7.5.16

Boys Out of Print Capítulo VII por Mel Kiryu


Capítulo VII

      Encontraria Gregory no sábado.
     Não tinha contato sobre ele para ninguém, nem para Lysander que tinha estranhado a animação renovada de Stephen na sexta-feira.
     Estava muito excitado com a ideia de enfim engatar o namoro com alguém do mesmo sexo  e que não abominasse seus beijos.
     Não que não pensasse em Lysander, embora bem que evitasse!

     Durante aquele sábado, andou tão inquieto com o reencontro que acabou arrumando toda a bagunça comum de seu quarto.
   Sentou-se na beira da cama admirando a limpeza que tinha feito, sentindo a brisa entrar pela janela, a cortinha que sua mãe tinha comprado esvoaçar com o tipo de doçura que somente um coração cheio de alegria infundada poderia perceber.
    Até que deixou-se cair de costas, alisou a colcha pensando em Gregory.
    Seus olhos dispersos, até que tocou seu celular debaixo do travesseiro.
    Deixou-se cair de novo assim que se apossou do telefone e viu que se tratava de uma mensagem de Lysander.

                                   Posso aparecer na sua casa, por favor?
                                   É importante.
                                   Lys.

        O que poderia ser importante?
        Não sabia, tinha medo de saber.
        Mas, ainda faltava umas horas até seu encontro com Gregory.
        Digitou a mensagem segurando o celular acima de seu corpo.

                                   Estou te esperando.
                                   Pode vir.
                                   Steph :)
              
               Lys chegou em sua casa cerca de quarenta minutos depois, quase no fim da tarde.
                   Não trouxe o violão e isso era de se estranhar, entrou no quarto como sempre com seu jeito calmo.
       Ausente de sorrisos.
       Era impossível não sentir falta do sorriso de Lys que deu uma olhada em volta...      
__Entrei no apartamento certo?
__Engraçadinho... Eu arrumo meu quarto, sabia? Entre um evento extraordinário ou outro.
__Que evento extraordinário?__ Lys perguntou tirando o casaco.
__Você mesmo disse que era importante vir aqui...__ Steph retrucou evasivo.__ E você não trouxe o violão...Que é praticamente uma extensão de seu corpo, isso que é extraordinário.
__Ah, sim...__ Lysander suspirou, após deixar seu casaco estendido na beira da cama de solteiro.__ Hoje não vim aqui por causa da música, queria te pedir um favor.
__Diga...__Stephen mordeu o próprio lábio de leve.
    Antes de responder, Lysander se aproximou da janela e olhou por ela sem na verdade olhar para nada, seu olhar estava tão distante e sua voz soou totalmente neutra, com o devido cuidado de não se poder entrever qualquer sentimento discernível.
__Tudo bem se eu dormir na sua casa hoje?
__Ah, bem... Aconteceu alguma coisa?
__Não estou me sentindo bem em minha casa.
__Já conversou... Com a Lauren sobre isso?
    Não contava que Lys olhasse diretamente em sua direção e esboçasse a intenção de sorriso nos lábios macios.
__Está tentando dizer não para mim, Steph?
     Tinha sido pego pelas palavras, pelo olhar suave e penetrante de Lysander.
__Não... Só é estranho pedir isso para mim, se tem a casa da sua namorada como refúgio.
    "E ainda mais sabendo o que eu sinto por você, Lys seu idiota..."__ Steph completou em pensamento.
__Eu sei... Ela morre de ciúmes da nossa amizade. Naquele dia em que estávamos nos degraus da igreja... Acabamos brigando no carro.
    Foi nessa sentença que a melancolia de Lysander vazou, nesta altura negou o olhar a Steph e tornou a olhar para o nada, embora tivesse toda uma paisagem se descortinando pela janela do quarto.
__Por que você não me contou sobre a briga, Lys?__ Steph se aproximou um pouco, em sua voz também vazava alguma consternação, uma culpa velada.
__Não fiquei a vontade depois que você começou a me evitar... Pensa que eu não percebi?
    Stephen se encostou ali perto da janela e cruzou seus braços frouxos sobre o peito, a cortina esvoaçando levemente entre eles.  
__Lys... Sabe bem o que eu sinto por você... Pensa que não dói em mim ver você indo embora abraçado com a Lauren? Eu... Eu só não quero ficar me machucando.
__Então... Devia ter dito "não" quando respondeu minha mensagem de uma hora atrás, seu masoquista!__ Lysander riu.
__Acho que foi por isso que te evitei, Lys... Não sei dizer não para você.
__Já que é assim... Vou tentar de novo: Posso passar a noite contigo?

    Tinha um nó duplo na garganta de Stephen.

   "E meu encontro com Gregory?... Eu não acredito que Lys perguntou se pode passar a noite comigo com esse tom de voz tão sedutor! Tenho vontade de arrancar meu coração estúpido do peito e jogá-lo fora pela janela... Porque eu sei que Lysander é hétero, não vai rolar nada entre nós dois... Esse cretino lindo só quer um lugar para passar a noite."__ O tamborilar de seu coração era tão estridente que mal conseguia ouvir com nitidez seus próprios pensamentos...


24 comentários:

  1. Oi Mel
    Sabe o que eu tou imaginando, que vai cancelar o encontro com o gregory para passar a noite com o Lys e no final não se vai passar nada e vai ficar desiludido

    ResponderExcluir
  2. Oi, Rima!
    Olha que do jeito que o Stephen é tolo pelo Lys... É bem capaz.
    Se vai ficar desiludido ou não, isso já outra estória. ^^"

    ResponderExcluir
  3. É que tem pessoas que mais parecem ficar doentes por amor, ai parece que ficam cegas com o resto que está á sua volta, me irrita isso
    humm.... vou ter de esperar para ler e saber não é mesmo Mel?

    ResponderExcluir
  4. Digamos que sim, é uma doença.
    Mas, o Lys é um bocado manipulador também.
    Hum... Não demora nada a descobrir.

    Ontem li seu capítulo... Essa viagem fará muito bem ao Hisashi, hum?
    Achei engraçada a reação da moça quando pediram um quarto de casal.

    ResponderExcluir
  5. Porque né consome todo o seu ser pior que um cancro
    Deu para perceber ele usou a melhor maneira para o convencer
    Eba! Que fixe :)

    Fez, foi muita ternura esses capitulos, ele deviam tirar mais vezes dias só para eles
    Ela ficou curiosa

    ResponderExcluir
  6. É uma ingenuidade cega... Um tanto destrutiva que o Stephen tem.
    Sim e usando um tom sedutor... O que foi desleal.

    E como deu para sentir a ternura. <3
    Preciso escrever una capítulos assim também...

    ResponderExcluir
  7. Eu também acho no fundo talvez ele esteja perdendo a oportunidade de ser feliz
    Pra no fundo talvez... não sei bem... só o usar, isso é coisa feia

    Eu gosto de escrever capitulos assim ,pena que não dá sempre
    Então escreva XD

    ResponderExcluir
  8. As chances de ser feliz seriam infinitamente maiores com o Gregory.
    Sei lá... É difícil até para mim ter certeza dos sentimento do Lis.

    Puxa, menina... Eu também!
    Mas, não tenho tido ensejo para encaixar situações assim.

    ResponderExcluir
  9. Pois seriam já deu para entender que ele é um menino amoroso e compreensivo, daria-se muito melhor que ele, pena que ele não pode escolher por quem se apaixonou

    Nem.... vou ver o que adianto nos proximos dias

    ResponderExcluir
  10. Mas, o pior que o Stephen sabe que não tem futuro com o Lys... A esperança que o Stephen sente chega a ser perversa.

    Você também não tem tido oportunidade para escrever capítulos amorosos assim?
    Em quase em todas as minhas estórias estou em momentos tensos. -.-"

    ResponderExcluir
  11. Melhor ele bater com a cabeça em algum lado para ver se esquece...

    Não o ultimo que enviei foi de tulipa vermelha não foi assim tão amoroso.... e agora tou num de kimi o ai em que o ikki tá naqueles dilemas que não sabe o que fazer
    se agora em quase todas está é momentos tensos depois em quase todas entrara em momentos amorosos *-*

    ResponderExcluir
  12. Oh, que boa ideia... 0_o

    Tem fases, né? Mesmo as estórias... Altos e baixos.
    Mas, esses dilemas do IKKI tem mesmo que se resolver!
    Só assim ele vai poder ficar tranquilo para viver o amor com o Ren.

    Rima, tem lido o pássaro de corda?

    ResponderExcluir
  13. Talvez exceda um pouco á violência

    Pois tem e espero começar a resolve-los muito em breve, ou o Ren os resolve por ele
    Só mesmo assim porque tomar a decisão de viver com ele foi facil, agora a de resolver as consequências disso é que não

    Tenho sim, ainda á pouco estava a ler, mas imagino que a Mel continue mais avançada que eu...
    Eu até queria comentar algumas coisas sobre o livro consigo, mas vou ter de deixar para amanhã... espero que não leve a Mal
    Agora tenho mesmo de sair Mel
    Beijinhos e até amanhã

    ResponderExcluir
  14. Não tem mal não, Rima.
    Hoje ainda não li, mas ontem estava a ler.
    Na verdade, tô na metade dele.
    Depois a gente conversa a respeito disso.

    Até amanhã, então!

    ResponderExcluir
  15. Oi, amigona.
    Tô no portão da escola pra pegar o luan.
    Estou com a net do celular. :)

    ResponderExcluir
  16. Oi, amigona.
    Tô no portão da escola pra pegar o luan.
    Estou com a net do celular. :)

    ResponderExcluir
  17. Ele sai a essa hora é?
    Aqui já são quase nove da noite....
    Eu vou-me habituando a usar a net no telemovel, mas sempre prefiro o pc

    ResponderExcluir
  18. Ele larga por volta das dez para as cinco, RIMA.
    Cheguei em cada agorinha mesmo.
    Não gosto muito na net do celular, é bem lenta.

    ResponderExcluir
  19. Não é muito tarde não...
    Pelo tempo que demorou nao parece que more muito longe da escola dele
    Quando comprei o telemovel disseram para fazer um cartão 4G que a net ficaria mais rapida e eu fiz e realmente é rapida nesse sentido não tenho queixa

    ResponderExcluir
  20. Mas, hoje a professora demorou a descer um pouco... (a sala dele é no segundo andar).
    Hum... Deve ficar a uns doze minutos de caminhada da minha casa.
    Para mandar e-mail ela é boa (a minha net no celular), mas para ler mangá por exemplo, aí já uma lerdeza sem tamanho.

    ResponderExcluir
  21. Devia estar passando trabalho de casa, meus professores sempre guardavam isso para a hora do toque....
    Eu gostava mais das salas do segunda andar porque a vista era mais bonita da janela
    Então não se pode dizer que é longe, é bom ser assim
    Tou entendo.... eu raramente uso a net para essas coisas

    ResponderExcluir
  22. O curioso é que não... Não trouxe dever de casa.
    No segundo grau eu também gostava de estudar no segundo andar, mas não por causa da vista da janela (considerando que eu estudava no turno da noite). Eu gostava de zanzar nos corredores para encontrar meus amigos... E também tinha um biblioteca legal no segundo andar.

    É pertinho. ^^"
    No meu caso, o celular vira um computador de mão, até o Evernote está instalado nele.
    Rima, eu vou ter que sair porque tenho que fazer o jantar e um pudim para amanhã. :)
    Obrigada pela conversa e boa noite, viu?
    Bom descanso para ti e um beijo doce.

    ResponderExcluir
  23. Olha que sorte a dele, aproveite que não é sempre!
    Isso porque a Mel era mais sociavel que eu... por isso preferia ficar a olhar mesmo pela janela :p
    Mas a biblioteca também era no segunda andar!

    Eu também tenho mas não uso muito sinceramente, isso de não ter teclas para mim continua a ser um problema -.-"
    Ok, guarde pudim para mim, Rima adora *-*
    Boa noite para si também
    Outro docinho para si :3

    ResponderExcluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...