22.4.16

Kind of Blues – Episódio 7 Parte 5 por Mel Kiryu


Kind of Blues – Episódio 7 O fio vermelho do destino desamarra sem querer
Parte 5 (por Hitaki Kiriya)

        Togashi ficou me esperando no carro.
        Voltei ao quarto do albergue, troquei de roupa apressado.
        Não, eu não estava pensando direito... Nem um pouco.
        Porém, eu estava tão cansado de ficar sozinho, sendo devorado por meus próprios pensamentos.
        Esqueci de pensar racionalmente, peguei minha mochila com o material do curso e minha carteira com dinheiro e documentos e deixei aquele lugar. Tornei a trancar meu quarto repleto de desencantos sombrios e saí dali com Togashi, ocupando o banco do carona ao lado do assento do motorista.

    Somente quando o carro avançava dentro da noite é que lembrei que tinha esquecido meu celular.
    A única coisa que Togashi tinha me dito num sussurro depois de nos beijarmos feitos loucos debaixo do temporal foi "venha passar a noite comigo".
    Fiquei tão agradecido por ouvir sua voz, essa doce sugestão que concordei num aceno de cabeça, acometido por um frio cortante na barriga.
    Olhei para Togashi enquanto ele dirigia, o cabelo loiro um pouco mais escuro ensopado de chuva, assim como sua roupa, sua pele agora devia estar fria e mesmo assim não poderia estar mais bonito.
   Por um momento ele desviou-se da estrada e me flagrou a observá-lo... Sorriu para mim.
__Adoro vê-lo tímido quando surpreendo seu olhar, Hitaki.
__Tsukemi te contou que eu estava na albergue?
__Não... Descobri sozinho.__ E ele tornava a encarar a noite chuvosa enquanto dirigia.__ Tenho profundos ciúmes ao pensar que Tsukemi tem passado mais tempo com você do que eu... E mais ciúmes ainda, porque Tsukemi não me contou.
__Eu pedi para não contar.__ Eu retruquei fitando a mochila em meu colo.
__Por quê? Tsukemi é tão fiel a quem gosta que isso às vezes me irrita.
__Não é evidente? Não consigo me controlar, nem pensar com clareza... Fui arrebatado por Togashi Yuki.
     Ele arqueou um sorriso macio.
__E que mal tem isso?
__Para onde estamos indo?__ Eu desviei a conversa, mais uma vez me sentindo nervoso.
__Meu apartamento... Nosso apartamento, se não se importar.
__Ei, Yuki... Você não brigou com Tsukemi... Ou brigou?
__Não foi uma briga, apenas disse que não o quero por perto enquanto estiver com você.
       Não adiantava Togashi dizer que não tinham brigado, seu semblante inflexível refletia uma realidade contrária.
    Resolvi ficar quieto, sentia-me culpado por criar contenda entre tio e sobrinho. Sem mencionar que eu estava ciente do quanto Tsukemi gostava de Yuki.
    Suspirei vago pondo-me a observar a chuva bater contra os vidros da janela do Mazda.

                                                           ********
            Era de se supor que um homem que gostasse de um carro caro edição limitada, também morasse num apartamento que devia dar três vezes o tamanho da minha casa inteira.
     Ao passar pela entrada ouvi o som aconchegante de um furin, quase não se ouvia o barulho da chuva do interior da grande sala separada por uma cozinha americana.
__Eu preciso de um banho... Quer vir comigo?
    Togashi perguntou a estalar um beijo na minha orelha, aquilo me causou um arrepio desconcertante e sorri sem jeito.
__Eu já tomei quando cheguei do curso... Fique a vontade.
     Mesmo com minha recusa desajeitada, acabei ficando dentro do quarto de banho junto com ele. Ficamos conversando ao passo que Togashi estava imerso num ofurô, o odor suave de sais de banho preenchia o lugar.
__Não é solitário morar num apartamento tão espaçoso?__ Perguntei apoiado de leve na lateral do ôfuro, eu tinha minhas mãos entre suas madeixas loiras envoltas em espuma.
__Não era... Até eu me apaixonar por você, Hitaki.
__Mas... Tendo Tsukemi como companhia... Não é menos solitário?
__Quando meu irmão volta de viagem, Tsukemi volta a morar por um tempo com os pais... O que é o correto, já que certamente eu não sou o melhor exemplo para ele.
__É engraçado você dizer isso... Considerando que Tsukemi e eu temos praticamente a mesma idade.
__Hum... Mas, eu não tenho que ser um exemplo para você, já que sou seu amante.
    Foi uma observação feita em tom divertido e carinhoso, eu podia sentir em sua voz e em seus modos como Togashi estava feliz em me ter ali em seu banheiro, com as mãos em seu cabelo.
   Quanto a mim... Eu não sabia se era seguro ou correto me sentir feliz.
__E aquele dormitório do albergue?__ Dessa vez foi ele que inqueriu.__ Também não é solitário?
    Togashi levantou a cabeça e me fitou com aquele meio sorriso arqueado nos lábios tentadores.
__Pensando bem...__ Eu repliquei quase encostando meus lábios em sua testa coberta de gotinhas.__ Não existem lugares solitários, mas pessoas que carregam solidão dentro de si.
    Meu nariz roçou sutilmente no dele, beijei sua testa.
    Ele apenas me olhou, de repente deslizou inteiro para dentro d'água, ficou totalmente coberto e emergiu. Seu cabelo caía totalmente escorrido até parte de sua nuca, nas laterais de seu rosto sem qualquer vestígio de espuma.
    Então, ele me pediu para estender-lhe a toalha.
    Entreguei na mão dele e me virei, dei-lhe as costas.
    Ouvi o som da água do ôfuro se agitando por um momento.
__Hitaki... Quanta solidão tem carregado dentro de si?
__Tem muita coisa dentro de mim...__ Retruquei ainda de costas para Togashi que devia estar se enxugando.__ Frustração... Saudade... Um pouco de nostalgia... Confusão e raiva... E por que não? Solidão também... Um monte dela.
    Estremeci por dentro e o resultado desse abalo interno é que virei inquieto na direção dele.
    Togashi estava bem pertinho de mim, apenas trajando um roupão aberto.
     Aquele corpo maduro e bem definido era uma bonita visão, se era...
     E seu indicador deslizou através do contorno de meu rosto enquanto trocávamos olhares.
__Hitaki... Você me disse que queria reconquistar Satomi, por isso eu me afastei de você.
__Eu falhei com Satomi...__ Confessei absolutamente desiludido.__ Não cheguei nem perto disso.
     Não, não era hora de sofrer por Satomi.
    Todavia, eu não tinha controle sobre isso.
     Há dias eu vinha remoendo a falta que eu sentia dele, meu desejo incontrolável de ao menos ouvir sua voz me contando sobre o céu da nossa vizinhança. Era meu jeito de sentir Satomi mais perto, tangível... Demarcando o caminho de volta até ele.
    Ultimamente eu apenas sentia que estava me perdendo dele e meu medo era me perder de Satomi em definitivo.
       Nessa noite em questão, decidi seguir o conselho de Shinatsu:

       "Não faz mal se você der uma chance ao seu coração e descobrir o amor em outra pessoa."

67 comentários:

  1. Olá Mel
    Tudo bem?
    Eu li ontem seu capitulo, mas depois não deu para comentar...
    Acho que deu para entender que o Hitaki quer manter uma distancia respeitavel, mas ainda acho que ela vai acabar bem depressinha

    ResponderExcluir
  2. Tudo bem, Rima! E contigo? ^^"
    Não tem problema, ontem também fiquei ocupada, talvez nem desse para te dar uma resposta.
    A razão do Hitaki querer uma distância respeitável, se deve ao fato dele não conseguir se entregar integralmente ao Togashi... Ele considera egoísta suas próprias vontades.

    E eu lendo o seu... Achei sorte ter alguém para distrair o Yato, porque o Mamoru ficou completamente na defensiva assim que ele se aproximou do Kaoru!

    ResponderExcluir
  3. Também ^^"
    Eu entendo, ás vezes também me sinto egoista desse jeito, eu até pensei que ele achasse que estivesse traindo literalmente o Satomi ao estar com o Togashi...
    O que ele devia fazer mesmo era aproveitar! Não é sempre que se tem um Togashi Yuki ao seu dispor

    E olha que a distração do Yato vai render
    Ah ele se podesse arrastar as muralhas da china e coloca-las a separa-los dava-se por satisfeito

    ResponderExcluir
  4. Bom, ele não pode trair o Satomi, já que não estão namorando. Pode estar traindo apenas os próprios sentimentos...
    Pois sim! Ao inteiro dispor dele diga-se de passagem.

    Foi legal os detalhes que você descreveu no capítulos, as cores e detalhes das yukatas... Deu um toque especial.
    Mas, o Yato até agora não me pareceu uma ameaça tão grande assim...
    O Mamoru está preocupando-se com ele além da conta!

    ResponderExcluir
  5. Sim e isso é o suficiente para se sentir culpado uma eternidade
    Nossa eu também queria assim um T^T

    Ás vezes me sinto idiota escrevendo esses detalhes mais amiude, mas eu gosto o capitulo que lhe enviei ontem é a parte três de Memorias de uma maldição então podesse dizer que já não é tão colorido
    Até agora, eu tou com dó de escrever alguns capitulos para a frente -.-"
    Ele é muito protetor diga-se de passagem

    ResponderExcluir
  6. A não ser que o Hitaki consiga se resolver com o Satomi...

    Por que? Você por exemplo não gosta de ler quando outro escritor coloca detalhes?
    Vish, já vi que o mar de rosas e amor entre o Kaoru e o Mamoru vai ficar comprometido por causa dessa maldição...

    ResponderExcluir
  7. O que eu tenho minhas duvidas que isso vá acontecer depressa

    Eu gosto, mas eu fico pensando que talvez os leitores acham chato
    Essa maldição é o passado do Mamoru só isso mesmo ^^"

    ResponderExcluir
  8. Depressa seria milagre -.-"

    Hum... Eu em particular gosto de detalhes. ^^"
    O que me fez lembrar de te avisar que já vou no capítulo 10 do livro do PÁSSARO DE CORDA.
    Hum... Menos mal se não interfere no tempo presente da estória! \o

    ResponderExcluir
  9. rrssrrss acho que tudo o que envolve sentimentos leva o seu tempo
    Se for depressa demais alguma coisa pode ser esquecida


    Serio?
    Eu vou a meio do nove, a Mel avançou-me!
    Não não interfere, mas assim acho que dá para entender porque o Mamoru é tão protetor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe a demora estive fazendo qualquer coisa para o meu jantar já que o resto das pessoas vai comer coelho -.-"

      Excluir
  10. Algumas vezes, mais tempo que o esperado.

    É que aqui teve o feriado na semana e aproveitei para ler.
    Ah, esses capítulos são mais para conhecer melhor sobre o Mamoru!
    Imagino que você não goste de comer coelho, né?
    Já comi... Mas, não me apeteceu muito...

    ResponderExcluir
  11. Verdade -.-"

    Aqui tem feriado na segunda, mas trabalho na mesma...
    Ontem adiantei um bocado a leitura porque pus o Martim a ver um jogo de futsal na televisão e entretanto fui lendo, e nao é que o Toru tem sonhos molhados igual ao Tsukuru

    Não gosto nem um pouco -.-"
    Bem á varias formas de o cozinhar, mas eu não gosto de nenhuma

    ResponderExcluir
  12. Sim, o Toru realmente me lembra o Tsukuru... Talvez uma versão casada do Tsukuru.
    Mas, até que não acho a esposa de todo mal depois que conheci a história dela junto com a família. Ainda sim, fico com o pé atrás.
    Aliás, tem mesmo algumas mulheres misteriosas cercando o Toru nesse livro.
    Tem horas que me pergunto mais sobre o gato... Onde será que foi parar?

    ResponderExcluir
  13. rsrsrsr realmente seja isso
    Eu também achei o mesmo ainda assim ficasse um pouco na duvida
    Pois tem a Malta a Creta e a a May que é a que gosto mais

    ResponderExcluir
  14. Se bem que ainda gosto de imaginar o Tsukuru com aquele amigo que morava com ele :P

    Às vezes acho que a esposa dele tem um caso... Pode ser somente impressão minha.

    Não gosto muito de nenhuma delas... Pronto, gosto do pássaro de Corda, ele é uma espécie de presságio no conto, toda vez que ele canta, algo diferente acontece no enredo.

    ResponderExcluir
  15. Pois também eu... temos que pedir ao autor para escrever um extra deles os dois :p

    É o que eu sinto! É que ela na maioria das vezes tem que ficar a trabalhar até tarde o que não acho normal

    Sim desse eu gosto e também achava graça aquele senhor que era vidente na altura que o Toru e a Kumiko se queriam casar

    ResponderExcluir
  16. Pois sim, eu adoraria ler.

    E tem horas que ele e a Kumiko agem como se fossem mais velhos amigos que moram juntos, do que um casal.
    Verdade que o vidente parecia ser um senhor muito fofo... E surdinho. ^^"

    ResponderExcluir
  17. Também eu é algo que vai ficar sempre a desejar.....

    Pois tem, com ela nem se vê grande intimidade por assim dizer
    Pois era, ainda espero que aquele assunto da água venha mais ao de cima
    E do Noburo o que achou do pouco que se sabe dele?

    ResponderExcluir
  18. Não vou dizer que vou escrever com toda certeza, porque tenho imensa dificuldade com personagens que não são meus.

    Não... Um meio que é meio confidente do outro, mas sexo mesmo... Acho que o Toru acha mais interessante imaginar com Creta, o fato de ela ter trabalhado como prostituta mexeu com a imaginação dele. (SE é que é verdade a história que ela contou, eu achei meio fantasiosa contudo)

    Sobre o Noburo... Eu acho que muito do que eles comentam é especulação.
    Ele não me parece nem bom, nem mau.
    Mas, com certeza é inteligente.

    ResponderExcluir
  19. Pois eu também não vou dizer que o faça -.-"

    É sexo mesmo não parece haver, dá a parecer que quando vão dormir é cada um para o seu lado, é bem capaz da história da Creta ter mexido com ele, e eu achei isso não parecia uma coisa real, do nada deixa de saber o que é a dor, misterioso....

    É eu acho que estão a fazer dele mais mauzinho duque o que é
    Ainda tou confiante que ele não violou a Creta

    ResponderExcluir
  20. Ainda mais sendo prostituta... Ficar assim alheio a dor... Não consigo acreditar no relato dela. Mas, o Toru até achou os trejeitos dela atraentes, quis ouvir toda estória como um ávido interesse.

    E o próprio Noburo mal apareceu!
    Nem se pode ter muita noção a respeito dele... Além do fato que a Creta já era prostituta quando o Noburo apareceu... Como se viola uma prostituta é um mistério para mim.

    ResponderExcluir
  21. Eu acho que ele a achou parecida com uma boneca não lhe escapava nenhum movimento dela e no final deve ter ficado com pena de não saber o resto

    Pois é eu queria que ele aparecesse
    Quando ela falou que era prostituta na epoca pensei logo isso e quando chegou á parte de falar sobre o assunto e ela desaparece mais duvidas me deixou
    Tudo acaba sendo sempre um mistério que de alguma forma envolve o gato não sei até que ponto

    ResponderExcluir
  22. Com pena? Você acha?
    Para mim, o Toru ficou fascinado momentaneamente.

    Ele deve aparecer... Não é possível que ele seja apenas mencionado!

    ResponderExcluir
  23. Imagina a mulher é ciumenta se descobrir fica outros três dias sem lhe falar :p

    Eu espero que sim *-*
    Porque fiquei deveras curiosa acerca dele

    ResponderExcluir
  24. Hum... Kumiko não me parece ciumenta... Ou sabe´se lá, não tem motivos para tanto, eu acho. O ciúme para mim, vem na proporção do gostar.

    Também espero!
    E que o gato apareça, porque parece mais uma metáfora.

    ResponderExcluir
  25. Não sei.... no fundo ela também é das personagens que pouco aparece, ainda que esposa do Toru

    Eu já tenho duvidas do gato aparecer, mas que no final se chega a alguma conclusão

    ResponderExcluir
  26. Acho que até que ela aparece bastante e fala-se também do passado dela... Engraçado que o Toru parece gostar dela, ou ao menos ter muitíssima consideração pelos seis anos que estão juntos.

    Os livros do Murakami são cheio de momentos que parecem sonhos e sensações, olha que se bobear Toru entrou em algum ciclo dessa espécie.

    ResponderExcluir
  27. E ele esforçou-se para levar aquele casamento para a frente mesmo sendo contra os pais dela e ainda ia almoçar com eles mesmo não gostando


    É verdade e de um momento para o outro faz-nos levar para uma realidade diferente da anterior

    ResponderExcluir
  28. Sim, durante um tempo foi Toru e Kumiko contra o mundo.

    E ele tem um outro livro chamado caçando carneiros que é muito assim!Mas isso acontece tanto... que se o leitor não tomar cuidado, se perde junto.

    ResponderExcluir
  29. Pois porque nem o Noburu os apoio mas a bem dizer também não foi do contra

    A Mel já me falou nesse, mas não conheço não
    Vou ter que procurar a cerca desse livro :p

    Bem Mel eu vou ter de sair
    Beijinhos e até amanhã
    (espero que dê para a gente conversar <3)

    ResponderExcluir
  30. O Noburo preferiu nem se meter.
    Talvez porque já se sentisse o suficiente pressionado pelos pais, ele como primogênito tinha muitas cobranças por parte dos pais.

    Quando der, dê uma lida... É um livro interessante, mas eu tenho que reler desde o início porque me perdi em algum lugar do enredo.

    Até amanhã, viu?
    Beijos <3
    (Também eu!)

    ResponderExcluir
  31. Tudo bem sim!
    Tô colocando a escrita em dia. ^^"
    Já terminei o cap. 11 do pássaro de corda (já leu este?)
    Agora tô no 12 e bem... Esse é meio monótono e longo.
    E contigo?

    ResponderExcluir
  32. Eu ainda nem escrevi hoje -.-"
    Mel tem que ir sempre na frente falta-me duas páginas para terminar o dez ^^"
    Sério o dez até está sendo interessante eu acho
    Tudo tou desenhando, estive lendo antes e a assistir a Shouwa genroku

    ResponderExcluir
  33. Mas, tá desenhando, o que é ótimo.
    Por isso que perguntei, pois quero comentar o 11 contigo.
    O 10 foi mesmo interessante.
    Eu tenho que retomar Shouwa genroku rakugo Shinjuu... É que nestes dias fiquei muita na fissura de escrever! Porque eu escrevi mais de 70 capítulos da estória do anjo e agora me apeteceu escrever um bocado de Slice of Life... Tive um lampejo de ideia... E pronto, desenvolvi um pequeno conto que já vai no capítulo 10.

    ResponderExcluir
  34. Sim já comecei esse desenho á imenso tempo....
    Nossa mas isso é que é ser fissurada mesmo, imagino que a história esteja num otimo ponto
    Até que gostei desse anime, bem tradicional e simples
    Mel parece que anda com bastante energia

    ResponderExcluir
  35. Então, deve ser um desenho trabalhoso, não?
    Está, eu acho... Tá gostoso e interessante de escrever.

    Já terminou os treze episódios?
    Achou o Yakumo um bocadinho parecido consigo?
    Tô, né? É bom fazer o que se gosta!

    ResponderExcluir
  36. Mais ou menos, mas eu também meio que o abandonei...
    Isso é otimo.... eu me sinto meia estagnada....em tudo

    Sim já ainda gostava de saber o que vai acontecer com o Yotaro e a Konatsu
    Só um bocadinho.... mas ás vezes o acho um pouco frio
    Se é esse é o espírito!

    ResponderExcluir
  37. Mas teve algumas semanas que você andou mais produtiva do que eu, eu que estava meio estagnada antes... Você me enviava um monte de capítulos prontos e eu sem terminar nada... São fases, eu acho.

    Ah... Ainda não vi tudo, mas algo me diz que a Konatsu e o Yotaro vão ficar juntos :) Ainda mais que o Yotaro lembra muito o pai dela...
    Ah, mas eu gosto do Yakumo... Acho que a frieza dele em parte tem a ver com o seu jeito de proteger a si mesmo, não está relacionado com ser ruim.
    Eu li no tumblr que esse anime vai ter segunda temporada.
    Hum... Ah, é! Viu algum personagem que tenha achado remotamente parecido comigo?

    ResponderExcluir
  38. Tem razão deve ser fazes e as nossas devem alternar uma com a outra :p

    Ficam mais ou menos, melhor mesmo a Mel ver
    Lembra sim até no nariz ^^"
    Eu também acho porque no fundo ele no seu jeitinho tenta ajudar quem gosta, quando disse que nos achava parecidos nos primeiros episodios eu ficava pensando " será que é de ele ser manco?" Porque ele no inicio mancava muito não é que eu seja manca mas tenho uma perna mais curta não é que se note muito....
    É bom que tenha porque o final ficou bem em aberto
    Descuulpe,Mel só se fosse a Konatsu, decitida e tal, mas não a acho meiga como a Mel, esse lado é mais o Matsuda não achei nenhum personagem que se englobasse totalmente em si

    ResponderExcluir
  39. Ah, é bom que a gente se alterne, quando vejo você tão produtiva, fico me forçando a dar mais duro! (ganbatte kudasai!!)

    Mais ou menos? Como se fica mais ou menos com uma pessoa? :P Bem, vou assitir para entender.
    E o jeitinho também, o Yotaro é mais bobo, evidente.

    Não, não foi por causa do fato de mancar que me fez lembrar de você... Foi a personalidade dele, um tanto fechada e dedicada em melhorar, tendo seu amadurecimento e se tornando seguro dentro de seu tempo...

    Não tem problema, Rima... Também não vi ninguém realmente parecido comigo. A Konatsu é muito mais orgulhosa do eu, acho que dado as circunstâncias, se a Konatsu tivesse meu tipo de personalidade, teria se dado melhor desde o início com o Yakumo.

    ResponderExcluir
  40. rsrsrsrs eu também eu andava bastante entusiasmanda com love is strange queria chegar naquela parte que o Tetsuo fala com o Hitaki, mas sempre que entusiasmo com alguma coisa quando tou chegando perto pareco que perco as forças...

    Se entender né porque fiquei sem entender bem como eles ficam mesmo :p
    Yotaro foi um nome bem escolhido no final das contas
    Pois como a Mel ia saber disso né? Eu sei sou fechada também e um dia quero amadurecer como ele e eu gosto da gentileza dele

    Sim ela nunca aceitou muito bem os factos e toma certas atitudes ao menos a ultimo que é de quem não pensa

    ResponderExcluir
  41. Então, renove as forças e tudo melhora!
    Ainda não chegou na parte do Tetsuo e do Hitaki? Pense com calma...

    Mas, desde o início pensei que o Yotaro e a Konatsu fossem ter algum envolvimento. Eles são dão diferentes um do outro, que dão um casalzinho com sua graça.
    Foi sim... Yotaro é perfeito para ele.
    Acho que você já pode ter comentado comigo sobre ter uma perna mais curta que a outra... Mas, definitivamente não foi mesmo isso que me fez o Yakumo me lembrar você. ^^"
    Ah, é verdade... O Yakumo tem uma gentileza muito sutil, mas é adorável.

    Se a Konatsu aceitasse o Yakumo como mestre desde o início, ela seria uma grande intérprete de Raguko... E única a bem dizer, não se via mulheres sobre os palcos entretendo o público.

    ResponderExcluir
  42. É o que eu quero -.-"
    Não tou quase lá tou num capitulo em que o Tetsuo vai se encontrar pela primeira vez com o Masaki

    É mesmo, e ela logo desde o inicio o defendeu e o ajudou não tem como não ver esses dois envolvidos
    rsrsrsrs ainda vai me dizer o que acha mais parecido com ele... eu gosto quando ele conta historias com Shinigamis
    Sim chega a ser bem discreta

    Mas a verdade é que não sei se ele também a aceitaria, achei que esse trabalho fosse mais focado para homens

    ResponderExcluir
  43. Encontro com o Masaki? Hum....

    Ah, sim... O Yakumo tem uma tendência ao mórbido e o lascivo, o modo como ele interpreta o rakugo é bem fascinante.

    Eu acho que nunca ocorreu ao Yakumo ter a Konatsu como aprendiz, porque desde o início ela se mostrou relutante, temperamental e rebelde... O Yakumo não tolera esse desrespeito, isso é visível... Porque ao mesmo tempo, nota-se que ele tem sim algum afeto por ela... Afinal, ela é filha de uma das pessoas que ele mais gostava no mundo. (Não dá para shippar os dois? O Yakumo e o Sukeroku...)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E é verdade que o Rakugo era algo exclusivamente masculino, o teatro em si sempre foi, exceto no tocante as gueixas.
      Curioso o Yakumo ter vindo de uma casa de gueixas... Fiquei imaginando como era.

      Excluir
  44. Sim, mas uma coisa simplezinha, apenas para o Masaki aproximar-se mais dele

    Pois é eu gosto desse jeito que ele exibe, consegue mostrar faces bem diferentes


    Por isso que ele sempre diz para fazer o que ela quiser mas no fundo preocupa-se um tanto, no inicio não achei piado as duas pessoas que ele gostava fazer um filho, pareceu meio uma traição ( se dá e se o Yakumo tivesse de escolher para salvar algum dos dois salvaria o Sukeroku com toda a certeza, só com ele é que ele se mostrava inteiro)

    ResponderExcluir
  45. Mas, dessa coisa simples... Nasce uma mais complexa.

    Um verdadeiro ator e o trabalho dos dubladores nesse anime é incrível!

    Foi sim traição... (Mas, eu não gosto daquela mulherzinha, não fui com a cara dela, fiquei chamando ela de vadia no meu pensamento...)
    Eu só não consegui achar o mangá para ler... Li outros mangás yaoi da autora.

    ResponderExcluir
  46. Sim eu acho que é assim na maioria dos casos

    Sim é verdade porque mesmo eles avançando na idade a voz deles também parece que vai amadurecendo

    Nem eu....achei o amor dela pelo Yakumo meio que doentio
    Sinceramente não procurei
    Eu ainda tenho o link que me mandou para ler esses mangas!

    ResponderExcluir
  47. Verdade, basta um primeiro encontro para mudar toda a historia de uma pessoa.

    Amor? Tenho minhas dúvidas se era mesmo amor... Parecia mais um capricho.
    Eu procurei... Mas, não achei mesmo...
    Olha que o traço dessa mangaka é simples, quase bobo às vezes, mas bem cativante se formos avaliar o conjunto de todos os elementos da estória.

    ResponderExcluir
  48. Sim e a maneira como se age contribui em muito

    Parecia mesmo, ela olhava mais só para a beleza dele no fundo nem gostava duque ele fazia
    É o traço simples ás vezes parece que transmite mais sensações, eu tenho que ler esses!

    ResponderExcluir
  49. Essa mulherzinha é uma personagem que me irrita... Acho que gosto de todos os outros. Até mesmo dos secundários.
    E minhas partes favoritas são quando os dois são crianças, que o Yakumo começa seu flashback no segundo episódio.

    ResponderExcluir
  50. Quase todos os personagens tem uma simpatia adorável e uma boa educação
    Eu também gosto dessa parte quase chorei quando ele teve que sair da casa das gueishas foi como se ele fosse descartado

    ResponderExcluir
  51. Também quase chorei... Bateu aquela emoção no peito e aquela vontade de estar no lugar do Shin para lhe dar um abraço... E foi mesmo, né Rima? Ele gostava de dançar, mas depois que sua perna ficou ruim... A gente sabe que na okyia elas visam a possibilidade real de lucro, não tinha lugar para ele... Foi cruel de certo modo, mas não vejo que outro jeito teria.

    ResponderExcluir
  52. Foi mesmo... porque ele parecia gostar duque fazia ainda que criticassem ele ser rapaz
    Se visam nem que fosse apenas uma cicatriz talvez descartassem na mesma e ele se sentiu assim abandonado, mais duque uma vez

    ResponderExcluir
  53. Olha que o Yakumo dava uma bonita gueixa... E podia até enganar alguém menos observador. ^^"
    Eu acho que o abandono é sempre um bom tema para ser desenvolvido no enredo de uma estória... É algo que sempre deixa marcas.

    ResponderExcluir
  54. Verdade ele quando se disfarçou daquela vez ficou bem lindo.
    Sim, abandono, refeição tudo um pouco que leva ao sofrimento sempre se desenvolve bem

    Eu hoje comecei aquele anime Bungou stray dogs vi o primeiro episodio até esta fixe, o personagem principal também foi abandona, expulso do orfanato, mas as cenas em si levam um pouco á comedia

    ResponderExcluir
  55. Eu ainda não vi esta parte no anime... Mas, já vi os gifs no tumblr.
    Nessa estória mesmo que estou escrevendo sobre um rapaz que não tem pai, foi criado pela mãe solteira. Ele tenta se convencer a todo custo que está muito bem sem um pai, sem ter conhecido o seu... Mas, por causa disso, ele é bem amargo às vezes e ele é muito introspectivo... Muito sério para a idade que tem.

    Esse ainda está lançando, não é?
    A Lua falou que o Mamoru Miyamo dubla um dos personagens, mas ainda não vi.

    ResponderExcluir
  56. As pessoas que tem uma vida dificil sempre amadurecem mais cedo e imagino que por mais que seu personagem diga que esta bem sem o pai, queria um

    Sim acho que sim...
    Por isso que o coisinha (que ainda não decorei o nome) tem uma voz familiar

    ResponderExcluir
  57. De forma inconsciente é bem possível que sim... Já que ele acaba se apaixonando pelo namorado da mãe dele.

    Falando em dublador, ainda não parei para pesquisar quem são os dubladores de Rakugo Shinjuu... Se bem que não reconheci de cara nenhuma voz.

    ResponderExcluir
  58. Mas isso não vai dar confusão, eu acho que minha cabeça explodiria só de pensar em me apaixonar nem que fosse só pelo namorado de uma amiga minha, imagina da mãe!

    Eu também não conheci nenhum! Vou ver já isso

    ResponderExcluir
  59. Quem diria... O dublador do Yakumo é o mesmo do Tokishige Masaki do Hakuouki e o Kanata do anime do Luka Crosseria 0_o

    Ah, vai dar confusão mesmo... Você nem faz ideia.

    ResponderExcluir
  60. Realmente tem parecenças com o Kanata, mas não chegava lá de jeito nenhum!

    Acho que nem quero imaginar, mas ler quero ler :3
    Mel eu vou ter de sair
    Beijinhos e ate amanhã!

    ResponderExcluir
  61. Tão pouco eu!
    E você não vai acreditar... Mas, o dublador do Yotaro é o mesmo do namorado do Eiri Yuki do anime Gravitation. Nem imaginava também!

    Ok! Vou me esforçar para terminar.
    Até amanhã, minha amiga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. boa tarde, Mel vc poderia postar os capitulos de deviant tales o ato 74 do livro 2 la no capitulo 17 do livro 2. e o episodio 1 e as parte 4,5 e 6 de kind of blues.

      Excluir
    2. Do Kind of Blues já coloquei lá os links para você.
      Falta agora os de Deviant.
      Ontem fiquei sem net, por isso não deu para te responder.

      Excluir
    3. Pronto, também já coloquei lá os capítulos de Deviant.
      Boa leitura e mais uma vez peço sua opinião quando terminar de lê-los.

      Excluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...