28.5.16

Love is strange 2 Capitulo 14 por Rima-san


Capitulo 14
As peripécias de um amor

A tarde se tinha a voar, para Hisashi até mesmo rápido demais, aquele beijo não lhe saia da cabeça na hora o tinha feito voar até ás nuvens mas depois tinha vindo o arrependimento colossal, tinha gravado a expressão daquelas meninas que tinham assistido á cena, pura e simplesmente a expressão de repulsa e isso não lhe saia da cabeça.

_O que vais querer para sobremesa?_ Nobuhiko perguntava pela segunda vez puxando pelos dedos de Hisashi.
_O que vais querer mesmo?_ Acordou do seu transe e Nobuhiko só não lhe puxou as bochechas por estar do outro lado da mesa.
_Crepe de chocolate, onde estavas mesmo com a cabeça?
_Em lado nenhum.._ Sorriu e mandou vir um crepe para ele.
_Hisashi esses dois dias é para a gente aproveitar, não quero que fiques pensando bobagens, aqui ninguém nos conhece, ninguém nos vai martirizar pelo que somos e se o fizessem qual o problema? O que importa é o que sentimos._ Nobuhiko argumentou pousando a mão delicadamente sobre a dele.
_Estou habituado a sermos discretos.
_Eu sei… e sei estares noutro planeta devesse ao beijo na praia, fica atento ainda te roubo mais alguns._ Riu e os crepes foram servidos, não é que Hisashi não se importasse dos beijos dele, porque adorava, só que ser observado era ainda constrangedor para ele.
No final do jantar caminharam até á pensão juntos, tinha um osen onde se podiam banhar e foi para lá que foram ainda que pequeno o espaço era maravilhoso mas como tinham comido á pouco apenas serviu para tirar o salitre da pele.
_Que coincidência!_ Hisashi estremeceu ao ouvir aquela voz feminina atrás de si, quando ia para subir as escadas.
_Mas agora andas a perseguir-nos ?_ Nobuhiko inquiriu irritado pousando a mão no corrimão.
_É preciso ficar bravo, nossa…. Eu tou aqui hospedada á quase uma semana._ Senri justificou-se deslizando a mão dela no corrimão, mas logo Nobuhiko retirou a sua mão.
_Hora tenho mais que os meus motivos._ Empurrou Hisashi passando por ela.
-Quais motivos? Nunca te faltei respeito muito menos te menti, já tu mentes com muita descaradeza._ Seguiu-os até porta de casa.
_Quando te menti?_ Nobuhiko virou-se para ela e Hisashi o segurou pelo braço.
_Dizendo que eras comprometido e beijando esse homem…_ Cruzou os braços como se jogasse um trunfo contra eles.
_Mas ele é comprometido!_ Hisashi se intrometeu mesmo que recuando.
_Viu? Ele é meu e não tou afim de arranjar uma cachorrinha que late demasiado._ A raparigo os olhou de lado ainda não parecendo muito crente.
_Não me acredito…_  Disse baixo ainda olhando os dois.
_ Hisashi…_ Nobuhiko disse baixinho._ Eu te avisei né?_ Segurou-lhe a face e estalou um selinho que deixou muito a desejar pela parte de Hisashi, ele o tinha avisado roubaria beijos  quando ele menos esperasse.
_Nós namorados, pode parecer estranho, mas eu o amo.._ Hisashi argumentou baixinho como se perdesse a coragem._ Então por favor deixa o meu namorado em paz, é a primeira vez que tiramos ferias juntos então queremos aproveitar.
_Ok entendi!_ A moça brava interrompeu Hisashi e mexeu nos seus cabelos longos._ Divirtam-se muito._ Retrucou deixando os dois que enfim entraram para o quarto, disfrutando um pouco do sossego.
_Aquela rapariga bate mal das ideias._ Nobuhiko sentou-se na cama e Hisashi fez o mesmo._ Gostei de te ouvir falar, tomar um pouco de atitude.
_No fundo não acho que ela bate mal…_ Admitiu entrelaçando os dedos aos de Nobuhiko._ Qualquer menina quer namorar um rapaz bonito como tu.
_Mas eu prefiro o homem lindo que tu és._ Acariciou-lhe a  face tão próximo._ E falando eu tomar atitude, bem que podias tomar mais um pouco, agora estamos sozinhos não á porque teres vergonha né?
_No…nobuhiko…_ Completou o seu nome caindo no colchão, se olharam intensamente e teve de ser Hisashi a abraça-lo e a beija-lo._ Satisfeito?
_Nem por isso…_ Seus dedos subiam a Yukata que tinha vestido depois do banho._ Tenho imensa necessidade de muito mais._ Trincou-lhe a orelha e depois seus lábios desceram pelo pescoço, ao passo que a Yukata deslizava pelo corpo de Hisashi, que se arrepiou com o toque, seus corpos quentes colados um ao outro, o som daquele coração descompassado misturado ao seu fazia Hisashi escapar um gemido entre os lábios, podia ser mais uma noite de amor, ainda assim sempre entrega e mostrava todo o seu amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...