25.5.16

Kimi o ai Hajimeru Capitulo 46 por Rima-san


Capitulo 46
A linha intangível entre o certo e o errado

Para Ikki estar em frente a um mudo de luzes e flash tornava-se assustador, nem o facto de ter Ren assistindo num canto ajudava, talvez até o fizesse ficar mais nervoso, Akira por sua vez estava era a aficar nervoso pois por esse andar aquela sessão fotográfica seria um fracasso.
_Pausa!_ Akira proferiu largando a sua própria máquina fotográfica e pegou uma garrafa de água para beber._ Ikki me desculpa mas não dá para descontrair um pouco?_ Tentou falar o mais suave e Ren também se aproximou.
_Desculpe, mas é que isso está se tornando desconfortável…_ Puxou a ponta da saia olhando os seus próprios pés enfiados dentro dos sapatinhos de verniz.
_Eu nem sei que te dizer…_ Suspirou pousando a garrafa da água.
_Pode-me dar um momento a sós com o Ikki?_ Ren perguntou educado e Akira cedeu algum tempo, pondo as esperanças naquele rapaz de cabelos loiros.

_Ikki queres alguma coisa para beber?_ Ren perguntou caminhando pelo corredor que dava acesso ao camarim.
_Não apenas quero fazer xixi.._  Disse baixinho.
_Então vai né?_ O menino ficou na mesma parado olhando para ele.
_Qual casa de banho eu uso?_ Agora era a vez de Ren ficar a olhar para ele sem saber que resposta dar e depois de um tempo sem resposta desatou a rir deixando Ikki ainda mais chateado.
_Acho que desse jeitinho só mesmo o feminino._ Ikki não disse nada caminhou a passo apressado até chegar junto da casa de banho._ Eu te espero sim._ Então Ikki deu um ar de riso e entrou, uma menina lavava as mãos, logo entrou na primeira porta  aberta e teve um trabalhão a descer a meia calça a saia e a cueca e enfim conseguiu urinar, devia ser os nervos que faziam parecer que tinha sempre sua bexiga cheia demais, ficou ali um tempo até sair lavar as mãos e quando ia para as limpar á saia lembrou que não devia fazer isso então pegou o papel secou as mãos e saiu, Ren o esperava encostado á parede com o seu sorriso meigo.
_Melhor?_ Desencostou-se e Ikki parou junto dele.
_Eu acho que não sirvo para isto.._ Ikki admitiu seguido de um logo suspiro.
_ Quem disse isso?_ Ren pousou as mãos nos ombros no menino._ Tenta apenas não ficar tão tenso, estão lindo… fazes inveja a qualquer modelo profissional, tem um pouco mais de confiança!
_Isso não é fácil_ baixou o olhar e sentiu Ren encostar o rosto ao seu.
_ Se te portares bem, quando sairmos compro daqueles chocolates que gostas e…_ Levou o cabelo atrás da orelha e sussurrou bem junto do ouvido de Ikki._ Logo á noite faremos amor… se não durante um mês não existe nada para ninguém._ Ikki ficou o encarando, aquilo era o tipo de conversa que se fazia a uma criança.
_Tu não conseguias aguentar tanto tempo, eu te conheço._ Segurou no braço dele._ Mesmo assim eu vou dar o meu melhor…
_Isso é que é falar!_ Ren deslizou os dedos naquele longo cabelo falso e inclinando-se um pouco trocou um beijinho com Ikki antes de voltarem ao estúdio, o ensaio retomaria.
Ikki pôs-se em posição segurando o baloiço que tinha flores que trepavam pela corda a cima, observou Ren se aproximar de Akira e cochichar alguma coisa com ele, bem se perguntava o que seria mas não tinha como saber, só que dessa vez Ren não voltou para o seu cantinho junto da porta para ficar assistindo.
Ficou bem do lado de Akira e levou os dedos ao cabelo, fazendo pose como se fosse ele que estivesse a ser fotografado, Ikki olhando a figura dele começou a rir-se e consequentemente descontraiu em frente ás camaras , imitava as poses que Ren fazia como se fosse uma brincadeira, Ren dizia por gestos o que ele tinha de fazer e Ikki apenas o fazia sem questionar porque tudo vinha de Ren.
Para Akira tinha sido um alivio Ren o ter ajudado e no final da sessão apenas lhe tinha a agradecer, dizendo-lhe que também seria um belo modelo mas numa revista masculina e mais madura, ao que Ren respondeu que ser modelo não era a sua onda.
Os dois saíram da revista já era final de tarde como prometido Ren comprou os chocolates e Ikki já no carro se atinha a abri-los.
_Nem penses só depois do jantar, ou depois não comes nada._ Ikki fez beiço segurando a caixa dos chocolates de leite, quando chegaram a  casa Kakru estava a terminar de fazer o jantar e entretido na cozinha nem percebeu Ikki entrar vestido de menina, logo foi trocar-se e quando chegou na cozinho os dois o esperavam, jantaram e trocaram algumas palavras.
Ikki depois foi para o quarto ainda tinha os chocolates á espera dele, sentado na cama enfim abriu a caixinha, no final de contas seu esforço era reconhecido.
_Alguém está atacando chocolates e nem sequer partilha._ Ikki estremeceu e olhou seu namorado bater a porta e ficar encostado nela.
_Eu partilho… vem cá…_ Bateu no colchão e Ren lhe sorriu sentando  junto dele _ Faz haaa…_ O menino pegou num pedacinho de chocolate e Ren ainda hesitou, mas lá abriu a boca e deixou Ikki levar o chocolate até sua boca, mastigou-o e deslizou seus dedos nos de Ikki.
_Ainda falta uma parte da promessa._ Engoliu o chocolate e se inclinou sobre ele.
_Qual mesmo?_ Mesmo Ikki fingindo que não sabia qual era deixou-se cair no colchão seus lábios se chocaram e o menino abraçou as costas de Ren, era assim que gostava de estar, junto a Ren, seu porto seguro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...