6.7.15

Kimi o ai Hajimeru Capitulo 11 por Rima-san


Capitulo 11

       Shuji parecia deveras mal humorado, como andava doente não tinha feito a barba e a coçava enquanto fitava Tadashi que apertava a sacola em sua mão, Shuji se erguei e caminhou até junto dele, Tadashi engoliu a seco e foi surpreendido por um beijo demorado e sua saca de compras caiu ao chão.
_Demoras-te meu…. Nem imaginas a seca que e ficar sozinho esse tempo todo…_ Tossiu e apanhou a saca do chão._ Compraste o quê?

_Não é nada de especial…_ Tentou puxar o saco para si mas mesmo que Shuji tivesse doente conseguia ter mais força e a curiosidade ajudava, cada um puxando pelo saco para o seu lado o mesmo acabou rasgando e os objetos caíram ao chão a pequena embalagem passou despercebida ao olhos de Shuji que apanhou as algemas felpudas.
_Seu tarado! Que estavas pensando em fazer com isso?_ Seus dedos acariciavam os pelos tigresa e Tadashi sentia um vergonha tamanha que tinha vontade de fugir
_Não era para veres…. Puxa…_ Era previsível a desilusão em sua voz e Shuji se encostou á parede.
_Então pretendias esconde-las e não as usares?_ Aproximou-se mais até seus narizes se tocarem.
_Estives-te a fumar…_Tadashi replicou sentido o odor a tabaco.
_Não tinha nada que fazer… admito fumei quase um maço…. Agora admite o que pretendias fazer com essas algemas?_ Tornou a interroga-lo inclinando-se mais sobre ele.
_Ai…. Shuji…_ Seus olhos não se conseguiam desenvencilhar dos dele e trincava seu lábios formando uma frase consistente em sua cabeça que fervilhava a mil á hora._ Eu queria apimentar nossas noites de amor….
_Mas conseguiste mesmo…. Acho que tou ficando excitado só em pensar…_ Tadashi lhe deu uma chapada percebendo essa faúlha de excitação nos olhos negros de seu namorado.
_Shuji…. Quando tu tiveres bom…. A gente fez ontem…. Não devia…_ Censurou baixo deixando a mão deslizar pela camisola de Shuji.
_Vais dizer que não gostaste …._ Sua atenção se revirou para o chão._ Mas o que é isso?_ Antes de conseguir apanhar o pacote Tadashi foi mais rápido e escondeu em seu peito segurando firme com as duas mãos.
_ Isso tu descobres quando tiveres bom…. Quando deixares o tabaco porra!_ Virou-se de costas chateado imaginando que Shuji risse dele._ Vou fazer um sopa de miso.
_Ah dá um desconto Tadashi…._ Shuji o abraçou pelas costas._ Eu tava morrendo de saudade tua…. Fiquei com ciúmes de te ver com Ren….aí deu uma gana de fumar…_ Suas mãos desciam pela cintura do menino que as segurou fortemente.
_Que eu saiba não te dei razões para teres ciúmes de nós dois…. Quem namorou para o Ren não fui eu…_ E aí Shuji sentiu ainda um ponta de ciúmes da parte de Tadashi._ E queres saber…_ Voltou-se para Shuji ficando de fronte a ele contemplando o seu olhar._ Eles também estão vivendo juntos….
_Estão vivendo juntos como assim?_ Shuji se mostrava surpreso mesmo que Ren fosse um adulto Ikki não passava de um menininho, certamente os pais não tinham aceitado aquilo com tanta facilidade.
_Ikki  teve uma paragem cardiorrespiratória…._ Tadashi o afirmou com leve pesar._ Parece que foi nesse mesmo dia que Ikki apresentou o Ren á família e o pai não gostou nada, pelo que percebi o expulsou mesmo…. Então esta vivendo com o Ren….
_Mas pera! Estás me dizendo que ele teve uma paragem cardiorrespiratória e não se passa nada? Isso é grave….Puxa e nós de férias nem imaginado o que se passava….
_Mas ele agora está bem isso que importa…. Daí a pouco estás bom e podes ir vê-lo, o Ikki por uns dias também não pode sair de casa, os médicos aconselharam….._ De novo deu costas e seguiu para a cozinha, ainda tinha uma sopa de miso para preparar.
_Como as coisas mudam né? Quem imaginava  que aqueles dois fossem namorar e viver juntos num espaço tão curto…_ Arrastou a cadeira e sentou-se enquanto Tadashi cozinhava.
_Mas se pensares bem as coisas mudam para todas até para nós…_ Tadashi se virou com a faca em punho, olha para a tua mão, o que encontras no teu dedo não é um anel? Sinal da nossa união._ Tadashi sorriu e corou um pouco pousando a faca._ Nossa vida também mudou…. Agora me sinto mais completo.
_Me diz porquê?_ Shuji perguntou debruçado na mesa, num certo tom de brincadeira.
_Porque não tentas descobrir?_ Tadashi se virou de costas prosseguindo o que estava fazendo.
_Para isso vou ter de apertar tua bunda._ Suou atrevido e tossiu, Tadashi lhe fez uma careta antes de responder.
_Ainda bem que avisaste é que estou com uma faca na mão._ Apontou-a na direção de Shuji, mas de facto não conseguia demostrar um ar maléfico e isso fazia Shuji rir, rir a valer do pobre desgraçado, o menino queria de facto mostrar o que valia e para isso caminhou até junto dele segurando a faca numa não e com a outra o puxou pela gola da camisola de lã, Shuji tornou-se ligeiramente mais serio e foi surpreendido por um beijo, sua língua tocou a dele e ouviu o som metálico da faca batendo no chão enquanto o beijo se tornava mais intenso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...