24.5.17

Linden Twins ♫ ♬ Capítulo 40 por Mel Kiryu


Capítulo 40
                                                                 
                    Voltar a loja de discos, era como sair de um mundo para entrar em outro.
        Nem bem passou pela porta, surpreendeu Luciel ralhando algo com Syaoran que estava encolhido num canto com a maior cara de arrependido!
__Mas, o que acontece aqui?__ Jiang interrompeu, não menos irritado.__ Vocês dois... Estão brigando desde a hora que saí?  
__Claro que não, Jiang!__ Luciel contestou.__ Mas, acontece que Syaoran está morrendo de medo da sua reação por ele ter arranhado um disco que um cliente pediu para ouvir e pretendia comprar!
    Jiang mirou-se em Syaoran que parecia um menino cabisbaixo após ter sido pego fazendo bagunça.

__Isso é verdade? Como você foi arranhar um disco, Syaoran?
__Ah, sei lá... Acho que minha mão escorregou, até o cliente ficou bravo comigo... Nunca um estranho me deu tanta bronca.
__Hum... Que disco foi arranhado?__ Agora Jiang fitava Luciel.
__Foi uma prensagem importada do David Bowie, edição limitada ainda por cima... E Syaoran deve ter a mão bem pesada, porque não foi um arranhão qualquer.
__Desculpe aí, Jiang...__ Syaoran suspirou pesadamente, um lamento intenso sabotava todo vigor de sua voz.__ Eu sou lamentável... Nunca mais coloco a mão no braço do toca-discos, nem mesmo chego perto.
__Olha, esquece...__ Jiang retrucou seco.__ Por que não saímos os três para comer alguma coisa? Na volta, a gente reabre a loja e vê o estrago no Lp e pensa melhor no que fazer... Além disso, do jeito que você é, Syaoran... Deve estar maluco para fumar.
     Luciel concordou numa mera troca de olhares com Jiang e Syoaran nem respondeu, apenas se deixou levar pelos dois.
   Não tinha mesmo vontade de conversar, só queria se desculpar, mostrar que estava arrependido.
   Além disso, Jiang estava pra lá de certo...
   Syaoran não via hora de poder sair para fumar um cigarro.
   Embora, não seria tão fácil driblar a própria ansiedade...
   Era uma sensação terrível sentir que tinha tanto a dizer, quando nem sabia quais seriam as palavras.                                                
                                                          ********
         Ao cair da noite de segunda, Jiang voltou para casa com Syaoran.
     Tinha chamado Luciel para jantar com eles e já fazia um tempo que Jiang estava sozinho na sua sala de música testando o vinil que Syaoran tinha arranhado acidentalmente.
    Não tinha jeito, o arranhão feito na transversal do disco atravessava duas músicas inteiras e agulha agarrava sempre no mesmo trecho, interrompendo a voz de David Bowie.
    Até que Syaoran apareceu na entrada da sala e pensando bem, Jiang nunca o tinha visto tão desanimado.
__Eu estraguei mesmo, não foi?... Me desculpa, Jiang...
__Chega de se desculpar, Syaoran.__ Jiang pediu erguendo o braço do toca discos suavemente e apenas um estalido baixo da aparelhagem ecoava pelas caixas.__ Não é o fim do mundo... Ainda posso aproveitar a capa, ou até vender por um preço inferior. Uma prensagem limitada não é fácil de arrumar, sei que não vou ficar no prejuízo total.
__Devia descontar isso do meu salário, sabe... Eu bem que mereço.
    E mesmo que Syaoran fosse mais alto, encostado ali na entrada da sala e tão cabisbaixo, parecia somente um garoto, um moleque tristonho que não conseguia perdoar a si mesmo por uma coisa tão boba.
__Por que eu faria isso?__ Jiang replicou guardando o disco dentro da capa.__ Você veio com tão pouco para cá, bem que eu estava pensando em sair contigo para comprarmos umas roupas... Tem poucas para você revesar o uso em sua mochila.
    Jiang que se distraiu guardando o disco entre outros arrumados numa estante alta de madeira, não compreendeu o jeito que Syaoran o olhava quando mirou-se em sua figura mais séria do que o normal, imóvel naquela entrada.
__Eu juro que não te entendo, Jiang.
__Hum? Por que?... Ficou tão zangado assim por eu não ter te castigado?__ Jiang questionou tendo um olhar tão inocente quanto atônito.
__Eu ouvi Luciel e você... Conversando lá em cima no estúdio de tatuagem, hoje de manhã.__ Syaoran retrucou, socando as mãos nos bolsos da calça.
__Mas... O que... Syaoran! Você ficou nos espiando?
__Um pouco... Fiquei no meio da escada... Mas, o caso é que eu estou sobrando. Isso não parece óbvio?
__Eu não sinto dessa forma.
__Olha, Jiang... Eu já sabia que Luciel gostava muito de você, ele já te ama como amigo! E eu passei umas boas horas com ele na loja... Gostar de outro homem é confuso para a cabeça dele, eu até que entendo, sabe? Ele tem medo de se magoar e sendo honesto... Também tenho.
__Espera! Só um segundinho aí... Você 'tá achando que eu vou te magoar? Ou ao Luciel?...__ Jiang tinha um falar agitado.__ Estamos falando sobre o que, afinal?
__Ouça bem o que você propôs agora mesmo para mim, Jiang! Você quer comprar roupas para mim, esse é seu jeito de demonstrar que me quer por perto... Mas, eu já te disse! NÃO dá para te ver só como amigo, caramba!
     Jiang quase esqueceu de respirar quando Syaoran se colocou de fronte ao seu corpo e o sacudiu segurando em seus ombros.
__Eu não sei explicar...__ Syaoran de súbito baixou a voz, mesmo o semblante de Jiang estando tão perdido e desnorteado, o achava lindo.__ Eu queria desde o início que o Luciel percebesse o que  sente por você, até porque... Você se sentia sozinho e pensava que não era amado.
     A voz, aquelas palavras, sacudiram Jiang mais do que as mãos presas aos seus ombros e repentino, seu olhar tornava-se razo d'água sem que pudesse evitar.
__Quando também me dei conta do quanto você quer namorar o Luciel... Levei um tombo das nuvens, porque... Por mais estranho que possa parecer... Perco a vontade de encontrar Huang quando estou contigo.
    As mãos que antes pressionavam seus ombros, abraçaram carinhosas sua nuca tendo a face de Syaoran tão perto...
        Sentindo sua respiração, os lábios dele encostando amoráveis em sua testa.
__Mas... Você mesmo disse...
    Jiang ainda tinha os lábios de Syaoran tocando a sua testa, os dedos dele afagando sua nuca por baixo do cabelo. Interrompeu a si mesmo, tomado por alguma emoção crescente e desconcertante.
__Você mesmo disse, Syaoran... Que pensou em Luciel para cuidar de mim em seu lugar.
    Voltaram a mirarem-se um no outro e embora sentisse as carícias de Syaoran, hesitava em toca-lo. Jiang tinha a forte sensação que não tinha o direito e que possivelmente, o tinha magoado sem mesmo querer.
__Pensei que nós dois estávamos de acordo sobre isso, Syaoran.
__Pensou errado... Eu também pensei e por isso mesmo...
    As mãos de Syaoran entraram tão quentes em seu cabelo que nem fez questão de resistir ao lábios dele cobrindo sem mais os seus, aprofundando o que tinha começado com uma discreta carícia repleta de calor.
    Durante aquele beijo, chegou a esquecer do que falavam, esquecer que tornar as carícias recíprocas não era uma ideia muito justa afinal.
   Segurou-se em Syaoran tornando seus corpos mais juntos e tornou a ouvir-lhe a voz num cochicho assim que seus olhares voltaram a se encontrar.
__Jiang... É melhor eu voltar para Shoei... Você sabe... Sozinho.
    O fascínio do beijo se desmantelou ao som daquelas palavras, quase tão soltas quanto folha secas.
__Mas... Por quê?__ Jiang se afastou somente um pouco, seus dedos não conseguiam se soltar da blusa de Syaoran.
__Por que?...__ Syaoran riu, acariciando com a ponta dos dedos o queixo de Jiang.__ Olha para nós dois, Jiang... Todo dia ficou doido para te agarrar e agora mesmo... Eu ia adorar tirar cada peça de roupa que está vestindo.
    Jiang sentiu a pele cobrindo as bochechas se aquecer, no entanto, não podia sorrir e tão pouco deixar Syaoran partir, por mais que fosse (e era!) demasiado contraditório o que sentia.
__Só que eu não posso tirar sua roupa... Posso? Luciel está vindo para cá... É por isso que digo que estou entre vocês dois.
    E para terminar de simplificar a sua pequena explicação, Syaoran beijou a bochecha quente de Jiang e se afastou, tencionando deixar a salinha de música.
__Syaoran!__ Jiang exclamou no impulso, desnorteado consigo mesmo.__ Eu não quero que você vá embora... Nem dessa sala, ou desta casa.
     Claro que as palavras de Jiang fizeram Syaoran frear a vontade dos pés, tornar a mirar-se metade surpreso, metade fascinado em seu confuso anfitrião.
__Jiang!__ Syaoran riu e pronunciou o nome de Jiang como se fosse um belo absurdo, quando a relação que tinham era sem dúvida inacreditável.__ Está pedindo para eu desistir de procurar Huang?
      Jiang arregalou seu olhar, seu lábios inferior formigava e sua garganta revela-se ressequida pelos desejos incompreensíveis de seu emocional.
__Não... Quero dizer, não sei bem... Eu só quero que você fique, besta.__ Jiang retrucou subitamente irritado, seu tom era de mau-humor.
      "Posso até entender se quiser ir embora com Huang, mas eu não aceito que fique sozinho... Que se sinta sozinho em Shoei."__ E o pensamento de Jiang completou, mas estas sentenças não tiveram a coragem que precisavam para escapar em viva voz.
     Jiang não esperava de modo algum que Syaoran pudesse cogitar deixar de procurar Huang.
   Tinha sido tão repentino, que as palavras e as carícias de Syaoran criaram uma bagunça nos sentimentos que tinha organizado, posto no devido lugar...
    Tinha imaginado que cedo ou tarde Syaoran voltaria para Shoei com Huang, por conta disso, Jiang havia decidido ter sua própria história de amor com Luciel.
    Mas... E se Syaoran desistisse de seu irmão?
    Como poderia colocar de lado o que sentia por ele?
     Essa forte atração que sentia revestida por uma paixão visceral sem sentido.
     Syaoran estava mais uma vez parado na entrada da sala de música quando puseram-se a vislumbrarem um ao outro com uma instigante insensatez.
     Tal como se o beijo pudesse recomeçar entre suas bocas a qualquer segundo.
       E para quebrar o deslumbre daquela inércia amorosa, ouviu-se a campainha tocar...

                                             

23 comentários:

  1. Eita, que capitulo tendo >.< Engraçado que o próprio Syaoran fez Lu e Jiang perceberem o que sentiam um pelo outro, mas agora parece arrependido. Esse triangulo amoroso tá cada dia mais complicado!
    Syaoran parece um cachorrinho perdido, dá vontade de botar numa coleira e levar pra casa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. *tenso kkk
      Eu fico agoniada quando meu celular me sacaneia

      Excluir
    2. Pior do que meu corretor no celular, é quando eu é que me sacaneio ao digitar tudo errado. :P

      Foi cheio de reviravoltas emocionais, né?
      O Syaoran é um cupido atrapalhado... Acho que se acertou acidentalmente com uma de suas próprias flechas.
      Mas, o Jiang também é confuso com suas emoções e não colabora para a situação se resolver.

      Excluir
  2. Eu não digo, Syaoran é um cachorrinho ( daqueles que faz as asneiras, mete o rabinho entre as pernas e faz aqueles olhinhos bugalhudos que faz uma pessoa perdoar com facilidade
    Mas tá mais que visto que eles se amam, só tem um monte de questões no meio atrapalhando, ou os beijos naquela sala tinha prosseguido

    ResponderExcluir
  3. Syaoran é uma pessoa doce, sem mais. :) Mas, também pode ser considerado a um cachorrinho porque é devotado a quem lhe dá carinho.
    Os beijos e algo mais, com toda certeza!
    Olha que o Syaoran ainda cobra do Luciel o que ele acredita ser dele... Ainda que não deixe de ser namorado do Huang.

    ResponderExcluir
  4. Só lhe falta arranjar coleira ^^"
    Ah com toda a certeza... em jeito canino... acho que queriam acasalar
    Ai o Lucil arranca-lhe os cabelos de vez.... acho que o problema é mesmo o Huang porque com ele por perto o Syaoran deveria decidir melhor o que sente...

    E respondendo ao anterior:
    Consigo ouvir meu grilo mesmo estando no andar de cima, ele canta muito bem...
    Aqui elas também cantam de madrugada e como tem um ribeiro na frente da minha casa ouve-se bem elas a cantar
    É curiosa sim á poucos dias achei uma joaninha amarela, alaranjada, achei que só existiam joaninhas vermelhas
    Verdade e ele gosta de tudo e de mostrar tudo e capaz de arrancar uma erva qualquer e vir dar á gente

    ResponderExcluir
  5. Desculpe a demora, Rima.

    Acasalar, sem dúvida... Acho que ainda podem fazer isso nessa mesma noite.
    Bom, o Luciel e o Jiang não são oficialmente namorados (ou pelo menos ninguém tocou nesse assunto, só trocaram uns beijos e deram um amasso gostoso no sofá). Então, o Luciel se for confrontado pelo Syaoran não vai ter uma reação das melhores, mas também não vai poder dizer "o Jiang e meu, dá licença?"

    Não falta muito para o Huang dar as caras, aí que as coisas mudarão de figura.

    Menina, sabe que já até apareceu joaninha verde aqui em casa? Adoro besouros... Mesmo os grandes, são tão interessantes. (Claro que alguns dão um pouco de medo se for levar em conta a aparência e tamanho)

    ResponderExcluir
  6. Nessa mesma noite! o-O
    Bem que eu esperava o Jiang dizer ( o Luciel vem agora, mas depois de ele ir embora a gente tem tempo rrsrs)
    Sim, mas mesmo com uns beijinhos e não sendo oficialmente namorados, podia-lhe subir os ciumes e a ira que tem pelo Syaoran

    É ele quem falta mesmo( Huang devia-se sentir importante aparece tudo muda)

    Sério? Verde eu ainda acharia mais estranho
    Besouros tem tempo que não vejo...
    Se for grandes demais acho que fugia...

    ResponderExcluir
  7. Sim, é que primeiro escrevi uma conversa do Syaoran com o Luciel e no capitulo seguinte o Syaoran pede ao Jiang para passar a noite com ele. (Isso até pode ter passado pela cabeça do Jiang, afinal, ele não se nega em fazer sexo com Syaoran... Sinal que o Luciel estava naquele instante em segundo plano)
    Enciumado o Luciel vai ficar, mas ele vai ficar com tanta raiva... (se não estiver ocupada posto o capítulo seguinte para você).

    A grande ironia é que o Huang não se sinta nada importante... Quando o enredo gira praticamente em torno dele.

    E sabe que andou aparecendo aqui uns besouros rinocerontes? O aspecto deles amedrontam um pouco, mas pesquisei sobre eles e descobri que são inofensivos.

    ResponderExcluir
  8. Entendi... puxa.... esses três ainda vai dar confusão ( como se negar se sente atraido por ele? Acho que o Luciel teve sempre em segundo plano no amor, só é um substituto)
    Eu não estou ocupada não, estou apenas desenhando...

    O Huang tem que dar primeiramente valor a si... assim percebera como tem valor
    (imaginando o Huang sentado numa poltrona com o globo terrestre por baixo dele)

    Eu já vi desses, na minha antiga casa apareciam muito deles, não me lembro mesmo de eles fazerem mal
    lembro tambem de dar um anime na teve que se chama mushiking (acho que era assim que se escrevia) que era em torno de besouros

    ResponderExcluir
  9. Desenhando? Puxa, que bom!
    Eu só tenho que achar uma imagem para o capítulo, olhei na pasta no PC e não tem nenhuma que calhe com a situação.

    (Gostei, tô imaginando junto com você!)

    Não conheço esse anime... Que coisa, um anime em que a história gira em torno de besouros? Esse é novo para mim.

    ResponderExcluir
  10. Fazia tempo que não andava desenhado e tinha uma imagem na mente que queria fazer ^^"
    Tem tempo Mel não se preocupe...

    (Imaginado eu junto com o quÊ? Tou lenta hoje...)

    Sim eu procurei é Mushiking mesmo, Os guardiões da floresta, Mushiking, o mushiking é o rei dos besouros, mas só aparece para salvar um dos guardioes da floresta que andava á procura de uma maneira de salvar a mãe que foi transformada numa flor
    eu adorava ver esse anime em criança

    ResponderExcluir
  11. Achei uma imagem e consegui postar, tá?

    (Imaginando o Huang sentado sobre o globo terrestre e no rosto dele aquela expressão pensativa e o olhar distante de quem não se deu conta da situação)

    Eu acho que esse anime nunca passou por aqui... Ao menos acho.
    Se bem que tem uns animes que levam para Portugal e não vem aqui para o Brasil.
    Soube que aí está saindo Dragon Ball Super.

    ResponderExcluir
  12. Eu irei ler daqui apouco tou só a acabar de jantar...

    (ah sim... e visto de cima chega bem a essa conclusão)

    Tem anos que vi isso...
    É capaz de ter saido não sei.... mas na televisão normal ja não passa mais (só naqueles pacotes de canais que as pessoas tem que pagar para ter... eu não tenho)
    Como Sailor moon também saiu algo novo que ouvi falar mas tambem nao sei bem ao certo o quê

    ResponderExcluir
  13. Tranquilo, sem pressa... E bom apetite!

    Aqui passa pouquíssimo anime na TV atualmente... O que é uma pena.
    Acho que nem em TV à cabo passa (se passar é pokemon e Naruto clássico)

    ResponderExcluir
  14. Obrigado... já terminei e já li seu capitulo
    Eu bem imaginava a ira do Luciel... mas aquilo foi puro ciume, o Syaoran tambem o soube provocar, e ainda assim voltou para casa abanando o rabo como se nada se passasse, acho que o Syaoran está sendo o primeiro a perceber o que quer...

    Aqui tambem... para o Martim ver, mesmo aqueles desenhos animados mais infantis a gente tem que baixar da net e passa-los para uma pen para ver na tv.
    (aqui ja nem pokemon e naruto nunca passou em tv normal...)

    ResponderExcluir
  15. Olha que você até tem razão, Syaoran está percebendo bem seus próprios sentimentos, porém eles vão tornar a se bagunçar quando o Huang aparecer... Aliás, só de receber a notícia que Huang voltou, o Syaoran ja vai ficar meio sem chão.
    E o Luciel não ficou só irado e enciumado não... Ele ficou foi magoado pelo Jiang ter pedido para o Syaoran ficar.

    Eu também tenho que baixar desenhos e animes... Eu sou suspeita para falar sobre programação de TV, já que eu pouco vejo TV. Mas, do que as pessoas daqui de casa vem... Olha, é muita reprise!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. *as pessoas daqui de casa veem (digitei errado, porque foi as pressas, estavam batendo na porta)

      Excluir
    2. sem problema,não deixe que deitem a porta abaixo ^^"

      Excluir
  16. Eu até entendo que seus sentimentos fiquem bagunçados afinal seu amor era o Huang era ele quem ele procurou dias
    Tenho a sensação que o Luciel não vai querer nem olhar para a cara do Jiang no dia seguinte

    Eu também entendo pouco da programação da tv.... interessei-me outro dia porque ia passar um filme que queria ver Jacinta, e ai eu fico esperando ele ver e alteram para uma hora mais tarde, nem vi mais!
    Acho que em termos de televisão estamos iguais por aqui

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mel infelizmente vou ter de sair...
      Beijinhos e até amanha <3

      Excluir
    2. Ok, Rima. Obrigada pela conversa :)
      Bom descanso e até amanhã.
      beijo, beijo

      Excluir
  17. No dia seguinte? O Luciel deve não querer ver o Jiang por uma boa temporada.

    Então, o melhor a fazer é desligar a TV e ler um bom livro. ^^" (Falando nisso, comecei a ler O apanhador no campo de centeio).

    ResponderExcluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...