19.6.16

O Segundo Anjo - Crônicas de Antuerpéria Parte 2 Chapter 13 por Mel Kiryu


Parte 2 Chapter 13 O Anjo das Virtudes torna-se o anjo da morte

      Enfrentaram alguns saqueadores de estrada.
     Havia uma armadilha entre árvores e o cavalo tombou junto com Jang e Shou.
     Eram cinco bandoleiros contra dois.
     Um anjo que ocultava suas asas e o cidadão Contrário mais destemido de toda aldeia.
     Pensando bem, os saqueadores não faziam mesmo ideia da onde estavam se metendo!
     Os bandidos estavam armados com adagas e punhais, surgiram por entre os vinhedos que ladeavam o caminho como uma matilha de cães raivosos atacando de forma desordenada.

     Jang desembainhou sua espada cercado por três dos bandoleiros, enquanto a primeira reação de Shou foi se esquivar de dois deles que vieram em sua direção, o cavalo debandou em meia a agitação.
     O pensamento que consumia sua mente era de que não queria machucar ninguém, mas aqueles dois estranhos investiam em sua direção, gritavam palavras desordeiras que aturdiam seus sentidos e em meio a tudo isso, a aflição que sentia ao ouvir a espada de Jang combater as adagas raivosas, o som do metal forjado faiscando e se chocando terminou por fazer Shou acabar puxando a própria espada que carregava na bainha presa a sua cintura.
     Não tinha a destreza e intenção necessária, mas entre olhadelas furtivas na direção de Jang adquiria noção de manuseio absorvendo para si a habilidade que precisava, assim como fazia com dialetos e línguas estranhas em pergaminhos. Parecia haver uma corrente elétrica correndo em seus braços, estava preocupado com Jang, também pensava em meio a luta se o cavalo tinha se perdido.
    Em virtude de tantos sentimentos difusos, baixou por um instante e guarda e ouviu a voz de Jang.
__Atrás de você, Shou!
    A voz de Jang soou grave e forte como uma trovoada, mesmo assim Shou não se moveria rápido o bastante para se proteger do ataque. Num movimento incrivelmente rápido Jang puxou um pequeno punhal estrategicamente preso uma de suas botas e atirou de forma certeira acertando o meio das costas de um dos saqueadores.
    O som do punhal acertando em cheio a carne, penetrando os ossos não passou despercebido pelos sentidos de Shou. Se lutava contra a adaga de um estranho, não passava de um instante irracional pela sobrevivência desnecessário que o consumia e o angustiava e tudo que o anjo desejava era que aquele instante terminasse logo.
     Não perdurou muito mais, quando sua espada atravessou o corpo de seu oponente e seu corpo se curvou numa dolorosa e lenta queda ao chão, três dos bandidos abandonaram o local numa covarde retirada.
      Shou arregalou o olhar sobre o estranho caído, sucumbindo a lâmina de sua espada. O som dos passos dos outros bandidos desapareciam e logo um silêncio apenas quebrado pelo vento e sua respiração entrecortada recaiu impiedoso.
__Shou... Você está bem?
    Ouviu a voz de Jang, mas não conseguia desviar-se do estranho que agonizava bem diante de seus olhos, o sangue vertendo em coágulos pela boca.
       Não conseguia mais olhar e se afastou simplesmente, tão estridentemente estarrecido que deu as costas para o cenário, para os dois corpos frios que haviam restado daquela luta no chão.
     Jang aparentava uma calma gritante enquanto observava Shou se afastar, indo na mesma direção para onde a única montaria que tinham havia debandado.

                                                   ***********
              Não estavam tão longe, o cavalo bebia água num córrego e Shou estava ao seu lado, segurando-lhe as rédeas.
    Jang se chegou e Shou virou-se devagar, tendo uma expressão infinitamente triste no rosto.
__Não deve abandonar sua espada.
    O tom de censura era sutil na voz de Jang, ao estender a espada de volta para Shou já limpa do sangue das entranhas de outrem.
__Não a quero mais.
__Por quê?__ Jang insistiu entregar-lhe a espada, seu olhar esverdeado era igualmente afiado.__ Por que matou um facínora que o teria estripado sem dó? Fez um favor aos moradores dessas redondezas!
__O que aqueles homens queriam?...
__Pelo que sei... São saqueadores de corpos.
__De corpos?__ Shou sentia sua garganta ressecar.
__Algumas partes de corpos de criaturas mágicas valem muito no mercado negro da feitiçaria.
__Isso não justifica a morte que eu causei...
__Achei que não soubesse usar uma espada, aliás.
    E não sabia usar a espada até aquele fatídico dia e somente Arcanjos carregavam lâminas, eram os guerreiros de Deus.
   Mas, não podia dizê-lo a Jang se ele desconhecia a verdade a cerca de sua verdadeira forma. Queria tanto dizer que sua missão era proteger, que era tão somente um Anjo das Virtudes.
    Era um fardo excruciante renegar sua natureza.
   Também era verdade que podia ser tudo que quisesse, adquirir qualquer habilidade que lhe fosse ensinada, absorver para si o conhecimento em qualquer idioma e no entanto...
         Shou não tinha controle sobre o que estava se tornando.      
   
     Partiu do próprio Jang encaixar a espada na bainha presa à cintura de Shou, mais uma vez estavam bem próximos e Jang aproveitou para olhar diretamente dentro de seus olhos.
__ Shou, o que mais está escondendo de mim?  
__Você não confia em ninguém, Jang... É prudente da minha parte ficar calado.
__Sua percepção é falha, Shou.
    O comentário soou algo frígido, embora houvesse uma insignificante nota de mágoa. Jang se afastou um pouco e em seguida seus olhares tornaram a se encontrar.
__Eu não teria o trabalho de lhe conseguir uma espada, se não confiasse em você... Como pode ser tão tolo?
    O sorriso pequeno arqueado no rosto desaforento de Jang era feito de um escárnio não tão sutil quanto seu tom de censura.
__Desculpe...__ Shou retrucou baixo, desviou o olhar.
__De uma coisa eu sei... Apesar de ter alguma habilidade com a espada, você nunca tinha tirado a vida de ninguém.
    Seus pensamentos de anjo se atropelavam enquanto encarava as águas do córrego e sem dizer algo mais naquele instante, limitou-se a seguir Jang guiando o cavalo num pequeno trajeto a pé.
   Depois tornaram a montarem juntos o cavalo.
    Como queria poder contar para Jang que não precisava ter matado para defender a própria vida! Que Deus, o Deus que os habitantes de Finis Tempore desconheciam, tinha concedido a imortalidade aos seus anjos, como tantos outros dons.
     Shou se perguntou diversas vezes até chegarem em uma estalagem, depois de algumas horas de viagem, se tinha cometido um pecado sem perdão...      

18 comentários:

  1. Um anjo matando humanos.. Realmente, deve ser chocante para Shou. Mas, como está entre humanos, tem que aprender a se defender. Não adianta.

    Jang cheio de atitude, já amo ^o^

    ResponderExcluir
  2. E ele nem devia ficar com tanta pena de matar esses saqueadores sórdidos... Era ele ou eles, ora. O Jang já mostrou que quer o bem deles.

    E eu que achei que o Jang poderia não ter boa aceitação... (Como autora estou sempre enganada sobre meus personagens)

    ResponderExcluir
  3. *que quer o bem dele (do Shou) perdoe a errata -.-"

    ResponderExcluir
  4. Olá Mel
    Tudo bem?
    Eu aqui já fiz minha festa de são jão :p

    ResponderExcluir
  5. Eu tô legal, tá um friozinho... :P
    E você? Tá aproveitando a folga?
    Não sou muito chegada em festa de São João... ^^"

    ResponderExcluir
  6. Olha e aqui um calor o verão começou em grande
    Sim.... agora vou ver se ainda consigo escrever um capitulo de Love is strange ^^"
    Também não o dia de São João é só sexta minha irmã queria fazer a sardinhada na quinta mas não consegui ficar com a folga nesse disse então antecipemos :p

    ResponderExcluir
  7. Ontem foi o solstício de verão aí na Europa, né? Aqui foi o de inverno.
    E hoje está chuvoso... Eu ainda estou escrevendo aquela estória sem nome.
    Sua irmã já voltou de Açores, não é?
    E amanhã? Soube que vai ter o jogo de Portugal (seria contra Hungria?)

    ResponderExcluir
  8. Sim isso mesmo... imaginei que ai fosse o oposto
    Então é um bom dia para escrever, tou morrendo de curiosidade a cerca dessa história :)
    Sim voltou no fim de semana, deu-me uma vaquinha com o meu nome
    Sim eu acho que é contra a hungria, não decorei bem o nome é ás cinco da tarde daqui....

    ResponderExcluir
  9. Ontem foi o dia mais curto do ano.
    Oh se é um bom dia para escrever! ^^" Eu já pensei num monte de nomes... Mas, não consegui me decidir, sabe?
    E não era a vaquinha mesmo que você queria? Legal! O Martim curtiu a viagem?
    Meu namorado está vendo um jogo aqui entre a Croácia e a Espanha, ele também disse que vai ver o jogo de amanhã. (Acho que ele gosta mais do futebol europeu, do que o futebol daqui).

    ResponderExcluir
  10. E o mais longo para alguns
    Quem sabe com esse monte de nomes não faz a combinação perfeita de um nome
    Sim eu lhe tinha pedido uma vaquinha e ela trouxe :p Curtiu vi alguns vídeos deles, ele adorou tudo
    Ah..... Como todo o focado em futebol, o de amanhã vou ver com toda a certeza mesmo estando a trabalhar, é o jogo mais decisivo de todos (Será? Porque o Brasil é o pais do futebol né? Apesar de ter sido eliminado da copa america )

    ResponderExcluir
  11. É... Vou pensar direitinho.
    Ele me confirmou que gosta mais de assistir o futebol europeu.
    (E até eu que não entendo de futebol, tenho achado a seleção do Brasil uma vergonha -.-)
    Imagine quando o Martim estiver maiorzinho e ver estes vídeos? Vai curtir mais ainda!

    ResponderExcluir
  12. Ainda que eu ache que o futebol europeu tem muitas falhas...
    ( Eu não vi os jogos mais fiquei chocada quando soube que a seleção brasileira tinha sido eliminada)
    rsrsrrs ele tá ficando bem espertinho, adora ouvir musica e só não dá uns pezinhos de dança porque ainda lhe falta algum equilíbrio

    ResponderExcluir
  13. Bom... Isso sinceramente não sei. Ele comenta algo dos jogos comigo, mas eu fico meio à margem na verdade.
    Em setembro ele faz um aninho, não é? Ou seria no final de agosto? (Desculpa, tô bem esquecida ultimamente).

    ResponderExcluir
  14. Tou imaginado... a Mel só escuta.... rsrsrs
    É nos finais de agosto dia 27, calha no dia da festa da freguesia ( Não tem mal, nossa mente leva com tanta coisa que acaba por baralhar ^^"

    ResponderExcluir
  15. Escuto, faço um comentário ou outro... :p

    Lembro que a principio o médico disse que o Martim nasceria em setembro, bem no início do mês. Mas, o rapazinho decidiu nascer antes ^^"(O Luan fez a mesma coisa, ele era para o dia 20 de fevereiro, mas nasceu dia 13)

    ResponderExcluir
  16. E homem que gosta de futebol já fica satisfeito

    Foi mesmo dizem que isso tem a ver com as luas, na altura era lua nova ou seria cheia... quando ele nasceu.... ( bem tem crianças assim minha mãe diz que comigo foi igual era previsto nascer dia 13 e nasci dia 4)

    ResponderExcluir
  17. Pois sim... Assim como ele demonstra um interesse vago pelos livros que eu leio.

    Rima, eu vou ter que sair para fazer o jantar.
    Foi muito bom ter esse bocadinho contigo, viu?
    Bom descanso aí para ti e até amanhã! <3
    Grande beijo.

    ResponderExcluir
  18. Bem cada um com os seus gostos mas imagino que isso não causa divergencias

    Ok.... então um bom jantar para si
    Até amanhã e tudo de bom
    Beijinhos <3

    ResponderExcluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...