seu amor e serei batizado mais uma vez e não mais serei Romeu!
- Se te virem, irão matá-lo - alertou em preocupação.
- A noite me protege, mas se não me amas, antes me deixe morrer pelo ódio de sua família do que sem seu amor - declarou.
         Enquanto as cenas se passavam, lutas vieram, Mercúrio interpretado por Luke foi morto por Shinku no papel de Teobaldo, mas não antes de uma boa torcida de Nana que não sabia para quem torcer, então ora torcia para que Luke desviasse das estocadas e cortes furiosos, ora para que Shinku ele atacasse aqui ou ali.
        Estava sendo uma peça agradável, a plateia seguia os altos e baixos, era como se os sentimentos dos personagens os alcançassem. Todos estavam em silêncio, absorvidos com o sofrimento de Romeu pela morte de sua amada que agora se encontrava em seu caixão.
- A beleza ainda jaz rubra em seus lábios e em sua face. Querida Julieta, por que é tão bela? - percorria as pontas dos dedos pela face da jovem. - Por que a morte se apaixonou por você e agora um monstro a guarda aqui como amante? - chorava em sofrida angústia segurando a mão de sua amada.
        Um líquido escorria por seu rosto. Por que estou chorando? Daisuke pensava consigo. Será que um pouco da dor de Romeu o alcançara agora de todas os momentos ou foi por ter visto Yuki na plateia? Sua voz conseguiria alcançar Yuki? Conseguiria ele ouvir seus sentimentos transbordando?
         Deu um beijo na bochecha de Saya firmando o pacto de amor eterno entre eles antes de levar o frasco de veneno à boca.
- Romeu? - uma voz fraca ecoou. - Onde estou?
        O rosto do rapaz se encheu de uma crescente e vazante alegria. Atirou o frasco que lhe tocava os lábios com repugnância para longe.
- Não importa o lugar  - disse em resposta -, nada importa, minha doce Julieta. A morte não a tomou com suas ardis artimanhas - chorava abraçando fervoroso a jovem.
- Oh, Romeu. Tive tanto medo que descobrissem. Enfim podemos estar juntos - retribuía o abraço.
- Ei, por que eles não morreram? - Kimiko perguntou para si num sussurro, sem entender.
- Muitas pessoas e até mesmo crianças viriam assistir, nada mais óbvio do que mudarmos o final para divertir a todos - Shinku que se achegou explicava.
- Ei, você não deveria estar nos bastidores? - retrucou.
- Shiii! Eles vão se beijar - Nana brigou.
          A tão esperada cena do beijo veio e no que a cortina se fechou a plateia aplaudiu com fervor e não pararam até terminar o agradecimento do elenco de atores e ajudantes.

                                             xXx

- Ufa, finalmente terminamos. Até que enfim posso relaxar e curtir com minha namorada - Urie desabafava.
- Depois de organizarmos tudo - um dos colegas brigou. - E cadê o Kurocchi-san e o Hanamura-san?
- Sei lá, depois do agradecimento não vi nenhum deles - Yumi falou.
- Malditos, devem estar com as namoradas enquanto nos matamos aqui. Imperdoável - Urie reclamou.
- Hai, hai, já entendemos seu desespero - suspirou. - Espera, desde quando aqueles dois têm namorada?

                                                 xXx

          Tinha mudado de roupa o mais rápido que conseguiu e correu para a plateia. Estava lotada. Muitas pessoas saíam e a mesma quantidade permanecia aguardando a próxima atração. Não demorou a achar Yuki, ele estava no mesmo lugar em que vira do palco, bem nas primeiras fileiras.
No que seus olhos encontraram aquele olhar sereno soube o que deveria ser feito.
- Kazumi-sensei, pode vir comigo um minuto? - pediu, o coração corria batendo desenfreado.

Nota da autora: *algumas falas, bem como o final, foram tirados e adaptados do filme Romeu e Julieta*

4 comentários:

  1. Quem dera que agora o Yuki e o Daisuke se entendam, já que o Luke também está virado para outra lado
    O final de romeu e Julieta ficou fixe desse jeito :3

    ResponderExcluir
  2. Oi, Rima... E demorou para o Daisuke e o Yuki se encontrarem!
    Também quero que o Daisuke enfim defina a situação, porque se tudo estava tão perdido, a culpa é dele... u.u
    Ainda ficou fazendo o Luke de bobo.

    ResponderExcluir
  3. oi Mel estou torcendo que o yuki e o daisuke se resolvam, estou animada que o luke esta com a touma

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem fale, eu também... Mas, eu shippo o Luke com o seu amigo Shinku... Queria que o Luke o Shinku ficassem juntos. *-*

      Excluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...