11.6.17

Linden Twins ♫ ♬ Capítulo 46 por Mel Kiryu


Capítulo 46

      Shoei era bem maior do que a cidade em que morava.
     Tudo parecia ficar distante.
      E ao mesmo tempo, ainda que grande, era pulsante e intensa.
      Não era átoa que a banda de Huang se mudara para Shoei, uma cidade cheia de clubes e bares, até mesmo teatros e arenas próprias para espetáculos.
      Mas, ao mesmo tempo que combinava com as pretensas ambições de Huang, também destoava daquela pequena lista que tinha feito.

     A intenção de isolamento em Huang também era marcante.
     E quando Jiang foi até a estação de metrô com Sying, estava irritado com a abundante movimentação.
    Nunca tinha se dado conta do quanto odiava cidades grandes até aquele momento e caía verdadeiramente em si, percebendo que jamais teria dado certo se Huang não o tivesse substituído no último instante. Jiang teria ficado insatisfeito se continuasse sendo o contra-baixista provinciano vivendo nas noites alucinantes de Shoei.
     Ocupando um dos lugares no diminuto espaço de um dos trens daquele metrô, estava perdido em pensamentos, tendo uma elucidação atrás da outra.
     Que apesar de concordar que nunca se adaptaria a vida numa cidade grande, ainda se sentia magoado e ferido por Huang tê-lo descartado como músico da banda que não deixava de ser um tanto sua.
     Esse fluxo de pensamentos foi bruscamente interrompido pela voz discreta de Sying, parado ao seu lado e também de pé e imprensado pelos outros passageiros.
__Está pálido, Jiang... Está passando mal?
    Jiang estremeceu de leve e sentiu o guarda-chuva de alguém espetar sua costela, seus dedos se apertaram ao suporte pendurado enquanto se equilibrava.
__Estou?... Ah, não... Estou bem... Mas, quando olho para você... Parece mesmo aborrecido, Sy.
__É tanta coisa, Jiang... Você não deve saber, mas estou morando com Dai... Quero dizer, estou mesmo junto do Dai, entende?
     Sying falava tão timidamente, não tinha mudado nada, ainda parecia um filhote de gato precisando de colo.
__Namorando... Quer dizer?__ Jiang sorriu por um momento, sabendo que Sy provavelmente ia corar de vergonha.
__Bom, é... Talvez, você também não saiba...__ E Jiang descobriu que Sy estava tristonho demais para corar.__ Mas, o Dai se revelou muito apaixonado pelo Huang logo que nos mudamos para Shoei.
    Seus corpos trepidaram sobre os tênis e Jiang fez uma pequena careta, algo surpreso.
__Não sabia mesmo! Se bem... Que por alguma razão, isso não me surpreende.
__De qualquer modo, Huang não estava interessado.__ Sying contou, tão ausente de sorriso quanto antes.__ Após alguns meses, Dai e eu fomos morar juntos... E Huang se envolveu com Syaoran.
__Puxa, pelo visto o Enlai é o único hétero na banda.
    O modo que a cabeça de Sying se moveu fazia parecer que tinha assentido. Mas, do jeito que seus corpos volta e meia trepidavam, não dava para ter plena certeza.
__O caso...__ Sy continuou, também perdido em pensamentos.__ É que eu sempre tive receio que  o Dai ainda gostasse do Huang e desde que seu irmão sumiu... Dai está diferente e ontem, quando avistamos Huang... Ele praticamente me largou para ir atrás dele.
     Jiang apenas ouvia, tinha os olhos em Sy e percebia o quanto ele também estava magoado.
   Não apenas magoado, mas se quer conseguia conter o que sentia. Ainda que os dois estivessem num trem lotado de metrô, lágrimas desceram pelo tosto tenso de Sying e ele cerrou as pálpebras durante dois ou três segundos.
__Depois disso...__ Sy redarguiu ainda mais cavo.__ Dai nem se quer ligou...
__E pelo visto, nem você foi a procura dele.__ Jiang observou, sentindo a própria garganta quente.
__E para que?__ Sy esfregou discretamente o rosto úmido na própria manga, um gesto minimamente desamparado.__ Para descobrir o que eu já sei? Se bem que... Quando te vi chegando com Syaoran cheguei mesmo a pensar que era o próprio Huang.
__Você acha tão estranho assim que eu venha a Shoei por causa do meu irmão?__ Jiang acabou perguntando num tom aborrecido.
__Como não achar?...__ Sy quase sorriu olhando vagamente para frente.__ Se há três anos que você está distante de todos... Huang também não tocava em seu nome, era como se Jiang Linden nem existisse.
__Eu sei...__ Jiang refilou em meio a um suspiro pesado.__ Não faz ideia de como foi difícil convencer Syaoran que eu não era Huang... Meu irmão nunca fez questão de fazer a menor menção ao meu respeito.
__Já parou para se perguntar por que está aqui?
    O modo como Sying lhe lançava o olhar, dava a entender que o próprio Sying se fazia a mesma pergunta.
     A primeira resposta que lhe veio foi que estava em Shoei por Syaoran.
    Todavia, Jiang não parecia convencido de seu próprio argumento e não conseguiu responder, tendo que cavar a resposta no mais fundo de si.
__Eu não sei, Sy... Talvez, eu não tenha certeza do meu próprio lugar... Huang tirou de mim um sonho que também era de vocês.
    Quando essa também não era a resposta certa, enquanto os dois calavam e seu corpo perdia por um instante o equilíbrio, seu ombro bateu e empurrou sem querer o corpo de Sying.
   Jiang tombou de leve para frente dentro daquele trem, ficou nas pontas das botas marrons e tornou a se equilibrar enfiado nos recantos pouco convidativos da própria mente.
    A resposta por mais complicada que fosse se resumia ao Huang.
    Depois de três anos distantes, não podia mais adiar esse reencontro.
    Haveria algum modo de resolver as diferenças?
    Jiang temia que a resposta fosse "não".
       

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...