27.4.17

Especial Love is Strange Dois Homens e Meio parte 7 por Rima-san


Dois Homens e Meio
Capitulo 7
A verdade é a mais dolorosa

Nós tínhamos combinado.
Ficaríamos um com o  outro até achar  o nosso verdadeiro amor…
E eu me acomodei com essa ideia, ficaria com Masaki sem segundos planos o resto da minha vida.
Ledo engano…

             Tem três anos que o conheço e a partir das suas ações sei verificar se algo errado acontecendo com ele e desde o inicio do verão que suas atitudes começaram a mudar, só mais tarde é que percebi que ele estaria apaixonado.
         Foi nas nossas ultimas viagens a Tóquio, quando ele decidiu que viria para casa ainda no domingo ao final do dia e não esperaria até segunda, no carro eu o questionei sobre estar apaixonado mas ele mudou o assunto.
        Mas no meu intimo eu sabia que algo estava errado, ele não estava o mesmo, o lado bom é que andava mais sorridente contudo não me procurava mais para ir beber uns copos com ele nem ia mais até ao meu apartamento, já nem sequer lembrava da ultima vez que tinha feito sexo com ele.
       Não demorou muito tempo até descobrir que ele vivia uma relação amoroso com outro rapaz, não conseguia imaginar que tipo de rapaz era aquele apenas me senti excluído, usado e desgastado, como se não tivesse mais significado na vida de Masaki.
         Nesse dia apanhei Masaki a ler uma revista feminina em que um dos temas da revista era sexo anal e ele lia atendo quais as melhores posições, foi ai que me falou sobre o namorado e a falta de experiencia dele no sexo, tinha que ser um rapaz novo pensei para mim, e ainda assim ele me falava imaculadamente bem acerca daquela criatura que parecia ter sido um anjo que caiu na sua vida, quando o tempo todo fui eu quem estivesse ao seu lado!
          Tive de me controlar para não dizer nenhum disparate e depois dessa conversa voltei ao meu trabalho, desorientado…. Foi assim que passei os dias seguintes, sentindo-me perdido e magoado.
Aos poucos tentei começar a refazer a minha vida, já estava na casa dos trinta e meus pais andavam preocupados em me arranjar um noiva, comei a ver com mais atenção as propostas que eles me mandavam, mas nenhuma das mulheres apresentadas parecia me satisfazer.
        E ver Masaki todos os dias era um problema, pois tinha que negar meus sentimentos e eles toda a vez que os negava pareciam florescer em mim com mais intensidade.
Um dos dias que estava entrando em meu expediente conhecia o anjo de Masaki, era somente uma criança, nem tinha como acreditar que aquele puto era namorado de Masaki, nem sequer conseguia acreditar que aquele menino de cabelos negros que deveria ter um 15 ou 16 anos conseguisse oferecer todos os caprichos que Masaki era necessitado.
         Apenas troquei poucos palavras com eles, Masaki apenas me disse que o menino que tinha por nome Tetsuo, estava doente e não tinha onde o deixar por isso tinha trazido ele para o seu trabalho, me senti irritado, Masaki parecia mais pai dele duque namorado ou outra coisa.
Tentei esquecer da existência dele e verdade seja dita, não tornei a ver o puto tão cedo, ainda assim sabia que Masaki andava levando uma vida confortável com ele, descobri mais tarde que até viviam juntos, e que Tetsuo era filho do companheiro do irmão de Masaki, isso tudo parecia-me uma grande ironia.
           E a maior das ironias estava para vir…
Certo dia ao sair do trabalho, ouvi um pequeno estrondo, logo vi alguém caído no chão, corri para assistir e quase petrifiquei a  o ver que se tratava de Tetsuo, tinha caído no esfalco e ferido um dos joelho.
_Estás bem rapaz?_ Perguntei ao aproximar-me, posei a mala de corou e agachei-me junto dele, estava a sangrar._ Melhor levar-te para dentro precisas de desinfetar isso.
_Eu tou bem._ Ele disse um tanto receoso, apoiando-se em mim para se levantar.
_Masaki vai ficar preocupado contigo._ Entreguei-lhe a trela do cão que trazia consigo e ele arregalou aqueles bugalhudos olhos na minha direção.
_Não vai…porque eu o vi com uma mulher._ Ele trincou o lábio controlando-se para não chorar, devia ser das suas primeiras desilusões e era um total equivoco, eu tinha visto antes de sair e já havia dias que tinha reparado que a empregada das limpezas andava a dar em cima de Masaki, pela certa Tetsuo tinha visto e achou que Masaki o tinha traído, ainda assim a situação parecia ser interessante no meu ponto de vista.
_Masaki é homem normal se interessar por qualquer mulher…_  Suspirei, o meu carro não estava muito longe estacionado e aquele cão me fitava com a língua de fora, parecia gozar com a minha cara.
_Masaki… ele é diferente… ele…_ Tetsuo apertou a trela de couro vermelho.
_Masaki não é assim tão diferente dos outros homens… mas que tal deixar essa conversa e ir tratar dessa ferida?_ Eu estava inquieto, aquele miúdo era frágil  e ainda assim carregava um monte de sentimentos.
_Eu não vou lá dentro!_ Ele negou com a cabeça e eu tive vontade de rir.
_Então que tal ir até minha casa?_ Eu sugeri e ele aceitou,  por uma única vez eu estava roubando o precioso anjo de Masaki.

2 comentários:

  1. Depois dessa historia toda de Masaki e Kyochi fiquei preocupar com o que Tetsuo viu... Masaki parece substituir os outros como brincadeira.. Mas a relação com Tetsuo parece diferente, então... Talvez ele realmente não o traia.
    Continuo curiosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Masaki era bem leviano, mas ele não descarta as pessoas como se fossem brinquedos,mas parece bem isso...mas como o Tetsuo é diferente mesmo

      Excluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...