7.7.15

Faceless Angel Equívoco Final por Mel Kiryu


Equívoco final  (I love you... No more and no less.)

    Suas lágrimas tinham se misturado à chuva.
    Achou que não derramaria mais nenhuma, mas quando sentiu Lucien por perto Jack abraçou a si próprio como se assim pudesse se proteger do efeito que a presença dele tinha  sobre si.
     Todavia, não podia fugir da vergonha que sentia. A vergonha profunda por ter ficado enciumado como nunca, por ter invadido o palco porque não suportava presenciar aquele beijo.

    E mesmo que as pessoas presentes nem se importassem tanto, ou não compreendessem bem a situação, para Jack era como se tivesse assumido na frente de todos que gostava de outro homem.
    Em seu ser não havia espaço para tudo que sentia.
__Eu... Eu me afastei dos meus amigos por sua causa...__ Jack se pronunciou em voz baixa, opaca, sabendo que Lucien estava um pouco atrás.__ Fui o pior filho para meu pai porque queria ficar contigo... Fazia tudo do seu modo porque não queria te perder!
__Jack...
__Cala essa boca, Lucien!__ Jack pediu num tom bravo e magoado, a interrompê-lo.__ Agora eu entendo!... Já sei porque não me queria nos ensaios da banda... E no dia que fugi de casa pensando em te encontrar, você não estava em casa porque admitiu estar na casa de Yuri!... Quer dizer, que na minha ausência... Yuri e você...

     A voz de Jack estremeceu, não conseguia concluir seu raciocínio em voz alta. Encarou Lucien repentino, engolindo a saliva grossa que se formara no interior de  sua boca.
__Jack... Você entendeu tudo errado.__ Lucien o fitava debaixo da chuva que caía com mais vigor.
__O que eu entendi errado?!... Eu vi, uma multidão viu! Por que veio até aqui se dar o trabalho de explicar o que é evidente, Lucien?...
__E você? Por que veio?__ A voz impaciente de Lucien parecia desafiá-lo.__ Não me diga que mais uma vez agiu feito um idiota e desobedeceu seu pai?
      Jack empurrou Lucien num impulso irritadiço, quando por dentro tremia e sentia que a qualquer momento se romperia em lágrimas, a tristeza cairia morna por seu rosto e se uniria à chuva mais uma vez.

   E Lucien apenas lhe brindou com um olhar afiado, pouco sutil.
__Seu babaca! Eu vim ao show com o consentimento do meu pai!__ Jack gritou.__ Eu... Eu não avisei, porque que queria te fazer uma surpresa! Achei que fosse ficar feliz... Mas, você me surpreendeu primeiro! Da pior forma possível...
       Jack fechou seus olhos, baixando a face. Se continuasse, sua raiva se dissolveria como as gotículas frias que pingavam por seu queixo e cabelo e daria lugar a amargura.
__Você veio porque queria me deixar feliz... Tentando fazer tudo de acordo com o consentimento do seu pai...__ Lucien disse de modo mais macio.__ Aquele beijo sem importância te abalou tanto assim, Jack? O fato do Yuri ter me roubado um beijo não significa nada... Mas, somando tudo o que você fez por mim apenas nesta noite... Não significa que você me ama?
      Jack quase engasgou com a própria vontade de chorar, Lucien às vezes podia ter um modo muito frio de falar, mas quando deixava escapar em sua voz o afeto que guardava, partia em dois o íntimo de Jack no mesmo segundo.

    Com muito custo, ergueu as pálpebras úmidas com sua vista a se nublar... Buscando o olhar de Lucien.
__Preste atenção, Jack...__ Lucien replicou espalmando sua mão no cabelo ensopado  do rapaz.__ Não gosto de Yuri e tal como você, eu não esperava aquele beijo! Eu abandonei um show muito importante por você, sabia?__ Lucien delineou em sua face um meio sorriso malandro.__ No mínimo vou ser expulso da banda!
__Hein?... 'Tá dizendo agora que a culpa é minha, é?
      Havia ironia na voz de Jack e uma raiva inconsistente.
__Não, idiota...__ Lucien riu, dosando a sensualidade na voz baixa.__ É meu modo de dizer que eu também te amo...
       Jack sorriu convulso, abriu e fechou os olhos como que em câmera lenta e uma lágrima efêmera desceu por sua face enquanto o rosto de Lucien chegava bem pertinho do seu e igualmente era atingido pela voz dele que se projetava num sussurro confidente.  
__Te gosto, anjo...
     Dizendo com seus lábios a ponto de se tocarem, apenas um buscando os olhos do outro por um segundo antes de cederem lugar ao beijo.
      A mão de Lucien no cabelo de Jack desceu numa carícia, trazendo-o para junto de seu corpo debaixo do temporal...

FIM

     [Terminada em 31 de Janeiro – escrita em cerca de um mês]

14 comentários:

  1. Mel que final lindo mesmo *-*
    Apesar das coisas no inicio estar viradas um pouco para o torto deu lugar lugar a declararem o amor.... nossa e já fez um tempão que a Mel terminou a história o.O

    ResponderExcluir
  2. Que bom que você gostou, Rima!
    Fico feliz! Pois quando reli não achei grande coisa...
    Verdade, é que postei bem devagarinho, né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi tudo tranquilo no aniversário do seu cunhado?

      Excluir
  3. Não achou grande coisa.... eu achei maravilhoso ;)
    Não duvide disso.... o Lucien sempre com seu lado fofo ^^"
    Postou então deu para saborear bem.....

    Tudo tranquilo.... só que é aquela coisa estranha de ter minha patroa também lá....
    Aliás hoje não é o unico que faz anos, o Misato2 também faz

    ResponderExcluir
  4. A Kisu não queria que a estória terminasse... Mas, acabou que não consegui escrever o extra (Tô escrevendo muita coisa! Minha mente não dá vazão às ideias que eu tenho)
    Sim e o Lucien não mostra sempre esse lado.

    Ah, te entendo... Parece que no fundo seu trabalho estava te rondando mesmo no dia da sua folga.
    Misato 2? Faz aniversário no mesmo dia do Seiji? 0_o

    ResponderExcluir
  5. Eu também não.... mas tem que se compreender que toda a história tem final e se for feliz não se pode pedir mais.. já é o que importa ( Imagino o que isso seja eu já tou escrevendo pouco e tenho demasiadas ideias )
    Pois não.... olha que a Mel tem sorte :p

    Foi mesmo isso... ainda para mais minha patroa se divorciou do marido faz pouco tempo, porque tinha um amante, aí ela levou o amante, que por sinal é seu funcionário, era esquisito ver os dois juntos, imagino para meu cunhado ver o pai ser substituído por um empregado seu...
    O Seiji faz anos a sete de Julho?

    ResponderExcluir
  6. Sim, o final dessa estória foi feliz... Claro que eu tinha ideias para alongar.
    Mas, apareceram outras como Enseada das Gaivotas e depois Kind of Blues.

    Nossa, que clima estranho que deve ter ficado por ela ter levado o amante... Tô tentando imaginar aqui! Sua patroa é a mãe do seu cunhado?...

    Sim, no dia do feriado de Tanabata Matsuri no Japão.

    ResponderExcluir
  7. Imagino sempre se tem!
    E são todas histórias bem fixes ^^"

    É sim mãe do meu cunhado.... por isso que acaba sendo meio que familia -.-"
    A filha mais nova dela que é da minha idade é a que tem aceitado menos bem.... por isso que gosta de vir dormir a casa do mano e outras vezes comigo, minha patroa já perguntou se eu queria tirar férias com ela....

    Nossa.... podem fazer anos no mesmo dia mas são completamente diferentes!

    ResponderExcluir
  8. Verdade, tudo em família.
    Mas, isso é um pouco mais complicado, né? Justamente pela proximidade.
    Não sei... Mas, imagino que você sentiu certo alívio quando foi embora da casa do seu cunhado.

    E como!! O Misato 2 tem suas parecências com Misato Keisuke de Deviant, mas é muito curioso fazer aniversário bem no dia em que o Seiji também faz...Que coisa, hein? :)

    ResponderExcluir
  9. De um certo jeito foi.... apesar que eu sempre gosto de ir lá.... mas desta vez é diferente

    kkkkk seria mais se fizesse no mesmo dia que o Misato isso sim! Agora no mesmo que o Seiji dá que pensar...

    ResponderExcluir
  10. Pois é, porque deve ter ficado um clima tenso...

    Eu acordei hoje e lembrei de cara que era aniversário do Seiji e então reli uns capítulos de Deviant para matar a saudade já que tem um tempo que não escrevo.
    Quanto mais leio, mais me convenço que o Jin tem é que dar um chute no Misato...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rima, eu vou me ausentar para fazer o jantar.
      Daqui a pouquinho volto.
      Mas, se não der tempo da gente se falar, eu agradeço a conversa, viu?
      E a sua opinião e agradeço por ter acompanhado Faceless até o fim.

      Excluir
    2. Só vi agora seu comentário
      tudo bem eu estou de saida agora...
      Não tem que agradecer leio, porque a escritora é ótima :)
      Beijinhos e até amanhã

      Excluir
  11. É o ambiente não era de todo aquela felicidade pura....

    Que giro ficou relendo uns capitulos.... eu reli um ou outro de kimi o ai e fiquei com vontade de reler mais....
    É assim verdade que O Jin merece melhor.... mas talvez por o Misato andar desaparecido minha raiva por ele tá anestesiada e eu fico com pena de pensar que ele vai ficar sozinho e abandonado

    ResponderExcluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...