29.6.15

Kind of Blues Episódio 2 Parte 3 por Mel Kiryu


Kind of Blues – Episódio 2

Parte 3

             Tanto na quinta quanto na sexta-feira, passamos uma parte da tarde juntos.
         Mas, eu sentia que era demasiado perigoso, ficávamos nos agarrando pelos cantos como dois maníacos por beijos.
         Eu me segurava para não perder a cabeça, porque não queria que meus pais desconfiassem.
         Então, eu tentava voltar para casa numa hora insuspeita e razoável.
          Todo dia eu pensava que estivesse enlouquecendo, aquele não era eu.

          Mentindo o mais descarado possível, deixando que meu emocional me dominasse, como se estar com Satomi era tudo que importasse.
        Eu evitava ir para a casa dele, porque além de ser bem próxima da minha, eu tinha a forte sensação que se eu entrasse no quarto dele não conseguiria me controlar.
     Acabaríamos fazendo sexo.
     Meu receio era me sentir parte de Satomi depois disso, eu tinha medo dessa paixão que me fazia estranhar esse Hitaki tão passional que arriscava tudo que tinha conquistado só para estar com outro rapaz.
     Era mesmo possível entender de algum modo o que eu estava sentindo? Não entender me tornava vulnerável. Eu sentia imensas saudades quando ficávamos algumas horas distantes, imaginando o que ele estaria fazendo... Se também de algum modo estaria pensando em mim.
   
      Aí, veio o sábado.
      Eu tinha sempre os finais de semana livre e Satomi me convidou para ir a uma festa.
      Bom, eu pensei: 'Uma festa... Ok. Música, gente para todo lado... Nada pode acontecer demais.'
      E pensando bem, quando tinha sido a última vez que tinha ido a uma festa de verdade?
      Possivelmente nunca.
      Mas, aproveitei o ensejo e disse a Satomi em tom de brincadeira que somente toparia ir à festa se ele fosse sem a maquiagem escura que costumava usar delineando seus olhos.
     Para minha surpresa ele não se opôs, mas também impôs sua condição:
      Nós não teríamos hora para voltar.
                                       
       Para quem já estava ficando fera em mentir não foi difícil inventar uma estória para meus pais que dormiria na casa de algum colega, bem que minha mãe ameaçou a ligar para a casa do colega em questão, mas logo fiz um drama dizendo que ela não confiava em mim e meu pai encerrou a discussão...

                                                              *********

                 Estranhei a tal festa ser em galpão e logo me toquei que tinha sido enganado.
              Tinha fila para entrar, relutei em voz baixa observando aquelas pessoas.
__Isso não é uma festa, Satomi... Não vou entrar aí.
__Eu tenho duas entradas para nós.__ Ele rebateu tendo um sorriso esperto.__ Vai ser legal, Hitaki...
    E estalou um beijo no meu rosto que eu fiquei com vontade de limpar, só de raiva.
    Satomi enfiou a mão no bolso do meu jeans, passando o braço no meu e a fila andava.
    Quando chegamos na entrada, percebi que fila atrás de nós dava uma volta inteira e sumia na esquina.
     Logo que Satomi entregou nossas entradas, prenderam pulseiras em nossos pulsos, eu podia ouvir a música dali.
        Constante, pulsante, delirante.
        Metidos numa rave.

        A iluminação psicodélica, a batida alucinante do DJ conduzindo os corpos de uma maneira irracional.
     As pulseiras em nossos pulsos tornavam-se fluorescentes sobre as luzes multicoloridas em neon.
      E tinha qualquer coisa de enebriante no ambiente, mesmo assim eu não consegui ficar a vontade.
      Eu se quer sabia dançar, as pessoas que pareciam se divertir me intimidavam. O que elas viam de bom naquele ambiente que eu não conseguia ver? Tudo parecia tão sensual, quando a sensualidade daquelas pessoas me desnorteava, me perturbava.
      Uma excitação vagava em mim de uma maneira muito confusa.
    Fiquei num canto esperando Satomi voltar, ele tinha dito que ia a algum lugar... Mas, não consegui ouvir com exatidão em meio a música alta.
    Eu estava claramente deslocado.
    Até que Satomi voltou com dois drinks de cor azul, uma névoa parecia sair da superfície dos copos, me entregou um e senti um pequeno alívio por ele ter voltado.
__Que isso?
__Vê se bebe e descobre.
    Ele bateu com o copo no meu, sorriu daquela maneira provocante.
__Você me enganou... Por que não disse logo que era uma rave?
__Simples...__ Satomi replicou debruçando-se em meu ombro.__ Você pensa demais... Nunca teria topado.
    Ele tomou um golinho do drink azul, passou os dedos por entre meu cabelo num gesto lento e afetuoso.
__Promete que vai tentar se divertir, vai...
__Se você está comigo... Acho que nada pode dar errado.
__E se você não quiser dançar... A gente pode se beijar por muito, muito tempo...
    Eu sorri ainda um pouco tenso, a ideia era boa... Em meia aquele ambiente pulsante e alucinado acho que ninguém ia se ligar em dois caras se beijando.
     Tomamos do tal drink, senti que tinha uma boa dose de álcool, desceu queimando e era uma boa sensação, o sabor era adocicado e descia fácil.
          Aquilo bem que funcionou, depois de um drink o mundo podia fazer muito sentido.
     
     

15 comentários:

  1. Bom dia Mel
    Ai eu choro pelo Hitaki.... uma paixão pode levar a loucas, mas eu acho que ele se tá mesmo arrastando para um mundo que não deve, isso me deixa triste
    Esse amor vai ser sempre complicado, mas pronto fazer o quê....

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, amigona!
    Trabalhou muito ontem?

    É... Realmente o Hitaki está se arriscando muito e nem ele faz ideia do quanto!
    Não sei se realmente vai ser se,pre complicado, mas vai ser mesmo assim por algum tempo... O Hitaki vai descobrir um amor e uma tristeza nunca sentidos.

    ResponderExcluir
  3. Foi um dia razoavel, hoje faço tarde na mesma -.-"

    Eu imaginei que ele não sabe mesmo a dimensão de problemas que pode arrastar
    Acaba vivendo amor e talvez perca a felicidade, quando dos dois o melhor....

    ResponderExcluir
  4. Já faz umas duas semanas que está trabalhando direto nesse horário, não?

    O Hitaki se sente bem com Satomi e acha que estando ao lado dele nada pode dar errado, mas isso é um grande equívoco... É bem ao contrário! Mas, o Hitaki é uma pessoa otimista e ingênua, tem menos experiência do que o Satomi... No entanto, isso não quer dizer que somente o Hitaki vai sofrer.

    ResponderExcluir
  5. Já esta fazendo mesmo..... a patroa já me pediu desculpa, não é que me importa aunica coisa que não gosto é de um bebado que quer casar comigo


    Sim.... porque eles no fundo se gostam mesmo, o Satomi também deve sofrer com os problemas do Hitaki ou eu então também tou a ser inguenua nesse ponto mas é assim que penso

    ResponderExcluir
  6. Isso é muito chato e constrangedor, não é? Bêbado é uma das coisas mais inconvenientes que há... Ainda mais dizendo que quer casar contigo!

    Agora de início o Satomi ainda não está sofrendo, porque para ele isso é uma grande farra, mas conforme a relação deles for se aprofundando, aí sim o Satomi vai sofrer pelo Hitaki em muitos aspectos...

    ResponderExcluir
  7. Sim até me pediu em namoro isto tem se arrastado á semanas a próxima vez que comecar com cenas o primeiro cliente que entrar digo que é meu namorado e pronto
    Semana passada me perguntou se queria ir dormir com ele, quase saltei para cima dele com raiva T^T
    Minha colega estava ocupada na cozinha então eu estava praticamente sozinha... pô o inocente do Tiago vai para entrar e nem entra fica á porta apetecia-me dar dois estaladões a ele também

    Será que o Satomi se vai arrepender duque esta fazendo
    Ah no inicio é tudo lindo e maravilhoso depois é que começa os problemas
    Mas eu já achei um avanço ele ir sem maquilhagem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mel vou ter de sair
      Beijinhos e até amanhã

      Excluir
  8. Se ele te pedisse em namoro sóbrio ainda ia... Mas pedir embriagado? -.-" Ninguém merece! Pô, mas é muita cara de pau te pedir para dormir com ele! 0_o (Ele pensou: Vai que cola!)
    O Tiago nessa hora nem para defender a senhorita do bêbado assanhado... Merecia uns cascudos.

    Não é que vai se arrepender... Mas, ele vai acabar se dando conta que tem abrir mão de parte da vida que ele levava para tentar ser feliz com o Hitaki.

    Desculpe a demora, minha mãe estava na minha porta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E o fato do Satomi ir sem maquiagem é só um pequeno agrado que ele fez para o Hitaki... Não pense que ele vai abrir mão disso de vez. :p

      Excluir
  9. Mesmo sóbrio é um senhor que não consegue ter minha consideração
    O Tiago deve ter pensando "eu já tenho meus problemas pra quê meter nos delas" parece que ta doente ....

    Um pequeno agrado mas mesmo assim podia abrir mas só de uma coisinha....

    Eu tou no trabalho Mel... Só que acho que não viu meu comentário a dizer que ia sair ^^"

    ResponderExcluir
  10. Desculpe Rima, não tinha visto mesmo.
    Ainda mais que estou ensinando dever de casa. :p
    Bom trabalho, amigona!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu. Imaginei isso ...ai pensei que ainda ia achar que a desnaturada da rima a deixou a falar sozinha :p
      Obrigada e igualmente
      Beijinhos

      Excluir
    2. Que isso, Rima... Eu sabia que você ia trabalhar.
      Beijos <3

      Excluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...