21.2.16

One Shot O Vizinho da Frente - segunda parte por Taky Matiny


O VIZINHO DA FRENTE
( segunda parte )

   Erie estava deitado , encolhido em sua cama olhando a luz do sol que entrava pela janela , através das frestas da persiana . O único som ouvido ali era sua respiração e o   dos ponteiros do relógio que ecoava pelo quarto . Lembrava-se das palavras de Luke : "venho aqui fumar  todos os dias pra poder vê-lo" . Porque ele se sentia tao triste , já que Luke dera mostras de querer algo mais com ele ? Por que fazia dois dias que não comia ou dormia direito e muito menos conseguia escrever ? Por que se sentia estranho quando se lembrava daquelas palavras cheias de ternura ? "Por muito tempo eu procurei alguem como você " muda de posição na cama , incomodado pela lembrança , e olha para o teto nesse momento Aya entra no quarto e se deita junto ao pai e fica ali quieta , ate o homem se incomodar e perguntar :



_ O que foi Aya ? _ A voz dele soa grave .

_ Bom , _ ela faz uma pausa na fala e se senta para poder olhar melhor o pai . _ Eu estava me perguntado quando você vai sair dessa toca  .

_ Aya _ Erie começa em voz baixa _ Eu realmente não sei o que você quiz dizer com isso , mas eu quero  ficar sozinho . Eu preciso pensar no que escrever em meu próximo livro .

_ Ok , se é só isso .

     A garota levanta da cama e sai do quarto se afastando pelo corredor .
   
     Alguns minutos depois a garota reaparece na porta do quarto .

_ Pai tem alguém na sala que quer falar com o senhor . _ diz ela

_ Eu já vou descer , pessa que espere alguns minutos. _ Responde o homem se levantando

_ Tudo bem _ a moça sai novamente do quarto fechando a porta atrás de si .

     Minutos depois Erie sai do quarto  se dirigido a sala la ele se depara com a única pessoa que relutava em ver , Luke .

_ O que você quer ? _ Pergunta Erie fingindo frieza e indiferença na voz .

_ Eu vim vê-lo . _ Luke fala , perdendo a pequena encenação do outro _ Faz três dias que não te vejo ...

     Nesse momento Aya entra na sala .

_ quer alguma coisa senhor Luke chá ou biscoitos quem sabe ...

_ Não quero nada , obrigado. _ o homem sorri _ Apenas vim apenas perguntar ao seu pai se ele pode me fazer companhia hoje a noite  . Eu ando um pouco solitário ultimamente .

     A garota olha o pai , que abaixa os olhos e diz :

_ Nao posso ir , não posso deixar a Aya sozinh ...

_ Vai pai ! _ A menina interrompi o homem que a olha de forma severa _ Vai ser bom para você ._ Ela continua sem se importar com o olhar _ Eu vou ficar na casa de uma amiga minha .

_ Tudo bem ! _ Erie desiste de se negar viu o sorriso nos rostos a sua frente e então acrescenta _ Mas vê se não acostuma .

_ Ok _ concordaram os dois em uníssono , e Luke completa _ Passo para te pegar  as 18 : 00 h .

_ Esperarei _ responde o escritor se esforçando pra não sorrir .

     O moreno se despede e vai embora assim que a porta se fecha Aya sorri e diz :

_ Que legal papai , vai sair com o senhor Luke !!!

_ Aya ! Eu não vou "sair" com ele !!_ diz Erie momentaneamente irritado _ E pare de me tratar como uma de suas amiguinhas ! Eu aida sou seu pai !

_ Desculpa , não esta mais aqui quem falou _ diz a garota ficando seria , mas assim que o pai sai da sala ela se permite sorrir pensando nas ações dele "será que e tão difícil assim ele admitir que esta apaixonado pelo vizinho ?" ela pensa e se joga no sofá .

   *  *  *               *  *  *                  *  *  *

     As 18 : 00 horas daquele dia Luke estava parado em frente a casa de Erie com seu esportivo preto . Tamborilava com os dedos , inquieto , no volante a espera do outro que em poucos minutos entrou no carro tomando a banco ao lado de Luke .

_ pra onde vamos ? _ Pergunta o loiro .

_ surpresa . _ Luke respondeu

      Erie se virou para a janela em silêncio enquanto Luke dirigia numa direção desconhecida para o passageiro silencioso . alguns minutos depois Luke estaciona ha poucos metros de um parque de diversões . Erie ao ter aquela visão não conteve o sorriso que a horas vinha segurando e olho o moreno como se pedisse uma explicação .

_ Sua filha me disse que você gosta de parques .Eu ia te levar para jantar mas isso foi uma ideia melhor .

_ Luke . _ chamou Erie muito baixo , mas alto  o suficiente pra ser ouvido pelo outro _ Não é como se isso fosse um encontro .

     Luke sorrio .

_ Também não é como se não fosse .

     Erie apenas seguiu Luke em silêncio ate a entrada do parque .

     Andaram por entre a pequena multidão  , comeram alguns doces e até brincaram nos brinquedos " que a idade de lhes permitia " . estavam andando aleatoriamente quando Luke parou derepente , tinha visto um gato grande  de pelúcia preto e branco com um laço vermelho no pescoço .

_ O que foi ? _ Erie pergunta ao vê-lo parar .

_ Nada , espera aqui um minuto . _ diz o moreno e se afasta por alguns minutos sob o olhar curioso de Erie , e volta logo em seguida com o gato nos braços .

_ Que bichinho fofo ._ Erie fala olhando o gato de pelúcia .

_ Que bom que gostou , ele para você . _ diz o outro estendendo o bicho de pelúcia .

_Obrigado _ responde pegando o gato pelas orelhas . _ mas eu não acho que deveria fazer esse tipo de coisa . nós podemos ir pra casa agora ?

_ Ainda não, ainda falta o seu favorito . _ Luke olha em direção a roda-gigante fazendo Erie arregalar os olhos e apertar o gato em seus braços .ao ver a reação do loiro  pergunta ._ Você não quer ir ?

_ Não , não é isso ! _ Erie sorri _ é só besteira minha , não se preocupe .

_ Ok ! _ Responde e sai arrastando o outro até a roda-gigante , e em poucos minutos estão os dois sentados olhando a cidade iluminada do alto .
   
     Erie olha algum luga no céu escuro enquanto que Luke só quer saber o que ele pensa de tudo aquilo . Luke só queria dizer a ele naquela mesma noite que o amava e ouvir o mesmo dos lábios de Erie se surpreendeu quando este se virou pra ele e perguntou :

_ Luke , você amava sua esposa ?

_ É claro ! _ responde ._ Porque a pergunta ?

     O outro não responde , apenas permaneceu em silêncio meditando nas palavras do homem ao seu lado .
_ Qual era o nome dela ? _ pergunta o loiro novamente sem olhar o rosto de Luke .

_ Kara . _ fala olhando a expressão distante de Erie .

_ Você ... _ Erie se vira e olha nos olhos negros do outro _ Você seria capaz de amar outra pessoa como amou a Kara ?

_ Na verdade Erie , já tem uma pessoa que eu amo , não como a Kara , mas mais do que ela ._ diz .

     Erie desvia os olhos para a cidade iluminada e abre um pequeno sorriso forçado .

_ Claro .

     Nesse momento o brinquedo para e os dois homens saem andando em direção a saída . Entram no carro Erie fica novamente olhando pela janela enquanto que Luke dirige .

_ Erie , você quer ver um filme ? _ pergunta tentando acabar com o silêncio .

_ Detesto cinema . _ responde .

_ Podemos assistir na minha casa .

_ Pode ser _ diz em tom neutro .

     Luke sorrio . Minutos depois estava entrando na garagem de casa com o carro . Saíram do carro se dirigido a entrada da casa , Luke entrou na frente ligando o interruptor e Erie entrou atrás , estavam na cozinha mas toda a casa estava quieto .

_ Suas filhas estão dormindo ? _ pergunta o loiro um tanto apreensivo .

_ Não na verdade minhas filhas estão na casa da avó materna . _ Erie não disse nada _ escuta , faz pipoca  enquanto eu arrumo a sala pra gente assistir .

_ Ok .

_ Tem milho para pipoca de microondas no armário _ o moreno aponta o armário de cima e sai da cozinha .

     Minutos depois Erie aparece na sala com a pipoca , vê travesseiros e cobertores no sofá e Luke sentado na frente de uma pilha de filmes . Este olha pra trás e pergunta :

_ Você quer escolher ?

     Erie coloca a travessa de pipoca na mesa de centro , se aproxima de Luke e se senta ao seu lado no tapete , pega uma das capas a frente .

_ Que tal esse ? _ele ergue a capa _ inteligência artificial .

_ E pode ser . _ pegou o filme e colocou para rodar .

     Os dois se sentaram lado a lado no sofá , mas só Erie assistia o filme fingindo que o outro não estava ali .

_ Erie ._ chamou  ele de repente _ você perguntou sobre minha esposa , mas e a sua ?

     Erie deixou o filme de lado e olhou para Luke .

_ Eu nunca fui casado . _ responde .

_ E quem é a mãe da sua filha ?

     Erie arregalou os olhos com o susto não gostava de falar sobre esse assunto . Abaixou os olhos .

_ A Aya é adotada ! _ olha o monitor onde o filme ainda rodava  numa tentativa de não chorar _ Ela foi criada num orfanato , e eu adotei ela quando ela tinha 7 anos .

_ Muito bonita sua atitude !

_ Não tão bonita assim , foi por puro egoísmo ! _ Erie não conseguiu conter as lágrimas ante aquela lembrança _ Eu adotei a Aya porque eu me sentia só .

_ Ainda assim é bonito ...

_ Não , Não é ! É desprezível ! _ afirmou deixando as lágrimas descerem nada machucava mais aquele homem que aquelas lembranças _ Fiz porque queria alguém que me amasse , que eu amasse ! Mas ainda hoje sinto que ninguém nunca vai me amar .

     O escritor sentiu as mãos  frias do outro em seu rosto e ergueu os olhos  surpreso  e encontra os olhos negros de Luke escondidos atrás dos óculos .

_ Erie , se lembra no parque eu disse que amo alguém que amo mais que a amei minha esposa ? _ o outro fez que sim _ Esse alguém e você  . _ Seus lábios se aproximaram e se tocaram , num selinho inocente . _ Eu te amo Erie .

     Seus lábios se uniram mais uma vez , Luke pediu passagem com sua língua  Erie a concedeu . Luke passou o braço pela cintura dele aproximando seus corpos , e foi se inclinando sobre Erie fazendo o mesmo se deitar no sofá , separaram os lábios por um instante para respirar Luke aproveitando o momento  tira os óculos e os coloca na mesa de centro , logo se inicia um novo beijo . uma das mãos de Luke desliza debaixo da camisa em contato com a pele de Erie fazendo o loiro se arrepiar . rapidamente o moreno se livra da camisa deixando seu peito forte  a mostra ,  separa o beijo e lambe lascivamente o pescoço de seu amado Erie que deixou escapar um pequeno gemido .

_ Luke _ Falou baixo _ Eu nunca ...

     Foi interrompido pela voz de Luke sussurrando em seu ouvido :

_ Tudo bem , também é a minha primeira vez com outro homem .

     Erie sorrio e fechou os olhos se deleitando com os toques do outro sentiu os lábios dele percorrer cada centímetro de sua pele e suas mãos tirando sua causa juntamente com a box o deixando apenas com a camisa aberta , suas mãos deslizando lentamente em suas coxas e nádegas queria que Luke o tocasse cada vez mais .
     Luke desceu os lábios até o peito do parceiro e ali passou a chupar e lamber seus mamilos arrancando gemidos do loiro abaixo de si . ergueu um pouco a cabeça e colocou a mão na boca lambendo os dedos até que ficaram molhados de saliva , levou os dedos até a entrada do loiro passando seus dedos no contorno dela numa leve carícia , Luke olhou o rosto corado de Erie e o beijou ao mesmo tempo em que introduziu um dedo , recebeu um gemido de dor de Erie . Mas ele não se importou com a dor e fez um movimento contra a mão do moreno que passou a movimenta-lo de forma ritmada ao perceber que o outro  já havia se acostumado e a dor era menor introduziu o segundo , sem ouvir nenhuma manifestação de dor passou a fazer movimentos como uma tesoura para alargar a entrada , depois de alguns minutos fazendo isso Luke tirou os dedos . Olhou o rosto vermelho de Erie .

_ Você quer parar ? _ pergunta o moreno .mas o loiro faz que não queria mais de Luke não importava como . _ posso entrar em você agora ? _ pergunta num sussurro perto do ouvido de Erie .

_ Sim ... _ Ele responde . Luke ia coloca-lo de quatro , mas o outro o impede . _ eu quero olhar pra você , Luke .

_ Tudo bem _ diz o moreno e sorri docemente .

     Se acomoda entre as pernas de Erie separando-as e se encaixando na entrada do mesmo . começa a empurrar  o pênis que escorregou lentamente pra dentro do outro até estar totalmente dentro , viu a expressão de dor no rosto do outro .

_ Esta doendo . Vou tirar   _ diz  preocupado com o outro .

_ Não ! _ o loiro segura sua mão e o moreno o olha nos olhos _ Eu quero você , Luke . Você também me quer ?

_ Eu amo você , não quero te machucar _ Luke se debruça sobre Erie .

_ Você também me quer ? _ pergunta novamente .

_ Te quero mais que tudo .

     Os dois selaram mais um beijo apaixonado , nesse momento Erie se move contra o membro do parceiro , entendendo o recado Luke começa a estocar primeiro lento e depois com mais rapidez ouvindo Erie gemer .  Luke abaixa a mão ate o pênis ate então esquecido  de Erie e começa a masturba-lo , no mesmo ritmo das estocadas . Luke puxa Erie pra si fazendo o mesmo sentar sobre si ouvindo  os gemidos do mesmo pede também entre gemidos .

_ Erie  ... Ge ... Geme meu n-nome  .

       Erie atendeu o pedido e gemeu o nome de Luke ao pé do ouvido dele , gemeu sem pudor . Com o ritmo acelerado não demorou para que ambos chegassem ao ápice . Erie se  desfez na mão de Luke sujando os dois e Luka se derramou dentro de Erie . Se deitaram no sofá e Luke puxou Erie para mais perto de si , se é que era possível  , fazendo o mesmo deitar em seu peito .

_ Eu te amo . _ afirma o moreno

_ também te amo . _ o loiro diz sem perceber e adormece .

     Luke sorri ao ouvir a afirmação e ainda fica algum tempo acordado acariciando os cabelos do amado até adormecer .

   *  *  *                  *  *  *                  *  *   *

     Erie acorda com uma fresta de luz saída de uma janela em seu rosto . " desde quando pega sol na minha cama " pensa incomodado . Abre os olhos e se vê diante de um lindo claro e os cabelos escuros "droga ," pensa se lembrando da noite anterior que por um instante tinha esquecido "eu praticamente  me   declarei pra ele ontem !!" , sorri interiormente e completa "praticamente nada aquilo foi uma declaração de amor explicita " Erie estava distraído e não notou Luke acordado e nem quando o puxou para um pequeno beijo .

_ Bom dia . _ diz sorridente

_ Bom dia _ responde o loiro _ onde tem um banheiro aqui ? _ pergunta tentando sair do abraço .

_ Ei calma !!! _ diz Luke _  Erie você sabe que eu te amo . Erie  namora comigo ?

_ Quê ?_ O outro repetiu a pergunta _ Eu entendi , e eu não posso Luke .

_ por que ? Você não disse que me amava ?

_ Eu te amo Luke , mas ... E as nossas filhas . o que essa relação vai causa a elas ? O que que a sociedade vai pensar de nós ?

_ Eu não me importo com o que pensam , e minhas filhas sabem que eu te amo desde que passei a fumar debaixo daquela árvore ._ Luke puxou  o outro de volta para os seus braços _ Me aceita Erie .  eu te quero  e você me quer .

_ Tudo bem eu aceito seu pedido , mas você sabe que não vai ser fácil ._ Erie acaricia suavemente o rosto do outro .

_ Enquanto tiver você ao meu lado eu supero qualquer coisa . _ Luke sorrio .

_ Vou falar com a Aya hoje . _ diz afastado-se do corpo nú do outro _   Agora eu preciso de um banho .

     Luke sorrio . Os dois tomaram banho e Erie foi para casa  , passou pela porta da frente pensando que talvez a filha ainda não estivesse em casa mas ao entrar na sala se deparou com a garota  assistindo desenho animado .

_ Bom dia papai ._ cumprimentou ao vê-lo   entrar .

_ Bom dia filha , dormiu aqui ?

_ Não , dormi na casa daquela amiga que eu te falei . Eu acabei de chegar ._ a garota sorri e olha o pai que esta calado e pensativo _  Tem algo que queira me falar pai ?

     Erie se senta ao lado da filha no sofá segurando a mão da mesma " lá vem bomba !" ela pensa

_ Na verdade tem sim , sabe , ontem eu sai com o Luke . Nos fomos num parque de diversões e tivemos uma conversa la _ a garota olha o pai e percebe que ele estava enrolando e não chegaria a nenhum lugar naquele ritmo .

_ Pai vai direto ao ponto . _ diz Aya .

_Ok ._ Erie suspira _ Eu amo o Luke . Ele me pediu em namoro e eu aceitei .

_ Finalmente ! _ Aya praticamente grita  e se joga nos braços do pai em um abraço _ que bom pai , isso e muito bom mesmo !!!

_ espera o quê ? _ O homem fala confuso com toda a euforia da filha .

_ Eu já sabia que vocês se gostavam há muito tempo   . agora vou ter irmãs !!! _ a garota afirma sorridente e depois olha o pai . _ Ai pai quero ser dama de honra do seu casamento !!!!

_ Aya !!!_ O pai a repreendeu ainda sorrindo de toda a sua animação .

_ E sério pai . _ Aya olha os olhos do pai e toma as duas mãos dele nas  suas _ Quero que seja muito feliz ._ e ainda acrescenta sorrindo _ Não sem mim é claro .

_ Nunca sem você _ Erie responde e abraça a filha .

 

Um comentário:

  1. Não espera que terminasse de melhor forma que essa...
    Apesar que uma pessoa ainda fica imaginando como vai ser o resto do relacionamento entre esses dois *-*

    ResponderExcluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...