12.6.16

Love is strange 2 Capitulo 17 por Rima-san


Capitulo 17
O castigo é amar

          Segurava no braço de Masaki sentindo a respiração dele bater no seu rosto, o cheio do champô que provinha dos seus cabelos, o som do seu próprio coração batendo disparatado e um monte de pequenas sensações deixavam cada vez mais Tetsuo nervoso, ao ponto de sentir seu rosto e orelhas arder de calor, trocavam intensos olhares e ainda assim o menino nada conseguia entender, seus lábios entre abertos esperavam os de Masaki que quase se tocaram, mas as batidas na porta fizeram os seus corpos se separarem num instante.

_ Está tudo bem, estão demorando tanto tempo…_ Do lado de fora Nobuhiko esperava uma resposta.
_Claro que está!_ Masaki respondeu um tanto irritado e nem percebeu que Tetsuo abriu a porta, passou por Nobuhiko apenas oferecendo-lhe um pequeno sorriso e apenas de toalha correu para o quarto.
_Masaki…_ Nobuhiko proferiu o nome do irmão cruzando os braços á altura do peito junto á porta.
_Que tu queres?_ Perguntou num suspiro e começou a secar os cabelos, Nobuhiko aproximou-se e pegou na toalha e delicadamente começou-lhe a secar os cabelos.
_ Diz-me a verdade vocês não estiveram só tomando banho pois não?_ Sua voz era calma ainda que estivesse preocupado.
_Não se passou nada juro… a mais não me importava._ Deu de ombros e Nobuhiko parou o que estava a fazer.
_Masaki, Tetsuo é só uma criança não fiques metendo ideias estranhas ao garoto, ele saiu daqui assustado, foi o que eu vi!_ Masaki virou-se para ele contrafeito seus cabelos caiam-lhe pelo rosto.
_Isso não é verdade! Ele apenas não tem noção duque eu sinto! E eu sei que ele sente o mesmo! Só que…_ Fungou, não queria chorar.
_Só que ele ainda é uma criança para entender, dá-lhe espaço vai ver que encontras outra pessoa que te faça ainda mais feliz._ Levou a mão ao ombro de Masaki que repeliu o gesto.
_Porquê? Porque justo logo que eu encontro uma pessoa que gosto vejo a negação estampada no teu rosto? Diz-me porque? Quando tu mesmo corres-te a trás de um homem casado, fizeste os possíveis e os impossíveis para ficar com ele e eu? Porque não posso fazer o mesmo?_ Deu um murro no lavatório e sua mão doeu a lágrima caiu por seu rosto silenciosamente e Nobuhiko apenas queria tocar o irmão mas este não deixou.
_É o melhor para ti…e para ele, Tetsuo é muito novo entende isso…_ Mas Masaki não entendia, ainda para mais vindo do seu irmão que namorava um homem muito mais velho que ele.
_Eu não consigo entender, mas ok… eu lhe dou espaço._ Limpou o rosto mas não conseguia encarar o irmão._ Vou dormir para o sofá._ Retorquiu e saiu da casa de banho, Nobuhiko olhou sua imagem no espelho e sabia bem que aquela história ainda não estava terminada, mas o melhor seria não se meter mais e nem contar para Hisashi, seria apenas mais preocupações desnecessárias para ele.
        Masaki desceu a escadaria chateado até consigo mesmo e deitou-se no sofá agarrando uma almofada, sentia-se mais frágil que nunca pois seus sentimentos tinham sido descobertos e negados por aquele que sempre o apoiou, seu próprio irmão, no final de contas qual o sentido de estar ali? Ainda pensou em ir-se embora mas seu corpo se negava a levantar do sofá então acabou ficando ali.
Tetsuo já tinha o pijama vestido e lia o livro que Masaki lhe tinha oferecido e começava a estranhar a demora dele, já tinha lido um capitulo completo á espera dele e nada, começava a ficar angustiado então acabou por se levantar e ir ver se o encontrava, a luz da casa de banho já estava apagada e tudo no andar de cima estava silencioso, desceu a escadaria e ouviu o som baixinho da televisão, Masaki esticado no sofá olhando vidrado para o televisor, Tetsuo acabou se encher de raiva de tanto o esperar e pegou numa almofada atirando-lha ao rosto.
_Eu estive esse tempo todo á tua espera._ Tetsuo resmungou enfiando-se em frente á televisão.
_Desculpa…. Eu esqueci de dizer que hoje vou dormir no sofá.
_Porquê?
_ Porque acho que…. Precisamos de espaço._ Disse baixo, foi a única coisa que lhe saiu, Nobuhiko é que tinha dito isso e agora apenas o repetia para se mentalizar a ele mesmo.
_ Que ideia mais idiota._ Cruzou os braços e sentou-se em cima das pernas de Masaki._ Amanhã vamos ás piscinas não é mesmo?
_ Sim… acho que sim…_ Sentia o peso do menino em cima dele mas isso pouco o importava.
_É bom que estejas energético, já que nos vamos divertir muito._ Levantou-se e esticou o braço._ Acho que dormes melhor na cama duque no sofá._ Sorriu-lhe e puxou-o._ Anda lá…_ Masaki acabou cedendo e subiu para o quarto só a luz do candeeiro iluminava aquele espaço e depois de os dois se deitarem Masaki apagou a luz, virou-se para o seu lado sentindo o corpo miúdo de Tetsuo encostado ao seu, aquilo era uma tortura, guardar eternamente o que lhe ia na alma.


E seu coração disparou ao sentir aqueles braços fininhos o envolver num singelo abraço, assim definitivamente não aguentaria muito mais tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...