14.8.15

Mel Caramelo e Chocolate Capítulo 66 Parte 2 por Mel Kiryu


Capítulo 66 (Parte 2) E queria o amor, quando nem sabia amar...

      O troar já não se fazia notar, ouvia-se somente o som da chuva abundante.
    Na sala da casa de Nagoro, estavam Mika e Kitsune de pé, um de fronte ao outro separados por uma mesinha baixa feita de madeira, sobre ela estava parte de um jogo de porcelana chinesa, no bule trabalhado havia o suficiente para guarnecer outra xícara com o chá verde recém preparado.
    Embora a tempestade tivesse aparentemente oferecido uma trégua, o clima que pairava naquela sala estava longe de se aquietar.

__Por isso, Kitsune... Não me importo se decidiu ficar ou não nesse vilarejo! Estou decidida a levar Kanda para morar comigo na Capital, se vocês dois não desistirem dessa brincadeira estúpida de namorados.  
     Ouvir essas palavras tinha deixado Kitsune no seu limite, tinha passado tempo demais sem defender o que acreditava ser importante e mesmo assim, fez um grande esforço para libertar a voz aprisionada nos confins da própria garganta.
__ Isso... Isso que a senhora pretende fazer... Que é uma maldade sem cabimento!...__ Kitsune replicou, tinha o rosto corado em demasia.__ Tomar esse tipo de decisão... Sem levar em consideração como seu próprio filho se sente quanto a isso!...
__Como é?__ Mika cruzou os braços, olhar incisivo.__ Claro que levo em conta o que Kanda sente! E com certeza ele só pode estar confuso para achar que está gostando de outro garoto!... Um tempo longe de você com certeza vai lhe dar a percepção que sou eu que tenho razão.  
     Respirava depressa, seu peito doía pela raiva omissa, baixou por um instante a cabeça tentando respirar fundo e isso quase o levou às lágrimas. Seu cabelo claro caia-lhe quase encobrindo os olhos quando seu pé meteu um chute irracional em um dos pés da mesinha!
__Por quê?...__ Kitsune indagou baixo, entalado com os próprios sentimentos.__ Por que dois garotos não podem sentir amor um pelo outro?... A senhora devia saber que Kanda não fica triste igual a maioria das pessoas!__ Sua voz cresceu conforme falava e agora Kitsune gritava.__ Ele me disse que precisa de mim!... Como eu poderia deixá-lo?!... Se prestasse atenção aos sentimentos de Kanda, entenderia as razões do coração dele! Mas, parece que a sua razão é a única que importa!
     O pé de Kitsune voltou a esbarrar na mesa, mas isso porque seu corpo todo estremecia em meio ao seu rompante passional, não demorou a se sentir patético... Já que sua raiva cedeu o lugar ao choro.
    Contudo, isso não queria dizer que tinha terminado.
    Ergueu hesitante seu rosto, mal percebendo Mika de tão embaciadas estavam suas vistas pelas lágrimas.
__Como quer que ele te reconheça como mãe?... Se mal o reconhece como filho?...
     A pressão da eminente verdade quase jogava Mika para longe, percebia de súbito que não era inveja que tinha de Hicaru por conseguir se aproximar de Kanda, mas sim ciúme. Nunca conseguira ser a mãe que Kanda precisava, porque não gostava dele o suficiente por roubar a atenção de Hicaru.
     Quando ela ainda ignorava que Hicaru não tinha sido roubado pelo adorável menino de quatro anos, Hicaru que escolhera deixar Mika de lado para tornar o próprio filho adotivo instrumento de bestial prazer e posteriormente... Seu amante.

      Evidente que Kitsune não percebia essas verdades em sua totalidade, era uma realidade oculta.
        Tudo que cercava a família Tanigaki era talhado no mistério, entre segredos e supertições.
     Mika e Kitsune não trocavam mais olhares, nem injúrias e desafetos. Cada qual tentava se recompor de seu revés, se desafogar das lágrimas que Kitsune tentava enxugar compulsivamente com as costas da mão.
    Não suportou mais ficar naquela sala e se moveu atordoado, adentrando a cozinha, deixando Mika sozinha na sala.
      Inerte, envolta nas suas divagações mais sombrias.
     Percebendo que se queria levar Kanda consigo para a Capital, era sua forma de puní-lo por ser tão amado. Queria condená-lo a provar da sua solidão, queria tanto castigá-lo por consumir durante todos esse anos o amor que Mika considerava dela.
    Amor que agora não era de ninguém, amor que os vermes devoravam ávidos no sepulcro.

    Contudo, no início não era dessa forma.
    Em algum momento, anos atrás, guardava a lembrança de ter uma família feliz.
    Era antes de Kanda.
    Quando havia apenas Mika, Hicaru e Datenshi...
    Voltava em sua mente para as memórias do dia em que todo vilarejo de Hajiketa ficara chocado com em tomar conhecimento sobre a louca de Okami que tinha morrido afogada e deixado em completo abandono uma criança de quatro anos que tinha sido encontrada em situação precária, os tímpanos perfurados.
     Na noite daquele dia, depois de colocar Datenshi (então, com oito anos) para dormir, acabou descobrindo que ela e o marido pensavam o mesmo.
   Antes mesmo de conversarem, seus corações já haviam decidido acolher a criança desamparada.
     Mas, se Mika soubesse... Se pudesse adivinhar metade do que viria a acontecer, não teria remorso algum se desconsiderasse os anseios do coração.
         Remorso algum se em vez de escolher salvar, tivesse deixado aquela criança morrer.
          Era a primeira vez que concordava com os mais antigos daquele vilarejo.
          Sem sombra de dúvida, Kanda era a personificação da maldição.
     

6 comentários:

  1. Bom dia Mel
    Só vim mesmo dar um oizinho, porque vergonhosamente apenas acordei á pouco tempo -.-"
    Mika se arrependeu mesmo de acolher o Kanda? Devia pensar em algo de bom que ele trouxe á sua vida...
    Ao menos no seu intimo admite que a decisão de o levar para a cidade é apenas para o punir de ser o que recebe todo o amor
    Ainda ela não descobriu que o Datenshi também tem os mesmo sentimentos por ele....

    Anteontem ainda vi os dois episódios de junjou....paté que gostei.... mais espero por melhor *-*

    ResponderExcluir
  2. Bom dia! Por que vergonhosamente? rsrs... É muito tarde aí?
    À principío se arrependeu sim, mas isso porque ela não faz ideia da verdade.
    A Mika acha que o Kanda é que rouba todo amor para si, acho que a perspectiva dela vai mudar se vier a descobrir sobre os abusos que o Hicaru cometia.

    E eu ainda nem vi! Foram razoáveis pelo o que parece, né? :p

    ResponderExcluir
  3. Acordei era meio dia.... mas deitei-me á uma da manhã -.-"
    Acho que mudava mesmo, só que eu duvido que alguém vá contar, a menos que o Kitsune se descaia acho que mais ninguém abre a boca sobre o assunto

    Foram razoaveis... O Usagi andasse a esforçar para ter momentos romanticos

    ResponderExcluir
  4. Então, está perdoada por ter acordado meio dia! Foi deitar-se bem tarde ^^"
    Ah é... Ainda mais Datenshi que é um poço de segredos.
    Kitsune não teria muita credibilidade para contar um segredo dessa magnitude... Ele é praticamente um desconhecido para Mika e é muito hesitante.

    Ponto para Usagi! E que continue assim *-* Como sempre ele é um fofo nos momentos românticos com sua voz cava e suas frases de efeito que fazem o Misaki corar de alegria e ficar com os olhinhos marejados pelas lágrimas...

    ResponderExcluir
  5. Aqueles idiotas não sabem sair da pastelaria mais cedo, qualquer dia perco a paciencia e os expulso de lá para fora á vassourada -.-"
    Por isso mesmo que acho que esse segredo nunca vai ser desvendado, nem o Kanda vai contar semelhante acontecimento

    É não é.... e eu já ia falar demais.... melhor mesmo a Mel ver ^^"
    Bem Mel eu vou ter de sair ( tomei o pequeno almoço á meia hora e me obrigam a ir almoçar agora isso é castigo -.-")
    Beijinhos e até amanhã!

    ResponderExcluir
  6. E me pergunto o que ficam fazendo lá até quase uma da manhã... 0_0

    Verdade... O Kanda ainda menos, tem uma personalidade fechada por natureza.

    Cheguei perto não foi? Vou tentar assistir nesse fim de semana!
    É que há tanta vida para ser vivida, um dia de 30 horas seria perfeito! rsrs...
    Até amanhã, amigona!
    Beijão!


    ResponderExcluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...