1.10.15

Kimi o hajimeru Capitulo 21 por Rima-san


Capitulo 21
O Lobo veste a pele de carneiro

Havia algo que andava incomodando Tadashi no primeiro dia de Janeiro, a meio da manhã recebera um convite inusitado de Kazoumi para sair pois poderia ter agradáveis surpresas e podia levar junto Shuji.
O primeiro problemas punha-se em contar a Shuji, sabia que ele não aceitaria fácil, mas Tadashi tinha uma leve vontade de sair, até mesmo de sair da rotina.

_Oi…. Oi! Que raios Tadashi! Eu aqui falando para ti e tu dormindo acordado!_ Shuji resmungou insatisfeito com a falta de atenção de Tadashi.
_Ah…. Não… não tou dormindo acordado…_ Debruçou-se sobre a mesa da cozinha onde tinha colocado seu caderno de desenho e os vários lápis permaneciam espalhados sobre a superfície de madeira.
_Tu pensas que eu não te conheço?_ Shuji arrastou uma cadeira sentando-se ao seu lado._ Anda alguma minhoquinha nesse cérebro oco.
_Não tenho cérebro oco!_ Ergueu-se contrafeito, muito pelo contrário seu cérebro estava demasiado cheio._ Shuji…._ Seus olhos baixaram-se e seu semblante se tornou demasiado pensativo._ Tu não queres sair amanhã á noite?
_ Porquê? É alguma coisa especial?_ Shuji arrastou a cadeira se sentando ao lado dele.
_Não… mas Kazoumi…_Não teve tempo de continuar a falar Shuji logo o interrompeu.
_Kazoumi? O que esse marmanjo quer agora?_ Socou a mesa e os lápis rolaram sobre a superfície até alguns caírem no chão.
_Ele perguntou se não queríamos sair com ele, já que é o ultimo dia de férias…_ Tadashi deu a justificação mas na mente de Shuji não parecia muito credível.
_Sair com nós dois ou contigo?_ Sua pergunta era feito como gelo fino que podia arranhar a pele.
_Ele disse nós dois…. Não…. Tens que ficar bravo…. Ele não quer nada comigo, nem eu quero nada com ele, será que podes entender isso? Apoio seu cotovelo sobre a mesa mostrando assua frustração na desconfiança de Shuji.
_Eu só acredito por seres tu a dizer…._ Arrastou a cadeira pronto para se levantar._ Se queres ir vamos….
_Vamos mesmo?_ Seus olhos cintilaram ._ Não lhe interessava de facto a companhia de Kazoumi, quer dizer, só um pouco, isso seria apenas a desculpa para sair á noite com Shuji, irem a algum local divertido, onde pudessem quebrar a rotina.
_Foi isso que eu acabei de dizer._ Revirou os olhos levantando-se de definitivo._ Mas eu vou estar de olho naquele sacana!_ Tadashi esboçou um sorriso dando de ombros como se isso realmente não importasse.
                                                                        ***
             3 de Janeiro.
          Final daquela tarde.

         Estava começando a nevar, Tadashi tinha-se apressado a lavar a loiça na água quente que tinha aquecido no fogão, estava empolgado com sua saída noturna, longe de imaginar que sua pacifica vida com Shuji podia ser alterada por pequenas coisas.
Retirou o avental azul marinho que trajava e foi ao encontro de Shuji que ainda chegava um After Shave em seu rosto esbelto, estava cheiroso e lindo como sempre, deixando Tadashi ruborizado, fazendo-o procurar o casaco rapidamente e se encostou á porta esperando por Shuji, devia ser das primeiras vezes que ele era o ultimo a estar pronto.
         Tinha uma razão, não tinha interesse em sair com o desgraçado do Kazoumi, mas visto que o tinha que fazer queria estar bem apresentado perante o seu  inimigo, para que Tadashi não perdesse seus olhos em outra pessoa sem ser em Shuji.
       Encontraram Kazoumi a meio caminho, não trazia consigo mais ninguém, logo esboçou um sorriso atrevido a Tadashi que nem se apercebeu, já Shuji o fitava com uma verdadeira fera, e pelo caminho apenas os escutava falar, não se intrometia naquelas conversas banais, sobre escola,  sobre notas e sobre oque seguiriam no futuro, faculdade ou não.
        Só pararam numa discoteca nos arredores da cidade, conseguiram entradas fácies visto que eram maiores de idade e assim que se viram dentro do espaço noturno, onde o som parecia perfurar seus ouvidos, Kazoumi correu junto ao balcão chamou um moço que aparentemente o conhecia e pediu três bebidas, para aquecer-lhes a alma.
        Tadashi estava animado em descobrir mais sobre aquele ambiente, não se lembrava da ultima vez que fora a uma discoteca, não fazia do seu género aquele ambiente, mas logo foi puxado por Kazoumi para a pista, não pretendia dançar e procurava por Shuji enquanto Kazoumi lhe puxava o braço, perdendo ao poucos a visão de Shuji sentando ao balcão bebendo o resto da sua bebida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...