8.3.16

Love is strange 2 Capitulo 1 por Rima-san


Capitulo 1
O florescer de uma nova vida

          Era, Julho as aulas já tinham terminado e desde Janeiro que não via meu primo Hitaki, mas também foi a partir de Janeiro que minha vida familiar pareceu tornar outro rumo e meu pai decidiu abandonar-me.
           Depois de estar um tempo com meu primo em meu quarto ele recebeu um telefonema de um tal de Satomi e acabou por sair do quarto, ouvi-o discutir com a tia Hanabi e minhas desconfianças aumentaram, passei pela cozinha e levei um pacote de Tako Chips mas parecia que segurava mais meu coração nas mãos, Hitaki se desculpou ele realmente parecia magoado e então eu ganhei  coragem para falar sobre o divorcio dos meus pais e finalmente lhe perguntar quem era esse Satomi com quem ele tinha falado ao telemóvel.

_Se quer mesmo saber…. É meu namorado._ Ouvir isso me remeteu ao dia que ouvi meu pai dizer que namorava com outro homem, isso ainda me confundia tremendamente, mas controlei-me.
Então eu perguntei o que tinha especial namorar com uma pessoa do mesmo sexo, se eu descobrisse podia ser que entendesse um pouco os motivos do meu pai que sempre me ligava a perguntar quando eu queria passar um fim de semana com ele e eu nunca lhe respondi, apenas porque sabia que a realidade que me esperava era diferente de quando o via junto com minha mãe.
_O especial não é que a pessoa seja do mesmo sexo. Tetsuo-kun… o  especial é o sentimento por trás disso._ Meu primo o disse como se zelasse o que era mais importante, talvez mesmo o sentimento que gerava amar outro rapaz, falou-me um pouco de Satomi e dos planos que ambos tinham e eu acabai por lhe contar que meu pai também era gay, que estava com outro homem que eu nem sequer conhecia e que fazia tempo que não via meu pai, eu sei eu talvez seja uma arca frigorifica e meu coração deve estar congelado a ponto de ficar bem longe do meu pai.
            Hitaki foi quem me amoleceu um pouco, disse que para meu pai também devia passar muita confusão na mente dele e que deveria sentir a minha falta, eu sabia… ou ele não me ligaria todos os fins de semana, mas eu o negava, Hitaki fez-me lembrar do tempo que a gente brincava junto, meu pai era alegre e sempre entrava nas nossas brincadeiras, quando é que o deixou de ser? Quando é que as coisas deixarem de ser azuis e ganharam a tonalidade cinzenta? A culpa não tinha sido dele, mas eu o culpava incessantemente me perguntava se agora tudo podia ser azul como antes, ou se nós dois apenas íamos juntar nossas duas confusões mentais criando ainda mais, foi o momento que a minha mãe entrou no quarto ralhou-me por ficar comendo fora das refeições e me mandou ir lavar as mãos, sai primeiro que Hitaki que ficou sentando na cama, parecia distante, triste e que apenas se queria isolar do resto das pessoas, ao invés de lavar as mãos queria estar no lugar dele… queria ser um pouco o Hitaki assim podia entender o meu pai..

                                                    ******
              Hisashi tinha mudado um pouco era o que Nobuhiko tinha constatado observando-o da porta dos fundos da sua casa segurando um pano em sua mãos, Hisashi tinha o cabelo um pouco mais longo e era raro o momento que não andasse com um sorriso no rosto, o divorcio tinha sido difícil, tiveram de optar pelo litigioso e infelizmente não conseguira a guarda de Tetsuo apenas tinha ordem de estar com ele aos fins de semana mas o menino até  agora se tinha recusado a estar com Hisashi, essa era o que entristecia seu namorado e era a única mancha que restava limpar das feridas em seu coração.
_Hisashi o jantar está pronto!_ Avisou e Hisashi se levantou do meio das flores.
_Eu vou já! Só falta regar esse canteiro!_ Ergueu-se e puxou o chapéu de palha que lhe ia caído.
_Eu te ajudo._ Caminhou até junto dele e pegou  no regador vazio.
_Não era preciso…_ Sorriu-lhe e Nobuhiko afastou-se para encher o regador com água.
_Este ano o jardim está ainda mais lindo._ Hisashi o fitou sem entender, era final de tarde mas ainda assim os raios de sol estavam fortes._ Hisashi vamo-nos sentar um pouco ali._ convidou depois das poucas plantinhas estarem regadas.
_O jantar não vai arrefecer?_ Advertiu caminhando até ao alpendre e Nobuhiko se sentou no chão fazendo sinal a Hisashi para fazer o mesmo.
_Ele espera um pouco…_ Hisashi se sentou ao lado dele e podia ouvir os grilos a cantar.
_Tem alguma coisa que me queres dizer?_ Hisashi perguntou sentindo a mão de Nobuhiko cobrir a sua.
_Não precisas de ficar com essa cara de preocupado._ riu-se e continuou._ Eu estava a pensar em tirar-mos um fim de semana para viajar… só nós dois…
_Viajar para longe?_ Hisashi o interrompeu.
_Por mim até pode ser algum sitio perto, tanto faz… mas acho que merecemos uns dias só para nos dois, descansar também é preciso , que me dizes?_ Hisashi já demostrava sua resposta em seus olhos negros brilhantes.
_Eu ia gostar, seria como umas mini férias… mas tudo bem fechar a floricultura dois dias?_ Essa era a questão que o preocupava e se não desse?
_Não te preocupes com isso… vamos pensar no destino da nossa pequena estadia de dois dias?_ Nobuhiko se levantou aqueles olhos lilases apenas olhavam Hisashi e Hisashi todas as vezes que o contemplava entre as suas plantas o acha igual a uma fada.
Tudo parecia emanar magia no inicio daquele verão…

2 comentários:

  1. oi rima eu adorei o capitulo de love is strange 2 esperando o proximo capitulo. obrigada

    ResponderExcluir
  2. Dineia eu fico tão feliz com seus comentários ^^"
    Espero que continue gostando
    Visto que agora vai ter outro casal ^^"

    ResponderExcluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...