31.3.16

Mel Caramelo & Chocolate Rewrite Capítulo 100 por Mel Kiryu


Capítulo 100 Mão frias de outono, alma frígida de solidão

     Uma semana depois
    Últimos dias de outubro.

     Acordou antes do amanhecer.
    Deixou Datenshi dormindo no futon e no escurinho do quarto, achou sem muita dificuldade o celular dele no bolso de uma calça que usava para trabalhar.
   Sentia frio por ter saído de repente ter abandonado o futon quente, o corpo de Datenshi.
   Ligou o aparelho sentado ali na encolha e a luz do visor bateu em seu rosto.
   Kanda tremia, tentando conter sua respiração e encarava o celular com sensações torturantes em seu espírito.

    Olhou de relance para a mesa onde costuma ocupar para escrever e fazer as tarefas de escola, mas não era a mesa que lhe interessava.
   A flauta que Kitsune havia lhe dado, ou pelo menos deixado com Kanda no dia em que a relação entre eles terminara estava guardada numa gaveta desde aquela ocasião.
   E por mais que sentisse vontade de tocar o instrumento, Kanda dizia para si mesmo que isso seria uma derrota.
   Admitir da pior forma possível que estava desesperado de saudade.
   Toda sua frieza e desprezo voltados para Kitsune iriam por água abaixo se tocasse aquela flauta, porque se Kitsune o ouvisse tocando saberia de imediato que aquele era um chamado, o sinal que  Kanda estava considerando perdoá-lo.
    Olhou para o visor do celular e o relógio mudou de 4:45 para 4:46 da matina.
    E por mais que estivesse ao lado de Datenshi andava se sentindo tão sozinho, tentava a todo custo se ocupar com as tarefas da escola, se distrair jogando bola, capturava ainda os passarinhos na arapuca nos fundos da casa e os observava como um longo exercício para depois libertar cada um deles.
    Kanda não sabia mais o que pensar.
    Não sabia se Kitsune realmente se importava com sua dissimulada frieza.
    Tinha a sensação que era o único que se importava, que Kitsune estava tão bem sem sua companhia que a verdadeira tragédia não era ter sido traído por ele.
    Mas, sim nunca ter sido realmente amado.
    O frio aumentava e sua mão tremia apertando o celular, mais uma vez estava tão desolado que pensou em se trancar no banheiro para chorar, mas não deu tempo.
    As lágrimas escorreram e Kanda soltou um soluço seco e inevitável.
    Se encolheu no escuro do quarto e enquanto chorava levou um susto quando Datenshi sorrateiramente lhe resgatou do mundo de dor onde se afundava em silêncio e os irmãos se olharam como dois vultos no escuro.
   
      "Volte para a cama, Kanda... Está gelado."__ Datenshi moveu as mãos na penumbra e os lábios dizendo as palavras bem baixinho.

       Mas, Kanda somente meneou com a cabeça, engolindo a saliva grossa que quase o fazia engasgar com o próprio choro.

      "E o celular?... Quer mandar uma mensagem para Kitsune?"__ Datenshi tornou a gestualizar ávido, na ânsia de salvar Kanda de sua própria dor.

     Foi com imensa dificuldade que Kanda gesticulou em resposta:
      "Eu quebrei o celular dele... Lembra?"

       "Não..."__ Datenshi logo se apressou em corrigir os fatos.__ "Eu dei um jeito de consertar... Devolvi o celular para Kitsune."

       Kanda paralisou
por um momento ainda apertando o celular de Datenshi na mão, mas apesar do tormento que sentia relutava veemente em digitar a menor palavra e enviá-la para o número de Kitsune.
     Não era mais por orgulho, por mera vingança infantil.
     Kanda tinha medo.
     Temia ser ignorado, temia descobrir que de fato nada significava.
      Se mandasse a mensagem e não recebesse resposta alguma?
      Por isso, também resistia em tocar a flauta.
      Se Kitsune não atendesse ao chamado de sua música, seria fato consumado que o havia perdido em definitivo.
     Soltou o celular no chão como se tivesse levado um choque, uma descarga elétrica atordoante e agarrou-se me Datenshi tremendo de frio e solidão.
     Tal como se todas as suas forças abandonassem seu corpo, deslizou pelo tronco de Datenshi escondendo o rosto na roupa dele, abafando o som de seu choro desolado como se pudesse ouvi-lo.
    Contudo, agarrando-se as roupas de Datenshi como se sucumbisse ao abismo.

    Abraçando Kanda do jeito mais carinhoso que sabia, somente então Datenshi se dava conta do quanto seu irmão caçula andava sofrendo em silêncio.
       A falta indivisível que lhe causava a ausência de Kitsune.

   

28 comentários:

  1. Olá Mel
    Fiquei tristinha pela Kanda, ele anda sofrendo muito em silencio, nem sei se o Datenshi pode ser de muita ajuda, ao menos pode-lhe dar abracinhos, se fosse eu certamente ia rejeitar rsrsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Datenshi vai tentar levar ao conhecimento do Kitsune as dores do Kanda... Mas, isso sim não sei se vai adiantar.

      Excluir
  2. Imagino que o Kitsune vá ficar dividido isso sim....
    Mel ainda tá brava comigo? *-*

    ResponderExcluir
  3. Há uma possibilidade, afinal só três meses se passaram.
    Ontem eu fui dormir bem brava contigo...u.u
    Hoje só estou um pouco ressentida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Três meses se tornam pequenos na vida amorosa -.-"
      Me desculpe
      Eu não minto mais (até para o ano rsrsrsrs)

      Excluir
    2. Ainda mais na vida amorosa e conturbada do Kitsune.

      Vou pensar no seu caso.
      Nem para próximo ano, por favor.
      Certa vez, quando eu tinha cerca de 12 anos, um garoto se confessou e disse que gostava de mim e eu fiquei toda feliz porque nunca nenhum garoto tinha me dito coisa parecida... Mas, depois ele riu na minha cara e disse que era 1° de abril.
      Você acha que depois disso eu tenho como achar graça desse tipo de brincadeira?

      Excluir
    3. Vida amorosa e mente contornada


      Desculpe não sabia de tal
      Isso foi uma brincadeira de muito mau gosto
      Qualquer um ia passar a odiar o dia um de abril

      Excluir
    4. E imaturidade para complicar um pouco mais... O que o Kitsune tem de sobra.

      Eu achei cruel... Anos se passaram e ainda ficou a cicatriz.
      Por isso que o 1° de abril é um dia como qualquer outro pra mim... É somente um outro dia para tentar ser feliz.

      Excluir
    5. Assim tudo complica vai precisar de mais de um ano para se resolver...

      É assim eu acho piada mas tudo com os seus limites né
      Agora também tem coisas que eu não gosto por estupidez de infância

      Excluir
    6. Talvez se resolva em menos tempo, mas não necessariamente por decisão do Kitsune.

      Não sei... Acho que mentira é uma coisa que sai facilmente de controle.
      Eu também... Confesso que carrego uns traumas estranhos por conta de alguns incidentes na infância.

      Excluir
    7. Ah pois..

      Quando o Kitsuné toma atitude ?

      Verdade... Mentira sai muito fácil do controle
      Ontem um menino colocou uma fotocópia na porta da pastelaria com uma suposta raspadinha com dinheiro criam de tantas historia a volta disso quem nem dá para acreditar...
      Acho que toda a gente carrega

      Excluir
    8. Quando o Kitsune toma atitude? Quando não deve... -.-"

      Sai sim, passa de um para o outro de um modo diferente e ninguém mais sabe o que é mentira ou verdade... A imaginação não é nossa aliada quando se trata de mentira.

      Carrega, eu acho... Mas, isso é atestado de vulnerabilidade.

      Excluir
    9. Shiii sempre fazendo asneira...
      Mas não reclamo dei conta que andei um ano suspirando por uma pessoa por falta de atitude

      Não é não e quem conta um conto acrescenta um ponto

      É verdade mas quem não tem imagino que seja uma pessoa bem fria

      Excluir
    10. Acho que talvez seja por isso que eu goste de explorar os traumas dos personagens, fiz muito em Deviant principalmente, mas remexia nos traumas porque queria que os personagens tentassem superar juntos.

      Excluir
    11. Eu já acho que não acho que faço muito isso... Eu gosto de transparecer maulis uma realidade feliz na qual eu gostava de estar.
      Claro com os seus dramas...

      Excluir
    12. Acaba que também estou fazendo um pouco isso na estória do anjo, com o Jang. Pois, não há muito que explorar do passado do Etzel e do Shou.

      É que em Deviant eu tive muito o que explorar no caso do Raiden que tinha sido criado pelo avô, também com o Seiji por ter sido criado sem mãe e com pai problemático e o Jin que perdeu o pai precocemente...

      Excluir
    13. Falando em deviant já tenho saudades... Tem sempre alguma coisa de problemático... Mas o auê eu acho que não esquece mesmo seu passado é o Raizen... Não estou a desvalorizar os outros

      O jang não começo muito mas ele não parece que confia em ninguém talvez por ter seus motivos

      Excluir
    14. Eu também tenho, mas não consegui me situar para voltar a escrever. (Mas, não desisti)
      O Raiden ainda é o que tem mais dificuldade de se resolver com o passado, ele amava demais o avô que faleceu e ele que teve que enterrar sozinho a bem dizer... E tem o suicídio da mãe dele, a frágil relação que ele mantém com o Ihara... O Raiden tem um lado muito decidido, mas sua firmeza fica seriamente comprometida quando os sentimentos dele tomam a frente.

      O Jang vai sim começar a confiar no Shou... Mas, gradualmente.

      Excluir
    15. E como eu em wild lover não tenho escrito mas não parei
      Eu não sei quando o raidrn vai superar ainda para mais acho que o seiji não ajuda muito. Mas mesmo para começar é começar a se dar plenamente bem com o pai
      Nasnquando ao sentimentos vão sempre abalar suas decisões já faz partendo ser dele oir os sentimentos emprimeiro

      Eu acho que ddeve ser assim confiança não é coisa de se dar de mao beijada

      Excluir
    16. É verdade! Ainda deve ter muito o que acontecer com o Hayato e o Akemi.
      Para o Raiden, acho que apenas o tempo pode ajuda-lo a resolver-se. O Seiji não ajuda tanto nesse sentido, porque o próprio Seiji é uma constante preocupação.
      Quando chegar na parte em que o Raiden e o Seiji forem pais, o Raiden vai experimentar algo que vai fortalecer esse lado inseguro que ele tem.

      Mas, o Shou tem o costume de confiar gratuitamente... É difícil mudar esse hábito.

      Excluir
    17. Pois tem... Apenas não tou conseguindo parece que ta tudo bagunçado
      Eu vou adorar quando eles tiverem um filho isso vai ajudar porque tem de transmitir confiança se eles não tiverem não conseguem passar isso

      Mas o shou é ingénuo de natureza ...

      Excluir
    18. Ah, sabe que com Deviant é um pouco assim também... Muita coisa para acontecer e eu com dificuldade de organizar tantos fatos.
      E o Raiden vai ser aquele paizão protetor (que na verdade, não é muito diferente de como ele é com o Seiji :P), vai ser muito legal escrever essas partes :)

      Totalmente... -.-"
      Mesmo depois de adquirir certa malícia, ainda vai ser fácil de ser enganado...

      Excluir
    19. Mas é mesmo isso e a falta de tempo não contribui mesmo sabe que tem dois que não escrevo -.-"
      Eu imagino que ele vai ser assim um pai assim qualquer quer ter só o seiji para ficar com ciumes XD

      Se ele adquiriu um pouco de malicia já é meio caminho andado

      Excluir
    20. Nem me fale... Eu me censuro muito por ter deixado Deviant no meio do caminho.
      Ah, o Seiji vai achar ruim dividir o Raiden com uma criança :p

      Com o Etzel e o Jang não tem como não adquirir malícia...

      Excluir
    21. Para o seiji sentir um bocadinho como quando saia com o jin e deixava o Raizen

      Rsrrsrs esses dois são o comulo o Shou ainda vai aprender o que não deve

      Excluir
    22. Mas, o irônico é que a criança também vai ser filha do Seiji e mesmo assim, o Seiji vai encarar como competição por atenção...

      São mesmo! Estou louca para desenvolver as partes que os três estão juntos.

      Excluir
    23. Isso vai ser engraçado mel
      Vai ver a própria filha como rival ;p
      O Raizen vai ter de ter muita paciência

      Eu também fico curiosa imaginod cenas engraçadas e outras bem quentes...

      Mel infelizmente vou ter de sair... Ate agora estava uma seca secá então foi dando para falar mas agora ta ficando mais movimento posso acabar por deixar a Mel a falar sozinha
      Então melhor sair da NET já deu para falar um bocadinho e a tarde assim passou rápida
      Beijinhos e ate uma proxima

      Excluir
    24. Ainda bem que o Raiden é paciente... E tem amor suficiente para o namorado e a filha.

      É... Esse trio promete ^^"

      Ah, imaginei que estava no trabalho.
      Tudo bem.
      Até a próxima!

      Excluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...