15.5.17

O Segundo Anjo - Crônicas de Antuerpéria chapter 21 por Mel Kiryu


Parte 3 Chapter 21  Mais do que um mal presságio
                                    Um plano friamente calculado pelo mau

       A água do tonel estava gelada.
      Esqueceu que tinha o canto de seus lábios feridos e crispou a face ao sentir arder ao contato da frigidez da água, mas lavou todo o rosto e o interior de sua boca, as beiras do cabelo enquanto o sol ainda ameaçava erguer-se no horizonte.
     Em sua mente, vagava as últimas impressões da noite.
     E lamentava estar tão cansado no dia anterior, o sexo que tivera com Shou fora fugaz como um sonho.

     Sexo com um toque de irrealidade fulminante.
     Lembrava das sensações vagamente, mas não havia lhe escapado o detalhe de que Shou estava mais seguro em sua sensualidade, seus encantos tinham desabrochado por completo em todos os dias em que ficaram separados.
     E com quem ele tinha praticado essas novas facetas?
     Evidente!
     Etzel estapeou a água no tonel rangendo os dentes com raiva, encarando seu reflexo distorcido na água gelada que se agitava em virtude do golpe.
      Não era tudo o que lhe causava irritação.
      Tudo bem que acordara tendo Shou ao seu lado, mas bem que praguejou baixinho ao perceber que do outro lado Jang dormia com ele de conchinha e que o braço do ruivo passava possessivo por cima da cintura do seu anjo.
      Não tinha condições de manter a trégua que selara com Jang Hae.
        Era como entregar o ouro ao bandido!
     E o bandido em questão era jovem, era belo e forte e tinha asas... Um anjo híbrido que parecia ter todas as vantagens sobre Etzel.
     Etzel, agora Tristan, um mago que mal podia usar os poderes, tão limitado e sem seu olho esquerdo. Sem poderes para voar, provido apenas de uma capa, uma salamandra negra e uma égua alazã.
    E um alforge repleto de magia inútil.

         O sol começava a se fazer notar em Holden quando Shou apareceu voando por cima de uma das torres, Etzel que estava prendendo a sela na égua que pastava na parte frontal do castelo, pregou calado o olhar nele a vir em sua direção, logo depois de um pouso suave.
    Trazendo algumas frutas os braços.
__Ora, bom dia... Onde foi que conseguiu isso, Shou?
__Descobri sem querer um pequeno pomar descuidado na parte inferior do castelo... Claro que estava abandonado, havia muitas frutas no chão e algumas árvores estão tomadas por erva de passarinho... O que é uma pena.
    Shou tinha um sorriso discreto entre os lábios quando estendeu uma fruta para Etzel.
__Gosta mesmo desse lugar, não é?__ Etzel retrucou tomando a fruta de casca vermelha, puxando um pequeno punhal preso na lateral do alforge.
__Gosto... Mas, não se compara com a  Vila Myeon, as fontes cálidas da montanha Damion... Com sua morada na Aldeia de Hanja.
__Foi onde tudo começou, hein Shou...__ Etzel redarguiu cortando uma fatia da fruta, repartindo entre ele e sua montaria presa ao arreio.__ Gostaria de voltar no tempo e impedir sua partida.
    E Etzel o disse com um sorriso despretensioso, sem vestígio de amargura ou lamentação, não que esses sentimentos não o tivessem rondado um pouco mais cedo.
__Etzel... Acha que algum dia... Eu poderei voltar a aldeia de Hanja?
    Antes de responder, Etzel deu um pedaço fatiado e generoso na boca da égua e se aproximou apenas um pouco mais de seu anjo.
__Eu vim para isso, Shou.__ Segurando na mesma mão o restante da fruta e o punhal, precisa ter uma mão livre para poder afagar devagarinho o rosto níveo dele.__ Para te levar de volta... Para tudo ser como antes... Somente nós dois e quem sabe... Yang entre os arbustos de hibisco no quintal.
      Todavia, ao pronunciar "... Somente nós dois" a voz de Etzel estremeceu de modo quase imperceptível. Logo lembrou-se de Jang Hae e o quanto a existência dele tornava seus anseios improváveis.
    Talvez, impossíveis.
    Ia retirar sua mão desiludida da face de Shou, mas sentiu os dedos de dele tocarem os seus.
    Etzel perdeu a coragem de desfazer a carícia.
    Mesmo assim, engoliu torto um pedaço de fruta depois de morder e acabou indagando um tanto mais sério:
__E onde está Jang?
__Foi até o topo da colina... Tinha deixado alguns pertences com Saga, coisas que vamos precisar durante a nossa jornada.
__Melhor que ele não demore... Quanto mais cedo partirmos, melhor.
__Etzel... Ontem...
    Mas, Shou deteve suas palavras quando Etzel arregalou o olhar por um instante a olhar absorto para o céu, parecia numa espécie de transe e seus dedos seguraram com carinho apreensivo na mão dele.
    Somente ao sentir seu toque de um jeito mais intenso é que Etzel tornou a olhar em sua direção, ainda preso dentro de uma pequena aparente confusão.
__Etzel?... O que...
__Não, não é nada... Nada mesmo, só estava pensando que é melhor você ir até a colina apressar Jang... Já preparei a égua, estou pronto para partir.
__Tem certeza? Etzel...
    Precisava tranquilizar Shou, ou ele não faria o que tinha pedido. Por isso, Etzel puxou a mão dele que antes envolvia a sua e beijou-a com extremo carinho.
    Dosando naquele beijo o amor, a preocupação e escondendo decididamente o pânico que o invadia secretamente.
__Por favor, deixe essas frutas por aí e faça o que pedi... Agora, Shou.
__Você... Não vai embora sem mim?__ Shou questionou absorvendo para si a confusão que era de Etzel.
__Eu nunca faria isso.__ Etzel confirmou beijando-lhe de leve os lábios.__ Confie em mim... Apenas vá.
     Shou largou as frutas no chão, acariciou num pequeno instante os lábios de Etzel e cedeu algo inseguro ao pedido dele. Já tinha suas asas à mostra e teve apenas que arqueá-las feito um grande pássaro subindo aos céus.
     Em contrapartida, Etzel o observou se distanciar em direção a colina e o mal presságio que crescia e se expandia cruelmente tornava-se insuportável de carregar sozinho.
    Vislumbrou mais uma vez a direção do céu contrária a colina, ciente que não teria tempo de fugir.
    O sol prestes a tocar a fronte do castelo.
   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...