19.3.16

Boys Out Print >> Um pretenso novo conto da Mel

 

        De janeiro para cá, comecei a escrever um conto daqueles que são baseados em experiências pessoais minhas, não que minha vida seja uma emoção só. Mas, eu gosta de transformar situações da minha vida que me deixaram tristes em coisas boas.

       Um jeito de fazer isso é transformando essas situações em estórias, é colocando para fora aquele sentimento que ficou guardado e cansou de ser remoído e depois de alguns anos, ficaram só aquelas cicatrizes que somente a gente e mais ninguém percebe.

         Eu já fiz isso quando escrevi Faceless Angel. (Foi legal! Sensação de alma lavada, rsrs... Eu escrevo e supero um monte de coisinhas que antes me incomodavam. Comprovado que escrever é uma forma de terapia. \o)

  Mas, voltando ao conto, a introdução é pequena e é escrita em primeira pessoa.
 O restante dos capítulos está escrito em terceira pessoa.
 A primeira parte está pronta e devo começar a postar por estes dias.
 O conto é centrado em dois amigos, mas aos pouco vão surgindo outros personagens...

Uma prévia da introdução para vocês:

Aos nove anos escrevi minha primeira carta de amor.    Costumávamos caminhar juntos até escola todas as manhãs e um desses dias, no meio do caminho, enfiei a carta que havia escrito dentro de sua blusa de uniforme.    Os olhos do menino eram azuis e era o que eu mais gostava nele, ele tinha doze anos.    Sempre tive queda por homens mais velhos.    Como naquela época era muito jovem para saber o que era amor, sempre me apaixonava primeiro por partes do corpo.    Os olhos especialmente, ou o rosto, um cachinho de cabelo e conforme fui crescendo me apaixonava por mãos, coxas e até bumbuns.   Mas, foi através dos olhos que jamais cansei de me apaixonar.

 Depois farei a página de personagens, viu? ^^"

8 comentários:

  1. Parece muito interessante, eu acho que todo autor acaba colocando além da sua alma, um pouco das suas próprias experiências nas histórias, é isso justamente que dá a vericidade do sentimento passado pelo personagem.
    Bem, se é escrito por você, já sei que vai ser bom :) Irei aguardar para ler.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não sei se é muito interessante, Flavinha. Na verdade, toda vez que vou postar um novo conto me dá um frio na barriga, bate uma insegurança braba! Eu espero que seja ao menos agradável de ler e que proporcione o mínimo de envolvimento aos leitores... Fico feliz quando alguém diz que se identifica ou até mesmo que detesta o personagem :)

      Excluir
  2. Oi....
    Quando entrei no blog a primeira reação que tive foi "visual novo" tem mesmo o jeitinho florido que relembra a primavera que acabou de chegar...
    E quando a boys of print já não era sem tempo essa historia :p

    Mel eu lhe respondi ao e-mail :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, amigona. ^^"
      Eu queria mesmo que o blog acompanhasse a mudança de estação, mas não achei nada muito outono, então fiquei mesmo com a primavera :)
      É que eu terminei a primeira parte esses dias... Demorei, né? -.-"

      Eu vi já te mandei a resposta, viu?

      Excluir
    2. Ficou lindo assim
      E aqui é Primavera então combina bem com a estação ^^"
      Não demorou nada visto que tem outras histórias

      Excluir
    3. Obrigada, Rima!
      Sim, a sua estação favorita também aqui no blog.
      É... Esses dias está complicado conseguir escrever...

      Excluir
  3. Novo conto! Que maravilha ♥

    O visual novo do blog está lindinho, gnt ♥ Amei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assim espero, Golden :)

      Que bom... Ficou simples, mas tudo bem... Já que essa era a ideia. ^^"

      Excluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...