10.5.16

Mel Caramelo & Chocolate Rewrite Capítulo 104 por Mel Kiryu


Capítulo 104 O amor é como as estrelas
                      Mesmo que termine, sua luz sobrevive através dos tempos

     A choupana ficava na parte mais alta do declive, sob um platô com vista para as montanhas do vale Hajiketa.
    Fazia duas semanas que tinha se mudado e que estava trabalhando no Haras que ficava há vinte minutos de cavalgada da choupana que tinha alugado.
    O cavalo que ficara aos seus cuidados depois de ter a perna picada por uma cobra, tinha vindo para Hajiketa consigo.
    Hanae sabia que o dono do cavalo não tinha desistido do animal apenas por não ter se recuperado plenamente, suspeitava que a razão principal era o fato do animal ter ficado aos cuidados de um homossexual.

    Então, construíra um pequeno estábulo de madeira para o cavalo de pelagem marrom clara que agora era seu.
    Mesmo durante a semana, quase ao noitecer, um dia sim e um dia não encontrava com Kitsune e ficavam um tempo juntos.
   Já no fim de semana, costumavam se ver na tarde de sábado e Kitsune somente voltava para a casa de sua avó ao entardecer do domingo.
    E sempre tinham o cuidado de se encontrarem na estrada, não dentro do vilarejo de Hajiketa.

     Kitsune saiu de casa antes da hora que costumavam se encontrar.
    Estava ofegante por subir o declive a pé e parou de andar para retomar o fôlego assim que chegou ao topo da subida e logo viu Hanae.
    Não podia ver Kitsune porque estava de costas, martelando uma parte do estábulo que ainda estava terminado.
   Sorriu para si mesmo porque Hanae estava ainda mais bonito do que costumava.
  Desde que começara a trabalhar no Haras tinha parado de vestir os kimonos escuros que em Okami tinha o hábito de trajar.
    Andava usando calça jeans e botas, camisa xadrez ainda sim num tom escuro e colete, tinha trocado o chapéu cônico de palha por um estilo country de couro.
    Esse tipo de vestimenta era uma exigência do proprietário do Haras e Kitsune estava adorando, a verdade é que gostava de Hanae de todo jeito porque quando estavam juntos as roupas nunca paravam mesmo no corpo dele, sentia um prazer indescritível ao se aconchegar contra a nudez de Hanae, um prazer que quase ultrapassava o sexo.
      Desfrutava de um profundo instante de paz quando suas costas se emparelhavam no peito dele e os braços de Hanae envolviam seu corpo enquanto um sentia o ritmo da respiração do outro no silêncio da choupana que era menor e mais rústica do que o bangalô em Okami.
     Contudo, ao contrário dos outros dias, encontrou Hanae inquieto como nunca.
   Amava a calma de seu espírito, o modo como Hanae era centrado e sempre cuidadoso em meditar a decisão mais acertada, o argumento mais simples e cabível que parecia desvendar a questão mais obtusa.
    Por isso, Kitsune também tornou-se inquieto, mesmo sem saber a razão.
    Ao poente outonal daquele novembro, os dois sentaram próximos diante de uma fogueira feita por Hanae.
   As chamas crepitavam, iluminavam o terreno e tornavam aconchegante a noite que se precipitava fria.
    Tinham tido um momento de intimidade no interior da choupana, entretanto pouco tinham conversado.
__Quase não ouvi sua voz hoje, Hanae.__ A voz de Kitsune quase saiu num sussurro, ao passo que estavam encostados um no outro e ambos fitavam a fogueira.
__É que andei pensando numa coisa... Algo que não posso ignorar.
__Deve ser algo ruim... Ou não teria roubado seu sorriso.
__Eu podia simplesmente fingir que esqueci que o aniversário de Kanda é na próxima semana... Só que eu nunca pude abraçar meu sobrinho na ocasião do aniversário dele.
     A luz pálida das chamas iluminava seus rostos, a expressão de assombro na face juvenil de Kitsune, em seguida franzindo de leve o cenho.
__Sério mesmo?
__Não sabia sobre o aniversário?__ Hanae riu discreto, puxando Kitsune mais perto de seu corpo.__ Pensei que soubesse, já que eram namorados.
__Também não faz mais diferença... Kanda me trata como um estranho.
__Mas, ainda sou tio dele.__ Hanae retorquiu pensativo.__ Essa condição nunca mudará.
__Hanae... Não está pensando!...__ Kitsune se virou e encontrou os olhos repletos daquela doçura madura transbordante encrustados no rosto sereno de Hanae.__ Não diga que está pensando em se aproximar de Kanda?
     E Hanae tocou a face afoita de Kitsune, os olhos deles tão apreensivos.
    Afagando a pele com aquele apelo calmante em cada dedo e um paradigma no sorriso.
__Kitsune... Acha que estou tão errado assim?
__Não é que esteja errado...__  Kitsune retrucou negando seu olhar, a voz evasiva.__ Mas, veja bem... Foi com você que eu traí a confiança de Kanda, se ele mal quer olhar na minha cara... Vai querer olhar nos seus olhos depois de tudo?
__Você... Contou para Kanda sobre nós dois?
    Kitsune estremeceu por dentro, esse tremor íntimo submergiu em seus poros e teve medo que Hanae percebesse seu terremoto interior.
    Era verdade que não tinha contado para Kanda, mas tinha dito a verdade para Datenshi.
__Não, mas... Ele vai descobrir... Se você se aproximar, Hanae.
__É tudo que você teme?
     Hanae se ergueu a se afastar da fogueira e de Kitsune.
__Se Kanda descobrir... Logo as pessoas do vilarejo saberão sobre nós dois.__ Kitsune replicou ainda sentado perto da fogueira.__ E você viu o que aconteceu por descobrirem sobre nós em Okami... Eu não quero correr o risco de te perder, Hanae.
     Não houve resposta, qualquer argumento da parte de Hanae.
    Ele apenas se afastou, andou pelo terreno em torno da choupana e foi parar quase que à beira do platô.
      Silencioso e introspectivo sentia o vento soprar a vislumbrar as montanhas do vale tendo sobre sua cabeça um milhão de estrelas luzindo no céu, algumas tão infinitamente distantes que ja tinham se apagado, mas sua luminescência atravessava incontáveis anos luz.          


33 comentários:

  1. Oi Mel
    Eu também tenho esse receio de que o Kanda descobre, não o facto do vilarejo todo descobrir, mais que isso ainda o vai magoar ainda mais.... mas o Hanae sempre pensa e chega ás conclusões mais sabias, dessa vez não será excepção
    E agora ele de calça de ganga e camisa desse ser interessante, ai se deve...

    ResponderExcluir
  2. Oi,Rima... O Hanae quer se aproximar do Kanda como tio.
    Não quer magoar o seu único sobrinho de modo algum, mas o Kitsune é medroso que só... né?
    Aliás, esteve com Datenshi, rolou até um clima entre eles e o Kitsune também não disse ao Hanae.
    U-hum... :) Eu penso o mesmo.

    ResponderExcluir
  3. E eu medrosa como ele, porque mais cedo ou mais tarde Kanda vai acabar por descobrir
    É porque né.... Kitsune tem sua dose de culpa isso sim, quando esse rapaz vai ter uma vida sossegada e sem remorsos?

    ResponderExcluir
  4. Pois sim, muito provavelmente.
    A pergunta não é assim tão difícil, é até pertinente.
    Mas, enquanto o Kitsune não for firme em suas decisões, enquanto oscilar entre os dois irmãos e o Hanae... Essa vida sossegada vai é passar bem longe dele.

    Eu estive lendo seu capítulo... E fiquei um pouco perdida.
    Porque o Ikki está encarnando um personagem feminino mesmo?

    ResponderExcluir
  5. Foi o que imaginei.... e eu bem que acho que ele vai demorar um tempo até chegar a algum lado porque ele tem muito, mas muito que amadurecer

    Não lembra de um senhor que trabalha para um revista juvenil lhe fazer a proposta?
    Bem isso já foi a algum tempo, ele tinha aceitado esse é o primeiro dia, mas ele trabalha como modelo feminino

    ResponderExcluir
  6. Ah, mas se o Kitsune não se decidir, o Hanae vai sabe?
    Porque se o Hanae perceber que apesar de tudo está numa relação sem futuro, acho que ele é o primeiro a desistir.

    Eu lembrava de algo assim, mas um tanto vagamente.

    ResponderExcluir
  7. Ah sim porque o Hanae não serve para ficar vivendo nas indecisões
    Eu meio que ficaria triste de desistir depois de tanto esforço depois de abandonar toda a sua vida...

    É isso Ikki agora vai começar o seu trabalho que ainda estou na duvida que sera de pouca dura

    ResponderExcluir
  8. Sim... O Hanae não quer viver a relação pela metade.
    Na verdade, Rima... O Hanae não é de acumular expectativa.
    Então, ele meio que está sempre preparado para o pior.

    Você diz isso... Porque o Ikki não está muito a vontade com o novo trabalho?

    ResponderExcluir
  9. O Hanae já tem uma ideia bem adulta e definida bem o oposto do Kitsune
    Imagino que ele seja assim pelo seu antigo desgosto amoroso

    Sim... isso e porque mais alguém vai descobrir sobre o seu emprego

    ResponderExcluir
  10. Claro que o Hanae gosto desse jeito de menino do Kitsune... E os opostos se atraem, naturalmente.
    Mas, o Hanae teve sim seu desgosto amoroso e depois passou muito tempo sozinho, conformado com pouco.

    Ah, cara... Não vai ser o KAZUOMI, vai?

    ResponderExcluir
  11. Isso é mesmo, por isso que eu acho que Kitsune tem que se esforçar
    A solidão não ajudou muito e depois de tudo foi se apaixonar por uma pessoa demasiado complexa

    Isso eu não vou dizer :p
    Mas Kazoumi tem seus interesses em Ikki e até ao momento ele não sabe que ele é comprometido

    ResponderExcluir
  12. E o Kitsune até está tentando... Mas, precisa ir mais longe em seu esforço.
    Vamos combinar que o Hanae foi é seduzido... E por essa razão acabou por se apaixonar.

    Claro que não vai...
    Já notei.
    Ele é doido para encurralar o Ikki num canto!

    ResponderExcluir
  13. O problema é que ele nem sabe como fazer
    Sim foi seduzido, nem sei como o Kitsune conseguiu essa proeza

    E ele ainda vai conseguir encurrala-lo, acho que só assim o Ikki vai perceber os interesses e os avisos do Shuji

    ResponderExcluir
  14. E não tem em definitivo nenhuma vontade de deixar o Hanae, o que o Kitsune teme é magoa-lo.
    Porque o Kitsune também se sentiu seduzido pelas possibilidades, queria se provar já que sempre era ele a pessoa seduzida... Mas, acabou extrapolando e indo longe demais.

    Imaginei que sim... E tenho para mim que dessa o Ikki não escapa.

    ResponderExcluir
  15. Ah sim porque para isso o Kitsune é pró....
    Isso foi ele foi longe demais e agora tem que arrecadar com as consequências apesar que ainda acho que com o Hanae pode ter uma relação mais solida duque com os dois irmãos

    Humm ele até pode escapar, mesmo que saia com o rabo esfolado

    ResponderExcluir
  16. Já era muito frágil a relação do Kitsune com os irmãos...
    Mas, o Kitsune pode negar, mas ainda se sente bem ligado ao Kanda.
    E o Kanda também... Queria poder ter o Kitsune de volta... Mas, eles nem desconfiam dos sentimentos de cada um.

    Ren depois vai comer um certo alguém na porrada... :p

    ResponderExcluir
  17. Essa relação a três estava sendo complicada...
    Eu me pergunto o que os dois fariam se descobrissem os sentimentos um do outro, Kanda seria capaz de o perdoar?
    Ou pelo menos virariam amigos

    Oh se vai dessa o Kazoumi não se safa ileso, mas talvez isso o faça querer ter um novo recomeço

    ResponderExcluir
  18. Datenshi estava meio deslocado nessa situação... Não é?
    Talvez, acabem por descobrir, quem sabe...
    Hum... Kanda não quer somente amizade não, Rima.
    (Da parte do Kitsune acho que até rolava amizade)

    E ninguém vai levar flores para o Kazoumi no hospital... rsrs...

    ResponderExcluir
  19. Sim... e ele que parece ser tão ciumento, apesar que achava a relação pender muito para o sexo e o resto ser esquecido
    Pois tadinho ele precisa de mais carinho duque um simples amigo possa dar ;p
    ( rolava se ele se souber comportar)

    Isso de certeza que não...
    Mas o coitado é assim porque tem seus traumas, depois de alguem lhe partir as queixadas pode ser que recorde seu grande amor e ai a Mel entenda

    ResponderExcluir
  20. Datenshi também tem que se encontrar... Deixar de viver em função do irmão seria uma boa forma de começar.
    Kanda não se conforma só com amizade, para ele tem sempre que ter um envolvimento a nível carnal, talvez ele tenha aprendido isso ao ser molestado desde pequeno pelo Hicaru.
    (Se o Kanda se comportasse, acho que ele se dignava a se comportar também)

    Hum... Quando chegar nessa parte, digo o que penso.
    Mas, poxa... Precisa levar uma surra para tomar juízo?
    Fala sério, Kazuomi u.u

    ResponderExcluir
  21. O problema é que nem consigo imaginar como isso pode acontecer!
    Ah.... entendo, ele tem mesmo esse tipo de necessidade -.-" Por isso que ele nem olha para meninas
    ( rsrsrs ai dava uma dupla de comportados )

    Talvez a Mel até vai gostar
    Não é todos os dias que se faz luz numa cabeça oca como aquela, no fundo ele é bem infantil

    ResponderExcluir
  22. Ah, vou ter que arranjar um modo de isso acontecer.
    Nem para as meninas, nem para a própria mãe adotiva se quer saber.
    (Uma improvável dupla)

    Se é assim, que jeito... Algumas pessoas preferem o caminho mais difícil.

    ResponderExcluir
  23. Imagino qe ainda vai ter que queimar alguns neuronios para isso
    Foi educado a olhar so para homens
    (Que mais provavelmente cairia em erro logo na primeira vez)

    Ele foi uma dessas pessoas, talvez a revolta lhe subisse demasiado á cabeça

    ResponderExcluir
  24. Hum, até que já tenho meio caminho andado para isso acontecer.
    Meio que foi e impelido também... Porque a mãe biológica dele lhe traz a lembrança do medo.
    (No primeiro segundo!)

    Revolta demais e juízo de menos.

    ResponderExcluir
  25. Isso é bom sinal
    Tem razão ele teve seus traumas, o mundo feminino para ele fica bem melhor no canto oposto ao seu
    (Nossa que perigo o.O)

    Tudo que forma um simples individuo- Kazoumi

    ResponderExcluir
  26. Sim, quero um final digno para Datenshi. ^^"
    Verdade, é mais confortável para o Kanda desse jeito.
    (Muita química para o sexo)

    ResponderExcluir
  27. No final ele até merece porque sempre o vi como um menino animado e sorridente, apesar de saber que tem seu lado obscuro
    Ainda penso que ele tem fobia de pessoas do sexo feminino
    (Quimica demais!)

    ResponderExcluir
  28. Sim, o Datenshi tem muito vigor e força interior, lábia e um sorriso cativante.
    Acho que ele vai se descobrir melhor se conseguir se desligar um bocadinho do irmão. O Kanda já está meio grandinho, afinal :)
    E é fato que o Datenshi tem um lado muito obscuro... Que vai ser revelado com o decorrer dos capítulos.
    Pode ser mesmo uma espécie de fobia.
    A única mulher que não parece perturbar muito o Kanda é a avó do Kitsune... Que para ele não é vista como mulher, mas como alguém muito velha e talvez até sábia.

    ResponderExcluir
  29. Talvez ficar longe dele por um tempo fazia-lhe bem, assim quase parece mesmo uma mãe galinha e Kanda sabe cuidar melhor de si duque ele julga
    Bem por de trás de um sorriso tem muita coisa oculta é o caso dele
    Imagino que se tocasse no Kanda ele ainda ficava com os cabelos em pé, ou então atirava-me até á lua para nunca mais voltar
    Isso porque não vê mesmo a Nagoro como uma mulher! Se a visse mudava o caso de figura

    ResponderExcluir
  30. No caso de Datenshi, um mundo se esconde atrás de seu sorriso.
    Talvez sozinho o anda também descubra uma autonomia que o faça feliz...Porque sem ter alguém que o proteja, ele vai ter cuidar de si mesmo e arcar com as consequências de seus melindres.

    ResponderExcluir
  31. Um imenso mundo!
    Então nesse caso separar os dois irmãos é a maneira mais viável para os dois seguirem suas vidas e entenderem a forma de serem felizes

    Mel eu vou ter de sair
    Dei os parabéns ao seu maridinho ( cheguei lá por causa do pudim, agora se estiver errada me desculpe)
    Beijinhos e até amanhã

    ResponderExcluir
  32. Sim, por ironia... Pode ser sim.

    Pode deixar, dou sim.^^"
    É hoje mesmo o aniversário dele.
    Obrigada mesmo pela conversa, Rima!
    Até amanhã e tenha um bom descanso, viu?

    ResponderExcluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...