16.5.17

Linden Twins ♫ ♬ Capítulo 35 por Mel Kiryu


Capítulo 35

          Estava arrumando o estúdio no segundo andar da loja de discos, dando uma varrida.
     Tinha pelo menos outros três clientes agendados para aquele dia, o que não era muito. Mas, ainda era o melhor modo de iniciar aquela semana.
      Não era comum Jiang subir para o segundo piso, porque geralmente estava ocupado no primeiro pavimento.

      Por isso, primeiro estranhou quando viu Jiang passando pela porta e em seguida encostou a vassoura num canto onde ela ficava discretamente guardada.
__Jiang... Algum problema?
__Problema? Não, claro que não...__ Jiang ofereceu um sorriso levemente trêmulo, isso porque não conseguia mais olhar para Luciel como um simples amigo.__ É que eu vou dar uma saída e Syaoran vai cuidar da loja para mim.
__Vai deixar o moleque do Syaoran cuidar da loja... Ok, isso é meio estranho. Aonde você vai?
__Na casa do meu pai.
__Hum... E tem alguma razão em especial para você ter que ir no horário de funcionamento da loja?
__Bom, eu...__ Jiang vacilou, levando uma mecha de seu cabelo para traz da orelha.
__Ah, é...__ Luciel interrompeu, abrindo um sorriso pequeno e no entanto arraigado.__ Você esqueceu sua liga elástica na minha casa... Está comigo, quer que eu prenda seu cabelo?
__Pode prender...__ Jiang deu de ombros, um gesto mais nervoso do que casual.
    Luciel deu a volta em torno do corpo de Jiang, parou diante de suas costas e foi juntando o cabelo com as mãos. Prendeu entre os dedos de modo fazer um rabo-de-cavalo e ergueu ligeiramente a fitar-lhe a nuca.
__Você quer que eu vá com você?__ Luciel perguntou, quando na verdade estava chocado consigo mesmo por desejar beijar-lhe a nuca.
__Na verdade... Eu queria pedir para você ajudar o Syaoran... Caso ele tenha alguma dúvida, Lu.
    Luciel escutou o dito por Jiang prendendo por um instante a liga entre os dentes, logo depois Jiang sentiu ele prender parte de seu cabelo num rabo-de-cavalo um pouco mais alto que o habitual.
    Os fios mais curtos caindo soltos em torno de sua face que se aquecia involuntariamente.
    Em meio a um súbito e sôfrego silêncio.
    Por que Luciel continuava ainda encarando suas costas? Seu coração parecia cavalgar no peito, quando Jiang também não tinha o menor ímpeto de virar-se para olhar seu amigo de frente.
    Por isso, Jiang decidiu quebrar aquele silêncio que se colocava entre os dois feito uma cúpula.
__Luciel?...
__Tsc... Tenho vontade de fugir, toda vez que percebo que não consigo mais te ver do mesmo jeito.
    O sarcasmo em sua voz era insignificante perto da inquietude que afligia Luciel.
__E de jeito você me vê agora?__ Jiang virou um pouco o rosto, quase olhando por cima de seu ombro.
__Bem...__ Luciel tentou responder, como se fosse deveras difícil organizar as palavras em sua cabeça.__ É como se você fosse uma garota muita linda, que se eu pudesse... Não parava de beijar.
    Jiang se virou e o combustível para seu ímpeto renovado eram as palavras sinceramente desajeitadas de Luciel!
__Diabos que você me vê como se eu fosse uma garota!...__ Jiang exclamou a rir.
    Somente assim seus olhares colidiram e o clima obtuso entre eles se dissolveu.
__Tá, foi uma colocação ruim...__ Luciel também riu de si mesmo.__ Mas, é verdade... Sou tão teu amigo que entrei nessa fase bissexual maluca que você arrumou.
    Quando na verdade Luciel queria dizer que Jiang ficava lindo quando usava o cabelo preso mais no alto, que era charmoso as mechas finas soltas caindo em torno de sua face. E até seus dedos segredaram essa verdade no modo como tocaram despretensiosos as mechas soltas, ao passo que sorria para Jiang tendo seus olhares plenamente unidos.
__É melhor ter certeza, Lu... Porque eu estou mesmo afim de você e isso não é uma fase.
    Jiang também o disse como se fosse um segredo dos dois, seu dedo corria no cordão prateado com pingente de skate pendurado no pescoço de Luciel.
    Desse jeito que estavam, um tocando em algo que pertencia ao outro, Jiang sorriu sem mostrar os dentes e estalou um beijo na boca de Luciel.
__Então... Você faz o que eu te pedi?__ Jiang indagou assim que o beijo terminou.
__Com esse seu jeito de me dissuadir, é difícil dizer não... Você pretende demorar, Jiang?
__Não... Mas, sabe como meu pai é.__ Ele replicou a se distanciar devagar, seu dedo escorregou e soltou o cordão prateado que caiu pendurado acima do peito de Luciel.__ A gente se vê mais tarde, Lu.
     E Jiang desceu a escada após a última troca de olhares que tiveram.
     Luciel contou mentalmente os passos dele na escada de madeira forrada com carpete e tocou o lábio com o indicador e o dedo médio não pensando no "a gente se vê mais tarde", mas sim na confissão anterior.
   
                      "Porque eu estou mesmo afim de você e isso não é uma fase."
                                                              *******

          Ocupou um dos lugares vagos dentro do ônibus de cor azul e tirou aquele papel que já começava a querer rasgar de tanto viajar em seu bolso e ser desdobrado.

                          Lista dos lugares que o Huang gostava de ir:

Conservatório*
Garagem do Stan*
Escadaria do templo Kyuhyun*
Galpão da Escola Saix
Bar San Martin*
Antigo quarto do Huang


            Jiang marcara com asteriscos feito em caneta vermelha os lugares que tinha ido com Syaoran no domingo.
      Restava apenas a Escola Saix e o que tinha riscado no dia que fizera a lista: O antigo quarto do Huang.
     Não estava mais pensando em ir até o galpão da Escola Saix, local onde a banda de Huang ensaiava, porque desacreditava cada vez mais que ele estivesse na cidade.
     Ir até a casa de seu pai, entrar no antigo quarto de Huang, era uma de suas últimas alternativas para poder encontra-lo.
     Após encarar o papel em sua mão um tanto pensativo, tornou a guarda-lo no bolso e olhar distraidamente pela janela.
     Aquela paisagem em movimento.

     "Quem diria, Huang... Que algum dia eu iria atrás de você, fizesse tudo ao meu alcance para te encontrar... Justo você, que sempre fez de tudo para que eu te odiasse e te quisesse distante..."

3 comentários:

  1. A cumplicidade dos dois é tão lindinha! Acho que tô quase me decidindo qual dos dois casais eu gosto mais kkk
    Lu é muito fofo, poxa ♡.♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hum, vai por mim... Não se decida ainda. ^^"
      Porque eu já vou no capítulo 149 e caramba... Tem muito para acontecer.
      Mas, o Lu é fofo mesmo... Mais sentimental do que aparenta.
      Pessoalmente, também gosto da personalidade do Syaoran.

      Excluir
    2. Capitulo 149? :O Noss! kkkkk
      Obrigada por acalmar minha ansiedade, Mel! Eu sou muito afoita ahusha
      Eu gosto do jeito contrariado dele e como tem sido mais aberto à essa nova relação com Jiang, apesar de que ainda parece resistir um pouco.
      Gosto do Syaoran também :p Ele parece bobinho, mas fala umas verdades boas de vez em quando

      Excluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...