23.4.17

Ilegítimos Capítulo 48 por Mel Kiryu


Capítulo 48

             Meu aliciador precisava de um nome.
            E decidi chama-lo de Scarface.
            Naquele instante, em que os lábios dele chupavam meu mamilo e eu sentia sua barba roçar na minha pele, segurei suave o cano na arma antes pressionado em meu queixo e nossos olhares colidiram.
      Tinha uma desconfiança sensual nos olhos verdes aquosos de Scarface.
      No jeito como ele ainda detinha a arma em sua mão.

__Se quer adiante com isso...__ Eu repliquei tendo a voz baixa.__ Livre-se dessa arma... Agora.
__Hum... O que está querendo aprontar, garoto?
    Olhei atentamente para seu rosto na penumbra da sala e beijei o cano da arma.
__Você não queria se divertir comigo?__ Meu tom era desprotegido.
     A outra mão de Scarface estava enganchada no meio das minhas pernas, o seu corpo vindo bem de encontro ao meu. O meio sorriso em seus lábios era cuidadoso ao me analisar de relance na sala escura.
__É que há dois segundos atrás... Você não parecia a vontade com a ideia.
    A arma fazia parte daquele joguete sensual.
   Senti o cano do revolver aliciar meu rosto, quando meu olhar também estava devidamente atento ao rosto marcado de Scarface. Não vou mentir, uma parte minha ainda era Demian... Eu não conseguia diferenciar que parte em mim se envolvia com esse homem.
   Se era a minha parte que encenava ser Noa, ou se era a minha metade vacilante em que prevalecia Demian.
    Foi de súbito que a arma escorregou pela bancada, caiu em algum canto difícil de discernir, eu apenas ouvi o som dela se chocando com o chão.
   No mesmo insólito instante que nossas bocas se chocaram num beijo.
   O gosto da boca de Scarface me lembrava a nuvem da fumaça de cigarros que vagavam no barzinho que abria ao anoitecer de fronte ao armazém onde eu trabalhava.
    Era fumante, mas gostava de disfarçar o hálito chupando balas de menta e o beijo tinha uma pegada ótima, um ritmo que te puxava feito ímã.
   Senti um dos braços dele passar em torno do meu corpo, puxei a blusa colada em seu tronco, parte dela estava presa dentro da calça, meus dedos sentiram o couro bruto do cinto que passava feito uma cobra pelas presilhas do jeans.
     E o cheiro de Noa estava em mim, eu vestia suas roupas.
    Era desse jeito que ele beijava seu vizinho do sexto andar?
    "Concentre-se Demian..."__ Eu queria ser Noa, não pensar em Noa como a pessoa que me abandonou no apartamento de um estranho no dia em que ele me pediu em namoro.
     Quando essa lembrança ruim me atravessou, voltei a me sentir como se estivesse prestes a ser estuprado.
     No meio de um beijo que antes ardia fulminante em meio a saliva farta, as carícias das línguas e o sabor da menta mesclada a nicotina, paralisei antes que pudesse arrancar a camisa apertada do corpo de Scarface.
__Que foi, hum?...__ Ele sussurrou para mim, nem bem minha boca se apartou da dele.__ Sentindo falta da arma?
__Antes fosse... É que eu não consigo deixar de me sentir triste.
__Olha, do jeito que você está duro de tesão... Seria um desperdício te deixar ir.
__Eu sei... Gosto do seu jeito de beijar.  
    Não só do beijo, ele tinha uns braços fortes e torneados que davam gosto de sentir.
   E Scarface ofereceu um meio sorrisinho prosa, me beijou um pouco mais...
       Era um safado com total consciência do quanto era bom de beijo.
       Ouvi do atrito de nossos lábios os estalidos de delícia.  
      Nesse momento, eu soube que tinha deixado de ser Noa para ser apenas o Demian que queria beijar um estranho, sentir o corpo dele como se fosse extensão do meu.
      E isso mudou todo jeito de Scarface olhar para mim.
    Ou, talvez porque ele tivesse ouvido que eu estava triste.
    O toque dele ainda era indecente, mas se revelava protetor.
    Tantas facetas me deixavam tonto, Scarface não parecia mais o sujeito que me imobilizara contra a bancada da adega, ou o cara que apertara o revólver engatilhado contra minha costela.
     Não fazia mais diferença se eu o conhecia ou não.
     Eu queria fazer sexo, poder me refugiar em alguém.
     Era melhor do que atravessar parte da madrugada e voltar para casa sozinho.
     Melhor, infinitamente melhor do que pensar naquelas duas portas vizinhas no terceiro andar.

    Ele voltou a chupar meus mamilos, alternando entre eles e sua mão estava dentro da minha calça aberta. Parecia não haver outra coisa a fazer do que deixar o gemido escapar tórrido pela beira dos lábios ao passo que eu me segurava em seu cabelo que me parecia castanho envolto naquela escuridão que aos meus olhos já não parecia tão intensa.
     Scarface tinha a mesma destreza sensual que me causava o cano da arma a deslizar na pele.
     Era tão insensato que quase ejaculei antes que ele pudesse me penetrar.
     A única peça que eu vestia depois de tudo era a blusa de Noa.
     Rendido e currado contra a bancada, meu corpo dobrado e de costas para ele.
      Encarando aquelas garrafas da pequena adega em meio ao frenesi, minhas pernas sofreram um abalo ao sentir um líquido frio escorrer por entre minhas nádegas, num contraste absurdo ao calor do membro de Scarface roçando também ali.
     Logo aquele odor discreto me inundou, havia derramado em minha pele doses generosas de saquê e retesei-me inteiro ao sentir sua boca beijar meu ânus.
     As sensações que a sucção de seus lábios me causavam eram tão indecorosas que mesmo sem querer eu me colocava nas pontas dos pés, queria tanto que tivesse um travesseiro, uma colcha macia, qualquer recanto onde eu pudesse abafar meus gemidos.
    Seus dedos entraram em mim, como se demarcassem o caminho estreito onde seu pênis estava prestes a penetrar.
     Com suas pernas emaranhada as minhas, ele sobreveio em minhas costas e sua ausência de pressa me consumia, mordi os lábios com força e somente parte de seu membro entrou enquanto ele se agarrava meus quadris.
    Eu queria tanto ir adiante que movi meu corpo num gesto incontido e o pênis de Scarface desapareceu, enterrou-se inteiro dentro de mim. Nossas vozes se misturavam em meio aos suspiros profundos...
      Soavam tão estridentes dentro da madrugada que todos os sons do mundo pareciam ter se calado apenas para nos ouvir.


   

38 comentários:

  1. Ola Mel
    tudo bem?
    olha ja no ultimo capitulo nao deixei de imaginar que esse homem fosse o Misato
    Com o mesmo jeito bruto e ardente de agarrar... por isso que é dificil o Demian o deixar alguem tao caloroso :p

    ResponderExcluir
  2. Oi, Rima. ;)
    Curioso que eu não estava pensando no Misato. Mas, de fato... esse personagem é bruto e ardente como ele.
    E mesmo que o Demian se quer saiba o nome dele, não tem mesmo nenhuma vontade de deixa-lo.

    ResponderExcluir
  3. Ah mas juro foi a unica pessoa que me veio à mente (isto nao é falta do Misato...É eles que sao parecidos)
    Porque para alem de ser um homem caloroso esta sendo o seu refugio depois do Noa ter abandonado

    ResponderExcluir
  4. Sim, eu entendo... Pena que este personagem é secundário, mas quando eu estava escrevendo, pensei: Não seria muito irônico se esse homem é que fosse o verdadeiro amor do Demian?

    ResponderExcluir
  5. Ah pena mesmo ser secundario...
    Sabe quando li pensei o mesmo.."sera que esse homem nao podia fazer o demian feliz?"

    ResponderExcluir
  6. Olha, que essa estória Ilegítimos tem um final bem no estilo do Haruki Murakami, porque acaba em aberto e quem lê só pode imaginar o que ocorreu a seguir... Mas, para mim, esse personagem é que seria a pessoa certa para o Demian, penso como você.

    ResponderExcluir
  7. Ah entao o final fica em aberto?
    Nao é que eu conheca o personagem mas não parece ser ma pessoa de todo ( tirando que tem uma arma e quis sexo como pagamento por entrarem no apartamento dele)

    ResponderExcluir
  8. Fica... Não tenho intenção de prosseguir com ela, não no momento.
    Eu já tinha bolado detalhes sobre este personagem, mas só deixei no rascunho.
    Claro, os personagens dessa estória não tem muita moral a bem dizer... Nem Hidan, Noa ou Scarface. Mas, para mim a graça é essa... Em Ilegítimos não era para ter tipos certinhos.
    Hoje tá trabalhando ou está em casa?

    ResponderExcluir
  9. Humm mas mesmo deixando essa ideias em rasculho um dia ainda lhes pode dar utilidade
    Ah e conseguiu nenhum dos seus personagens tem moral mesmo e ao menos saiu fora do comum
    Tou trabalhando -.-"

    ResponderExcluir
  10. Sim, acabou que usei algumas em Linden Twins... (algumas ideias que não usei em Ilegítimos).
    Eu gosto de trabalhar com personagens problemáticos e amorais. ^^"
    Em Linden Twins por exemplo... Eu já sabia que um dos gêmeos iria ser bem problemático, mas e demorei a incorporar o Huang no enredo, eu queria que ele tivesse aparecido antes. Mas, o andar da estória não permitiu.

    Ah, que coisa... Como você está me respondendo rápido, achei que estivesse em casa...

    ResponderExcluir
  11. Ao menos conseguiu usar as ideias noutra história o que ja nao é mau...
    o ruim dp Huang nao ter entrado mais cedo na historia é que se foi criando suposições a cerca dele ...

    Olha desta vez ja demorei mais ..mas tem estado calmo hoje...
    mas.precisava de algo?

    ResponderExcluir
  12. Acho que a estória com pior final que já escrevi foi a do Steph e do Lys... Essa eu tinha que continuar, ficou péssimo...
    Mas, no geral eu fico satisfeita com o resultado final das estórias.
    Que suposições você criou sobre o Huang?

    Não tem mal nenhum.
    Não, é que às vezes calha da gente estar escrevendo juntas... Eu gosto quando isso acontece.

    ResponderExcluir
  13. So essa é que nao ficou satisfeita ?
    Hum no inicio eu achei que ele fazia de proposito o desaparecimento e esse tipo de atitudes achei que era so jogo o que ele estava fazendo

    Ah nem fala queria mesmo estar escrevendo -.-"
    Quem sabe nos proximos dias a gente consiga escrever juntas :)

    ResponderExcluir
  14. Digamos que esta é que me deixou mais insatisfeita, eu gostaria de ter continuado Kinjo No ai, terminado a terceira temporada de Deviant.
    Huang já fez esse tipo de coisa de sumir de propósito, mas dessa vez não era bem assim e não deixava de seu um jogo o que ele fazia com Syaoran... (Muito embora o Huang gostava sim do Syaoran a sua maneira).

    Sim! Você me disse que vai ter as tardes na próxima semana, né?

    ResponderExcluir
  15. Mas isso ainda vai sempre a tempo nao é?
    Bem o Huang tem seu jeito diferente mas agora acredito que ele nap faz tudo de caso pensado (e nao sei como ele nao se arrepende de deixar o Syaoran..)

    Sim eu so trabalho até às duas da tarde ...

    ResponderExcluir
  16. Quem sabe... Vou deixar rolar. O que tiver que ser... Será.
    Hum... O Huang não quis mais ficar com Syaoran porque ele percebeu que o Syaoran não era mais o mesmo e ainda por cima, o Huang chegou a flagrar um momento de vazante ternura entre o Jiang e o Syaoran (Huang é muito orgulhoso para se permitir ser amado pela metade).

    Vai ser uma semana bem produtiva para você. ^^"

    ResponderExcluir
  17. Ah entao podesse dizer que foi por ciume e magoa que o deixoi... mas no fundo o Huang tambem o abandonou...
    (Mas nisso acho bem der orgulhoso)

    Eu espero bem que sim! :)
    Adora a semana que faco manhas so por causa disso^^"

    ResponderExcluir
  18. Foi o Huang que terminou a relação, o Syaoran não queria deixa-lo, por mais que estivesse pensando no Jiang, por mais que sentisse sua falta... O Syaoran não queria deixar o Huang porque sabia que ele não estava bem.
    Aliás, mesmo depois que o Syaoran foi namorar com o Jiang... Ele continua a tentar cuidar indiretamente do Huang.

    Ah... E vem aí o dia 1º de maio. Aí também deve ser feriado, não?
    Acho que é o dia mundial do trabalhador, sei que esse feriado é comemorado até na China.

    ResponderExcluir
  19. E porque no fundo ainda timha sentimentos por ele e esforcou se o tempo todo para o reencontrar
    Mas acho que esse jeito protetor o Syaoran nunca deixa de ter

    Aqui é feriado sim! Mas a parte ruim é que trabalho igual -.-"
    Acho que esse feriado é mundial mesmo...

    ResponderExcluir
  20. Tanto o Luciel quanto o Syaoran tem índoles protetoras... Mas, por outro lado, por teimar em ficar atento ao Huang, o Syaoran sofre por causa do desprezo.

    Poxa, mas vai trabalhar? -.-"
    Você trabalha muito, menina...

    Ah, Rima... Eu estava vendo o rastreamento de seu presentinho e acho que não demora a deixar a alfândega do Brasil.

    ResponderExcluir
  21. O Syaoran as vezes parece um cachorro por seguir tao fiel seu dono.... do mesmo jeito que fica sofrendo... parece que fica ganindo baixinho...

    Eu sempre trabalho feriados e fim de semanas -.-"
    (Eu sei devia pensar em arranjar outro emprego.... toda a gente me diz isso)

    Eu tambem vi esses dias que estava em sao paulo hoje era para ver mas nao trouxe o código comigo
    mas fico feliz dm saber
    (Eu aqui ansiosa por receber ^^")

    ResponderExcluir
  22. Não é atoa que o nome do Syaoran quer dizer "pequeno lobo"... Só que o Syaoran consegue desejar que o Huang seja feliz com o Luciel. Já o Jiang não... Quase morre de desgosto quando descobre que seu ex-melhor amigo está com seu irmão.

    É que essa sua cargo-horária é muito ingrata... Eu até sei que você já se acostumou, mas mesmo assim...

    Eu também realmente espero que não demore muito a chegar (acho que a Kisu mandou para você no mesmo dia do que eu ^^", olha que é capaz de receber tudo junto)

    ResponderExcluir
  23. Ta explicado mas o Syaoran é muito bom ele nao guarda ruindade no coracao ja o Jiang pensa tudo errado

    Eu sei que é e pior que nunca tenho um domingo livre folgas é uma de 15 em 15 dias e tem que ser durante a semana...

    Ela mandou no mesmo dia mas disse que devia chegar depois da sua...
    (Mas devia ser bem legal chegassem junto)
    Desculpe a demora minha patroa telefonou

    ResponderExcluir
  24. O Huang distorce tudo em que está envolvido seu irmão... O Huang ficar com o Luciel, é como o Huang ficar com algo que era do Jiang (é meio difícil entender, né? Mas, é um pensamento infantil, como se um não pudesse pegar os brinquedos do outro.)

    Pois é, é muito puxado...

    Ela mandou sem registro para rastrear? Foi isso?
    Liga não... O Pierre me chamou para ver um pedaço de um filme de terror.
    (mas eu dei uma escapada ^^")

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corrigindo: O Jiang é quem distorce tudo em que está envolvido o Huang.

      Excluir
  25. E mesmo um pensamento um bocado distorcido e infantil por isso que eles nunca puderao se dar bem

    Nao sei... mas ela diz que os correios de brasilia sao mais lentos ou algo assim

    Filme de terro?o.O

    ResponderExcluir
  26. Os dois cresceram sem poder mexer nas coisas do outro irmão, um nem podia entrar no quarto do outro sem permissão... O modo como eles cresceram reflete na vida adulta de forma inevitável.

    Hum... Acho que não... Os Correios são algo lentos de forma geral.
    Talvez ela tenha dito isso pelo o que aconteceu com a prenda que você mandou para ela.
    Pois a cartinha que ela me mandou chegou rápido.

    Um filme chamado Os Mensageiros (talvez, penda mais para suspense fantasmagórico do que propriamente terror, ele queria saber se eu conhecia alguém do elenco.)

    ResponderExcluir
  27. Nossa para irmaos tinham uma relacao nada intima claro que assim viraram adultos sem conhecer bem um ao outro

    Tambem pode ser por isso (gracas a deus correu tudo bem)

    Esse nome nao me parece estranho mas deve ser imaginacao minha ja que nao sou muito ligada a filmes de terror

    ResponderExcluir
  28. Nada íntima e cheia de brigas por sinal e o pai deles no meio disso, tentando acalmar os ânimos nada amigáveis.

    Desculpe perguntar, mas fiquei curiosa... Que livro deu para ela dessa vez? (Não é ciúme, é só curiosidade mesmo)

    Ele gosta de um bom suspense com enredo inteligente... Como ele não pegou do início, tô baixando para a gente assistir juntos uma noite dessas.

    ResponderExcluir
  29. Eu tenho pena é desse pai...

    Voce nao lembra? Eu acho que tinha comentado consigo. .. foi os crimes da rua morgue. (Eu sei que nao é ciume ^^")

    E fazem um bom serao...
    eu tenho en lista de espera para ver esquadrao suicida ... so ainda nao peguei para ver..

    ResponderExcluir
  30. O senhor Guzheng é um homem bom demais, quando perde as estribeiras com os filhos é porque eles já aprontaram muito.

    Ah, do Edgar Alan Poe? Não lembrava mais... Havia esquecido por completo.

    O seu é daquele autor japonês que você queria ler, mas não tinha em Portugal, era preciso encomendar no Brasil. (Achei uma verdadeira ironia eu achar justo a edição Portuguesa na minha cidade)

    Eu quero assistir aquele Norwegian Wood do Murakami... Esse tá mais que na minha lista.

    ResponderExcluir
  31. E depois o senhor era capaz de se sentir mal por ter discutido com os filhos

    Sim esse mesmo... ele fixou logo perguntando quem era o culpado.. acho que gostou mesmo
    Imaginei que ja nao se lembrava

    Eu ja fico feliz so em saber (meus olhos aquo brilhando ) (ironia mesmo ...-.-" )

    Esse tambem esta na minha lista! Alias tenho muita coisa na minha lista que nem é bom!

    ResponderExcluir
  32. Se sente mal, mas o Guzheng tem dificuldade de se desculpar... (É um bocadinho orgulhoso também ^^")

    Que bom! Eu mandei para a Kisu o mesmo que está indo para você (só para a Kisu eu mandei uma edição brasileira), mas acho que ela não está gostando muito, ou pelo menos não compreendeu as nuances do enredo.
    Eu li essa edição portuguesa que estou te mandando... Mas, depois também comprei a brasileira para mim (geralmente, gosto mais das traduções de Portugal, vai entender...)

    Eu não tenho muito na minha lista, mas mesmo assim... Eita dificuldade de assistir...

    ResponderExcluir
  33. Ah bem os filhos tinham que sair a alguem..

    Ela me disse que tinha recebido esse livro
    bem pode ser que quando ela entre mais a fundo na historia venha a gostar ...
    mas se voce gosta mais de traducoes de portugal podia ter ficado com essa para si.. para mim era igual...

    Bem a dificuldade de assistir é mesmo maior que a lista

    ResponderExcluir
  34. O Jiang não é tão orgulhoso... Mas, você sabe, o que não tem de orgulhoso, tem de ciumento. :P

    Não... Eu já tinha lido, eu não precisava ficar com ela. Afora que a tradução brasileira desse livro não é ruim. Esse está bem traduzido... Achei que fazia mais sentido te enviar a edição do seu país mesmo, acho que ela só estava no Brasil esperando ser encontrada para ser enfim enviada a você. ^^" (Vejo toda uma poesia nisso)

    Devagarinho a gente chega lá. \o

    ResponderExcluir
  35. Ahaha isso é bem verdade

    Puxa assim me sinto como se esse livro estivesse esperando por mim
    Fico muito agradecida por mo enviar ...de cerdade♡

    Mel eu agora vou ter de sair
    obrigada pela conversa
    beijinhos ♡

    ResponderExcluir
  36. E os maiores ciúmes o Jiang sente do Luciel... O Syaoran não lhe dá motivos para tanto.

    Mas, é dessa forem mesmo que eu sinto.

    Eu que agradeço!
    Boa noite, Rima.
    Bom descanso. :)

    ResponderExcluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...