30.9.15

Mel Caramelo e Chocolate Capítulo 72 por Mel Kiryu


Capítulo 72 A brincadeira favorita dos meninos

     Meados da tarde de vinte e oito de agosto

      Tinha uma bela de uma bagunça para arrumar em seu quarto, roupas e calçados ensacados, livros, inúmeros CD's e uma aparelhagem de som.
  Era uma sorte seu pai não ter demorado muito no Vilarejo, não era definitivamente chegado ao interior. O que seu pai curtia realmente era pegar uma estrada enquanto escutava jazz no carro e fumava seus cigarros com seu orgulho besta em pensar que seu filho estava envolvido com uma bela mulher mais velha, alguma deusa sensual.

    Kitsune fechou a porta do quarto deixando a bagunça para depois e encontrou sua avó cuidando da horta no quintal, usando um chapéu de abas largas para se proteger do sol da tarde.
__Nem bem chegou, já vai sair... Hein, neto avoado?__ Nagoro inqueriu, mexendo na terra com o auxílio de uma ferramente de jardim.
__Ah, Obaasan... É que quero estar com Kanda e Datenshi... Mas, prometo arrumar tudo mais tarde.
__Hum... Não quis apresentar seu namorado para Nobuhiro?__ Nagoro perguntou capciosa, num tom maliciosamente divertido.__ Eu adoraria ver a reação do tonto do meu filho!
__Melhor não...__ Kitsune replicou timidamente, não podendo achar a mesma graça.__ Já basta ter que lidar com os olhares das pessoas do vilarejo, Obaasan...
__Eu estava brincando, Kitsune.__ Nagoro disse mais séria, afofando um pedaço de terra, o chapéu cobria parte se rosto antigo.__ Se aqueles dois descobrem que está namorando outro garoto, de certo vão querer te carregar depressa para a Capital... É bem conveniente que seja discreto, deixe que seus pais pensem o que quiserem.
     Um pequeno silêncio se instalou e Kitsune se aproximou do portão observando o movimento de pessoas, naquele dia estava estranhamente mais agitado do que o costume.
__Obaasan... Por que as pessoas do vilarejo parecem estar tão animadas?__ Kitsune perguntou debruçado no portão.
__Isso?... Só pode ser por causa do Bunka sai.
__Bunka sai?...__ Kitsune mirou-se distraído na direção de sua avó que se colocava de pé.
__Acontece em Okami todos os anos no Templo Budista...__ Nagoro retrucou levando a mão às velhas ancas.__ É o festejo que marca o final das férias estudantis na região, é bastante popular entre os jovens da província.
__A senhora disse...__ Kitsune arregalou por um pequeno momento o olhar.__ Que acontece em Okami? Eu já passei perto desse Templo...
     "O Templo próximo ao bangalô do Hanae..."__ Seu pensamento sorriu secretamente.
__Quando vai ser?__ Kitsune tornou a indagar, abrindo um sorrisinho inevitável.
__Sempre acontece no dia trinta e um de agosto, é claro.__ Nagoro redarguiu indo para a sombra da varanda.
__A senhora bem podia ir comigo, Obaasan.__ Kitsune riu, subitamente animado... O rosto jovem corado pela expectativa, a brisa fazendo seu cabelo claro flutuar suavemente.
__Se não estivesse tão quente, eu lhe meteria um cascudo... Neto-cabeça-oca!__ Nagoro ralhou, mas dessa vez tinha um tom raso de brincadeira na sua voz não tão severa.__ O que uma velha como eu ia fazer lá? Ora essa! Você tem cada ideia, Kitsune...
      E seu neto deu os ombros, sorrindo em resposta ao seu comentário.
__Ittekimasu... Obaasan.__ Kitsune disse abrindo o portão para sair.
__Itterasshai.
    Foi o que Nagoro respondeu meio que para si, tirando o chapéu enquanto observava Kitsune sair.

                                               **********

         Quando bateu na porta, Datenshi largou os fones e o celular, junto com o livro que estava folheando dentro da rede estendida.
    Kanda estava na soleira da porta dos fundos fazendo bolhas de sabão, vendo-as flutuar sem rumo e placidamente até se romperem no jardim do quintal.                                                          
      Foi recebido num abraço entre os dois irmãos, um abraço quase sufocante naquele dia surpreendentemente quente de agosto.
   Seu corpo estava entre Datenshi e Kanda, a brisa que penetrava pela porta dos fundos aberta não surtia grande efeito.
__Datenshi...__ Kitsune riu, fitando o olhar selvagem de Datenshi.__ Assim não consigo respirar... Hoje está muito quente...  
__Se quer se refrescar...__ Datenshi sorriu traquinas, seu nariz encostado ao de Kitsune, ao passo que Kanda estava docilmente empoleirado em seu ombro.__ Posso tirar sua roupa.
    Era uma sugestão dita com a voz extremamente macia, não se sentia seduzido exatamente pela ideia, mas pela voz faceira de Datenshi, o olhar dele reluzindo convidativo emparelhado ao seu.
  Kitsune estava surpreso consigo mesmo por não se sentir tão tímido quando de costume, não hesitou em palavras, mas corou diante da expectativa de ter sua roupa tirada por Datenshi, no mesmo segunda que sentia Kanda afagando com os dedos o meio de suas costas.
    Datenshi chupou devagarinho os lábios de Kitsune emoldurado num pequeno sorriso, era um bom beijo que crescia enquanto a mão dele desabotoava a bermuda jeans, deixando aquela folga para seus dedos se encaixarem em concha, massageando o volume dentro da cueca de Kitsune.
    Já Kanda mordiscou sua nuca, lambeu-lhe a pele. Sua mão desceu numa carícia por suas costas e num instante os dedos dele subiram sua camisa pelo peitoral, deslizando-a por seus braços... Caindo com desleixo pelo chão.
      A bermuda jeans escorregou por suas pernas, por trás de seu ombro encontrou a boca de Kanda e se beijaram com a mão dele bolinando seu traseiro que se tornava nu, não tardou a sentir dois dos dedos de Kanda entrando entre suas nádegas.
    Era como o recheio delicioso de um sanduíche entre os dois irmãos...
    Suas mãos trêmulas também despiram Datenshi da regata que mesmo tendo seu corpo quente e lânguido no caminho, também puxou pelas cochas o short de Kanda junto com a boxer de algodão.
  Assim, entre carícias e mãos que se confundiam, não demorou para os seus corpos também se emaranharem no chão daquela sala.

8 comentários:

  1. Bom dia Mel
    Que chegada calorosa essa do Kisute! Só posso imaginar uma coisa entre esses três :p
    Mas ele ficou pensando mais no Hanae quando chegou duque em seus namorados isso não é justo -.-"

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Rima!
    Ah, com certeza... Como diz o título, é a brincadeira favorita deles ^^"
    É... O Kitsune está todo dividido entre o certo e o incerto e no momento, o incerto parece ser mais atraente pela possibilidades não exploradas.

    ResponderExcluir
  3. É a favorita e a melhor maneira de matar saudades
    Claro que muitas vezes o incerto e o proibido traz uma certa atracão mas não deve passar disse ele devia separar essas coisas ou vai trazer encrenca mesmo

    ResponderExcluir
  4. Eu acho que se o Kitsune for ao Bunka sai, vai depender muito de como o Hanae vai reagir... Afinal, o Kitsune tem um certo sentimento pelo Hanae, mas não faz a mais remota ideia se será correspondido.
    Isso que vai determinar o tamanho da encrenca.

    ResponderExcluir
  5. Eu acho que o Hanae deve ter ficado demasiado confuso com o que fez mas também não sei o que ele sente, mas se tiver que se por um travão no Kistune será o Hanae a colocar
    Pequena ou grande vai ter encrenca tá visto

    ResponderExcluir
  6. Desculpa sumir, Rima.
    Estava fazendo comida, adiantando as coisas.
    Isso é, só o Hanae para vetar as intenções do Kitsune... E outra coisa, também o Kitsune vai ter que convencer o Datenshi e o Kanda sobre ir ao Bunka sai.

    ResponderExcluir
  7. Não tem mal Mel ^^"
    Lenvando esses dois pode se tornar perigoso mas é mesmo o unico jeito de ele conseguir ir
    Nem quero imaginar o que vem a seguir
    Bem mel eu também vou ter de sair
    Esqueci que tenho a conta do telemóvel para pagar e o prazo tá a acabar entãi vou ver se a vou pagar agora ^^"
    Beijinhos e até amanhã

    ResponderExcluir
  8. Puxa, ainda bem que consegui te responder antes que você saísse, quando acontece de não conseguir te responder me sinto um bocado culpada.
    Bom, levando ou não o Kanda e o Datenshi ao Bunka sai... A coisa vai desandar, isso é certo.
    Vai lá, amigona!
    Um ótimo dia para você =^.^=

    ResponderExcluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...