27.6.15

Mel Caramelo e Chocolate Capítulo 58 por Mel Kiryu


Capítulo 58 O devaneio real para um momento irreal

         Havia incredulidade no olhar, no semblante dócil de Kitsune.
__E você acha pouco?__ Hanae inqueriu.__ Acha perdoável um adulto abusar sexualmente de uma criança surda por tantos anos? Não consigo imaginar toda dor e sofrimento que Kanda passou e guardou para si mesmo... Datenshi fez o que achava certo para proteger o irmão.
__É... Ele sempre protegeu Kanda...__ Kitsune refletia nas próprias palavras.__ Datenshi é uma pessoa muito fiel.
__E você, Kitsune?
__Eu?...
__Você ama Kanda?

    Engoliu a seco, seu olhar perdido no olhar de Hanae... Aquele olhar idêntico e cativante como o olhar de Kanda.
__Claro que eu amo... Tentei deixar Hajiketa, cheguei a embarcar no trem... Mas, quando Kanda foi atrás de mim e agarrou minha mão... Não consegui partir.
__Mas, essa ainda não é sua verdadeira prova de amor.
__Não?...
    A mão de Hanae ainda estava em seu ombro e Kitsune estava preso por aquela voz, envolvido pelo olhar.
__Se Kanda não tivesse ido até você, se não tivesse segurado sua mão... Você teria partido.
__Mas... Eu não estava partindo por causa dele...
__E não é a mesma coisa? Podia não ser por causa dele, mas iria abandoná-lo da mesma forma.
    Seu corpo se guiava por aquela voz e quando se deu conta, apesar de estarem separados pelo prato de melancia, seu rosto estava muito próximo à face de Hanae que apenas olhava em seus olhos, já Kitsune ficou assombrado consigo mesmo quando se pegou olhando para os lábios dele.  
    E sentiu tanta vergonha por realmente pensar em beijar Hanae que o segurou pelo viés do kimono na altura do peito e corando até a alma, escondeu seu rosto no ombro dele.  
    Em contrapartida, ali encostado no ombro de Hanae continuou imaginando o que podia ter acontecido:
    "Vergonha que se mesclava com seu desejo impróprio, sentia no kimono um odor parecido com o dos pinheiros que havia em abundância na região, aspirou junto o cheiro da pele e sua boca hesitante e trêmula esbarrou na tez junto a clavícula, rendendo-se ao frêmito de estalar um pequeno beijo no pescoço de Hanae.
    Afastando o rosto devagarinho da pele, mas não de Hanae.
__Tem razão...__ Kitsune sussurrou, sem coragem de fitá-lo.__ Eu teria ido embora... Mas, não teria ido embora por falta de amor... Mas, por covardia.
    Sua voz sussurrante tremia, seus dedos que seguravam o viés do kimono também e ainda sentia seu rosto quente, sabia que devia estar corado em demasia enquanto se perdia no confuso desejo que sentia pelo tio de Kanda.
__Não adianta você ficar... Se não for por amor.__ Hanae replicou segurando devagar as mãos de Kitsune agarradas ao seu kimono.__ Se você tem medo de sofrer, pode se isolar de tudo que conquistou nesses três meses... Mas, você consegue? Consegue fechar as portas da sua alma, Kitsune?
     'Não... Não consigo...'__ Seu pensamento cochichou e essa frase se repetiu em sua mente enquanto egueu lentamente seu rosto e encontrou mais uma vez os olhos de Hanae tão pertinho dos seus.
      'Não consigo... Não consigo...'__ seu pensamento repetia cada vez mais baixo, como uma prece, quando lento e docemente aproximou seu rosto no limite entre suas peles e apenas encostou seus lábios, encaixou suas bocas numa pequena carícia, num beijo unilateral.
      Seus lábios desceram por uma contínua carícia pelo queixo dele e em contrapartida foi invadido pela culpa, o que tinha ido buscar com o tio de Kanda? Não sabia até onde teria ido se ele tivesse entre aberto os lábios para os seus."
       
      Em verdade, imóvel sobre o ombro de Hanae e com o coração em desatino, Kitsune realmente dissera:
__Tem razão... Eu teria ido embora... Mas, não teria ido embora por falta de amor... Mas, por covardia.  
__Não adianta você ficar... Se não for por amor.__ Hanae replicou segurando devagar as mãos de Kitsune agarradas ao seu kimono.__ Se você tem medo de sofrer, pode se isolar de tudo que conquistou nesses três meses... Mas, você consegue? Consegue fechar as portas da sua alma, Kitsune?
    Mas, ao contrário de tudo que tinha imaginado, Hanae o afastou afável de seu corpo, ainda estavam sentados naquela varanda e entre eles o prato com melancias.
     E Kitsune ainda estava preso ao beijo imaginário quando olhando ao léu, apenas disse vencido, repetindo o eco incansável de seus pensamentos:
__Eu... Não consigo...
    Hanae tocou pela última vez em seu ombro e se levantou dali.
__Pode ficar por aqui... Coma melancia, reflita um pouco mais antes de pensar em seguir seu caminho.
     Era uma sugestão amiga, ouviu os passos de Hanae e virou um pouco a cabeça a vê-lo entrar no bangalô.

19 comentários:

  1. Bom dia Mel
    Mas o que o Kitsune foi pensar, beijar o tio do Kanda? o.O Sei que deve ser charmoso mas ele já tem dois amor eu não tenho nenhum atão fico eu com o Hanae :p
    Ele é sabio e cheio de razão o Kitsune que medite bem no que ele disse

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Rima! E queria beijar mesmo, aliás... Ainda quer. :p
    E olha que Hanae é um partidão, rsrsrs...
    Sei não... E tu acha que daquela cabecinha-de-vento do Kitsune pode sair algo que preste?

    ResponderExcluir
  3. Nossa mas ele ainda consegue ser mais pervertido que qualquer um -.-"
    A mim também parece ser XD
    Num sei mas pode fazer "plim" e dar luz

    ResponderExcluir
  4. Vou coar café e já volto para te responder.
    Só um momento.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Mel eu vou ter de sair...
      Então beijinho e até amanhã T-T

      Excluir
    2. Puxa, que pena...
      É que quando te respondi tinha acabado de levantar e colocar água no fogo para fazer café.

      Mas, de qualquer modo, vou responder seu último comentário. :)
      Sim, eu também acho que apesar da timidez e da personalidade apagada, o Kitsune consegue ter uma mente mais pervertida que o Kanda e o Datenshi que se amam acima de tudo, ainda que exista o desejo sexual.

      Talvez o Kitsune não consiga separar o sexo e o amor.

      Excluir
    3. Bom dia Mel
      Desculpe ontem ser tão pouquinho mas domingo é sempre complicado...

      Foi o que eu pensei..... e pensar que quando ele chegou ao vilarejo era um rapazinho que nada de sexo sabia..... como eu pouco se muda muito (só mudou nesse sentido -.-")

      Excluir
  5. Bom dia, Rima.
    Eu entendo, tranquilo... Um pouco depois que você se despediu a luz acabou, acredita? Fiquei quase toda tarde sem luz e só vieram fazer manutenção às quatro da tarde... Aproveitei e li algumas coisas pendentes ^^"

    Ah, mas o Kitsune teve dois ótimos professores de sexo e bom aluno ele sempre foi :p

    ResponderExcluir
  6. Falando em coisas pendentes eu tou quase.... acabando de ler o livro.... quase.... sou mais lenta que um caracol -.-"
    Mas ficar sem luz é coisa mais chata que há

    Oh isso foi duvido que arranje professores melhores :p

    ResponderExcluir
  7. Não está gostando do livro, Rima?
    Não, é até chato porque eu queria escrever... Mas, foi bom colocar a leitura em dia.

    Hum... Vai ver o Kitsune também está vendo em Hanae um professor em potencial...

    ResponderExcluir
  8. Eu tou gostando.... só ainda não tive grande tempo para terminar, hoje deveria estar a trabalhar de manhã ai meu horario estaria quase a terminar.... mas a patroa pediu para fazer tarde ....


    Olha ele que não olhe para o Hanae assim, também acho que o Hanae não lhe passe cartão mas nunca se sabe

    ResponderExcluir
  9. Eu só não gostei muito do final do livro, acho que o Tsukuru merecia um final melhor... (impressionante como você lê um livro e se sente amigo do personagem principal)
    E a tarde é que é mais cansativa, claro...

    Vish, se o Kitsune quis beijá-lo acho que já esboçou esse tipo de olhar para cima do Hanae... -.-"

    ResponderExcluir
  10. Eu nunca gosto dos finais por isso já tou me preparando psicologicamente ( eu também me senti amiga demais do Tsukuru)
    E tem muito mais horas....

    Será que o Hanae percebeu? o.O

    ResponderExcluir
  11. Eu não gosto da Sara, no início eu até achava ela uma mulher centrada e amiga, mas depois vi que ela é superficial demais, além de outros fatos que não vou comentar, pois não sei se chegou neles... Sinceramente o Tsukuru seria mais feliz com o Haida... E quer saber mais? Para mim ele ejaculou mesmo na boca do Haida e isso ficou mal resolvido entre eles, por isso o Haida partiu.
    E parece que também tem mais clientes para atender.

    Acho que sim, por isso ele se afastou do Kitsune...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente devia fazer isso mais vezes... Comprar um livro juntas para ler e comentar, acho tão legal!

      Excluir
  12. Eu para ser sincera nunca gostei muito dela, acho que não ama de todo o Tsukuru apesar de ser compreensiva.... como mostra quando vão para a cama e ele não consegue uma ereção...
    Eu também fiquei sempre com essa duvida em relação ao Haida.... sempre esperei que ele aparecesse de novo mas agora já tou tirando o cavalinho da chuva -.-"

    É eu adorei porque nunca tenho com quem comentar um livro e dessa vez tive :)

    E desculpe a demora estava almoçando

    ResponderExcluir
  13. Mas, ele está obcecado com a ideia de ficar com a Sara -.-"
    Fiquei tão indignada com o final que imaginei um final do Tsukuru com o Haida, quase escrevi uma fanfic!

    Eu idem! :)

    Tudo bem.

    ResponderExcluir
  14. Ele criou expectativas em torno dela, viu a mulher bonita que desejava e pronto -.-"
    Ah mas se quiser escrever por mim tudo otimo ia adorar ler :)

    Agora vou ter de sair tá quase na minha hora -.-"
    Beijinhos e até amanhã

    ResponderExcluir
  15. Creio que para escrever uma fanfic eu teria que ler as partes do Tsukuru e do Haida de novo... :)

    Bom trabalho para ti!

    ResponderExcluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...