25.6.17

Linden Twins ♫ ♬ Capítulo 52 por Mel Kiryu


Capítulo 52

        Ficou sozinho na sala durante o tempo, sentindo o frescor da noite adentrando somente por uma das janelas que estavam abertas.
      Primeiro Jiang se sentou em uma das almofadas no chão e ficou ouvindo os recados da secretária eletrônica de Huang.
      Haviam vários recados gravados.
      A mensagem de Huang a quem ligava era simples e direta, era como ouvir sua própria voz.
 
       "Você ligou para Huang Linden. Não estou em casa, quase nunca estou, então deixe seu recado após o sinal." ♪



         Ouviu os recados deixados por seu pai e Syaoran, por Enlai e Dai, por pessoas que não conhecia tal como um dono de bar e duas ou três vozes femininas.
         Até que os recados terminaram.
        E passava das dez e meia da noite.
        Não tinha ouvido Syaoran em nenhum momento, nem tinha-o visto andando pelos cômodos do apartamento.
     O que será que ele andava pensando?
      Já Jiang pensava em tantas coisas... O nome de Luciel estava perdido entre esses pensamentos.
    Mas, acima de tudo, lembrou-se de uma das situações que Syaoran ainda acreditava que sua pessoa era Huang.
      Numa manhã em que Jiang estava trancado no banheiro de sua casa e Syaoran o abordou do outro lado da porta.
    Depois de algumas palavras trocadas em tom abafado, contidas pela porta fechada...

         Ouviu ele bater com força, quase a esmurrar.
         A porta tremelicava fechada.    
      Jiang hesitou, mas acabou abrindo e Syaoran quase caiu, se segurando na maçaneta.
__Por que tanto escândalo?__ Jiang inqueriu destilando desdém.
__É que... Eu pensei que...
__O quê?... Fala de uma vez, criatura!
    Syaoran vasculhou o banheiro com o olhar, o chão estava todo molhado, havia uma pequena desordem. As roupas sujas de Jiang no chão e uma poça fria debaixo dos pés dele.
__É que...__ Syaoran tentou recomeçar.__ Lembra aquela vez... Que ameaçou a cortar o pulso na minha frente? Desde esse dia... Tenho medo que você corte o pulso quando eu não estiver por perto.
     Jiang que já estava gelado, arrepiou-se por inteiro e empalideceu.

         Era Huang quem tinha ameaçado a cortar o pulso na frente de Syaoran.
       Essa era sua tragédia anunciada, sua mensagem sutil de que cedo ou tarde, era o que faria.
       Jiang olhou acaso para a direção da mesa estilo kotatsu na sala e viu um pacote sanduíches que a senhora Apfel tinha preparado pensando nele e em Syaoran que passariam a noite naquele apartamento.
     Tinha arrumado o ensejo perfeito para estar com Syaoran.

            Deixando a sala, passou pela pequena cozinha e espiou o banheiro deitado em escuridão como se houvesse algum fantasma habitando seu interior.
    Jiang não tardou em descobrir que os dois maiores cômodos daquele apartamento de solteiro, eram a sala e o banheiro.
      Havia um único quarto.
    O quarto de Huang, pouco maior que a cozinha.
    A porta somente estava encostada e engolindo à seco, Jiang a abriu.
    Avistando Syaoran sentado sobre um baú grande confeccionado em boa madeira.
    Folheando a agenda de capa dura de Huang, tendo em seu semblante, no cabelo escuro que caía em sua testa, traços evidentes de uma calada desolação.
   Seus olhos devotados às palavras, tal como se fossem seu sustento.
   Ainda da porta, Jiang passou o olhar naquele quarto certamente diferente do quarto de Huang na casa de seu pai.
    Talvez, em razão do quarto não ter muito espaço, havia nele um sofá cama de casal, que naquele instante estava fechado.
     Também viu uma estante estreita e alta arrumada com livros e uma coleção modesta de discos de vinil.
     Bem que tinha visto um toca discos numa prateleira de canto na sala.
     A janela aberta pela metade, fazendo sacudir levemente a persiana de bambu.
     Jiang tirou um pigarro da garganta, movido por algum nervosismo.
__Syaoran... Fazem horas que não comemos nada, eu trouxe alguns sanduíches que a senhora Apfel fez para nós dois.
     Era raro ouvir Syaoran suspirar, mas foi o que houve.
    Suspirou erguendo o olhar, mordendo de leve o lábio interior a fixar-se vago em Jiang, sem assentir ou discordar.
    Por isso, Jiang entrou no quarto e sentou-se sem jeito ao lado de Syaoran.
    O farfalhar dissonante da sacola de papel se colocando no lugar de suas vozes enquanto Jiang abria a embalagem.
__Você morava aqui com Huang? Notei o sofá cama de casal.
__Eu meio que morava aqui e na casa da tia Nahoko... Tem umas coisas que são minhas nesse baú.
    Jiang tirou um sanduíche da embalagem de papel e entregou para Syoaran que retrucou "valeu".
   E de súbito, passou pela cabeça de Jiang que nunca tinha perguntado para Syaoran sobre sua família, nunca havia lhe ocorrido que alguém poderia sentir a falta dele em Shoei.
   Isso porque... Queria tanto tê-lo por perto, bem ao seu lado.
   No entanto, estava consciente que não poderia mais desejar algo assim.
   Syaoran nunca fora de fato seu.
   E depois de ter usado os sanduíches como pretexto, o próprio Jiang não conseguia comer.
__Mas, Syaoran... E sua família? Vi que Huang escreveu seu sobrenome do lado de fora do envelope.
__Esse sobrenome foi me dado dentro de um orfanato, ninguém sabia quem eram meus pais... Fui encontrado sozinho numa estrada quando tinha dois anos, ao menos foi isso que me contaram.
__Você... Cresceu dentro de um orfanato?
__Foi, ué...__ Ele deu os ombros mordendo o sanduíche, sua outra mão segurava a agenda agora fechada em seu colo.__ Nem faço ideia do meu nome de batismo... Eu estava sozinho caminhando entre a mata e a beira de uma estrada quando me encontraram, por isso me deram o nome de Syoaran... Quer dizer "pequeno lobo".
     Não havia afetação alguma na voz de Syaoran ao contar, ser órfão era algo que parecia ter superado.
    Contudo, Jiang deixou-se recair em seu próprio silêncio, pensava no pequeno Syaoran entre a mata e a beira da estrada, seus olhos escuros e quentes emoldurados no rosto infantil possivelmente sujo de terra.
    Quando o que realmente perturbava Jiang era o agora... A noite do adeus.

23 comentários:

  1. Nossa tadinho de Syaoran :/ Ser encontrado sozinho em uma estrada, tão pequeno. Será por isso que ele meio carente, às vezes... Não parece algo tão superado assim. Huang tão importante pra ele e sumir assim, é um baque e tanto... Meio que foi abandonado de novo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Golden!
      Embora o Syoran tenha tido a infância mais complicada dentre os quatro personagens, ele é o personagem mais de boa com tudo... Claro que ele é carente e mesmo que ele volte para o Huang, também se apegou muito ao Jiang (a grande ironia é que ele nunca seria abandonado pelo Jiang)... Para você ver como é o Syaoran, mesmo tendo sido abandonado pelo Huang, ele ainda quer ficar ao lado dele (e mesmo que o Huang não queira!).

      Tudo bem contigo? ^^"
      Um tempão que não nos falamos.

      Excluir
    2. Oi, Mel! Tudo bom sim, um pouco agoniada por conta da universidade, mas tô
      seguindo... E vc?

      Vdd, ele é bem "deboas", mas eu acho que isso ainda deix marcas, mesmo sem ele perceber. Syaoran se apegou a Jiang e vice-versa, né? Kkkkk Bagunçaram-se os dois nessas semanas sem Huang e essa despedida foi bem triste... Eu sinceramente torço muito pra Luciel ficar com Jiang, mas senti tanto pela despedida... Mas entendo que o amor de Syaoran por Huang é forte e ele quer ajuda-lo a melhorar..

      Excluir
    3. Eu tô indo também... A bem dizer, escrevendo um tanto compulsivamente, rsrs... (o estado fundamental da Mel)

      Sempre deixa, mas eu acho que faz muita diferença o modo como o Syaoran encara os próprios problemas. Sim, um se apegou ao outro, mais do que imaginam...
      O Jiang bem que vai atrás do Luciel e do jeito que o Jiang é persistente, até consegue realmente chegar nele, mas os dois ainda vão ter muito o que conversar.
      Assim como o Huang e o Syaoran.

      Excluir
    4. Já eu não estou conseguindo escrever esses dias e nem é por falta de vontade kkkkk Aqui no nordeste as festas de são joão são bem agitadas e por aqui fica um 'inferno' de barulho! Não consigo fazer nd ;/

      É vdd ^^' Ele não parece se deixar abater tanto por algo... Que bom saber disso, mas me preocupa esse "muito o que conversar", ao mesmo tempo que vejo o quanto é necessário... Eu espero que eles se acertem, são tão fofos juntos...
      Eu aposto que essa conversa de Huang e Syaoran vai girar muito em torno de Jiang :p

      Excluir
    5. Nem por isso...-.-"
      Aqui fim de semana fica infernal por causa do funk.
      O pessoal da vizinhança não sabe ouvir música só para eles não... É estridente e ainda por cima aquele monte de conteúdo depreciativo e cheio de palavrões. Poluição sonora associado a falta de educação é uma péssima combinação. (faça como eu, Golden, escreva usando fones de ouvido, rsrs...)

      Ah, o Huang ainda vai é ralhar como Syaoran por ele tê-lo confundido com o Jiang ^^"
      E o Luciel... Ah, às vezes eu tenho dó das confusões que existem na cabeça dele para aceitar por completo o que ele sente pelo melhor amigo.

      Excluir
    6. Aqui em casa são os "arrochas" (conhece? kkk) e pagodes com letras cheias de conteudos depreciativos também.. É Super irritante!! Obrigada pela dica, Mel, mas eu sou bem chata quando o assunto é estudar ou escrever... Eu preciso de paz e de concentração, qualquer som ou movimentação me irrita...

      Eu imagino aquele gatinho com os pêlos eriçados e as garras afiadas de raiva por conta do irmão... Vai ser bom se Syaoran conseguir acalmar ele (e tenho ctz que vai ser difícil alguém acalmá-lo!!)
      Ah..Mas deve ser bem complicado pro Lu começar a sentir outra coisa pelo Jiang além da amizade... Ainda mais ele que desde o começo parecia bem 'heterozão'.

      Excluir
    7. *Aqui em casa são os vizinhos com os "arrochas".
      Ficou parecendo que o povo aqui escuta isso, mas são os de fora hauhsua

      Excluir
    8. Eu entendo... Você é metódica e sistemática, precisa de todo um ritual para conseguir se concentrar e deixar fluir.
      Não, arrocha eu não conheço e pela descrição, prefiro não conhecer. ^^"

      Hum... Huang calmo é um pouco de dar medo.
      E não é só isso, além de não conseguir lidar com os próprios sentimentos, ainda tem o fato do Luciel ter a forte impressão que o Jiang está usando-o para tapar o buraco que o Syaoran vai deixar ao reencontrar o Huang... O Luciel é um medroso, essa que é verdade... Ele tem um medão de se machucar.

      Excluir
    9. Não queira mesmo kkkk É um ritmo bem popular por aqui, conheço pq os vizinhos me obrigam :p
      Sim, eu sou bem metódica mesmo... Queria ser mais tranquila pra escrever, tenho medo de acabar me atrasando...

      Sério que é de dar medo? kkkkk Eu pensei mais na questão de amansar essa raiva dele e ajudá-lo a se resolver com o irmão, mas parece que toda prudência é necessária com esse rapaz ahushuahus

      Não vou mentir, eu no lugar dele pensaria a mesma coisa... Ele ser um "substituto" para um coração carente e machucado. Mas acho que é importante os dois serem francos um com o outro, mas precisam voltar e conversar antes...
      Ele tem esse medo e não admite ou não percebe, né? Acho que o entendo...

      Excluir
    10. Deve ser popular aí, tal como o funk é aqui no estado do Rio de Janeiro (mas, vou te contar, funk é uma praga)
      Não se preocupe com isso, escreva no seu ritmo... Cada uma das escritores tem um ritual próprio para escrever, sabe? É normal.

      Sim... Eu acho... Huang quieto nunca é bom.

      Eu presumo que o Luciel até percebe o próprio medo, mas ele prefere por de lado, fingir que não existe, esses métodos bem infantis para enganar a si mesmo.
      Se o Jiang deixa-lo seguro dentro da relação, eles tem tudo para se darem bem... Vai depender muito do Jiang mesmo.

      Excluir
    11. Pagodão e Arrocha aqui são duas pragas! :P Na época de são joão junta com o forró (não é tão irritante, mas acaba enjoando depois de um tempo).
      É verdade, mas quando sinto aquela vontade e não consigo por conta dessa meu jeito me sinto agoniada kkkkk Fico bloqueada de verdade ^^ Mas obrigada ♥ Eu preciso meditar isso, de vdd.

      É tipo quieto com a mente fervilhante?? Se for, acho que eu já entendi o caso! kkk

      É uma pena que ele age desse modo, inibe de viver um relacionamento que poderia ser bom para os dois... Acho que a questão de Jiang é que ele é bem indeciso, confuso...Se ele compreender melhor o que sente, sendo mais seguro, pode deixar Lu mais seguro também ^^

      Excluir
    12. Forró ainda é mais tradicional, né? Até saudável porque o pessoal se amarra em dançar (não é meu caso, não danço nem a pau, mas se vejo uma pessoa feliz por estar dançando, fico feliz junto com ela).

      Hum... É. Isso mesmo.

      Aos poucos o Luciel deve tentar encarar o que sente com mais naturalidade, bem que o Jiang podia se dar a chance de amadurecer junto com o Luciel.

      Ah, sim... Estava esquecendo.
      Sobre o seu capítulo, adoro como a relação do Will e do Dylan tem evoluído e também adorei ver a faceta do Louis mimando a gata, é um lado dele que não se vê todo dia (e causa ciúmes ao irmão! o_o)... O Will vem se sentindo muito mais a vontade com a família do Dylan do que com a própria família (qualquer dia, ele vai desistir de voltar para a casa dos pais, hein?...)

      Excluir
    13. Siim, bem mais! E não tem aquelas letras sem noção, sabe... Mas eu realmente não sei dançar, eu sou vergonha na dança!

      Ah Que bom, vai ser bem bonito quando isso acontecer (e eu vou ficar bem boba, de verdade, adoro o Lu.) E Jiang tem que dar um jeito nessa confusão na vida dele... É complicado!


      Que bom, Mel ♥ Depois dessa conversa com Elizabeth os dois tem um momento bem fofinho, eu acho que reflete um pouco mais dessa evolução...A gata do Louis é a face do dono rsrs Eu acho que gatos combinam com pessoas como ele... Lippe é bem apegado ao Louis e vice-versa.
      Se fosse pela vontade do Will, ele já teria feito isso kkk Depois de conhecer os familiares do Dylan, vai se sentir ainda mais confortável ao lado deles...

      Excluir
    14. Desculpa sumir, Golden... É que eu tive que me ausentar para servir o jantar.

      Excluir
    15. Sem problema, Mel hahha Desculpa se demoro de responder às vezes. Fico meu perdida no Facebook ( é um vicio que não sei controlar bem kkk )

      Excluir
    16. Eu me distraio assim ouvindo música. ^^"
      Já as redes sociais, a única que me prende um pouco mais é o Tumblr, sabe? Nas outras faz tempo que não entro, nem whatsapp uso porque acho que consome muito do nosso tempo.
      De modo que eu não poderia estar mais anti-social ultimamente. :)
      Mas, no seu caso... Acho que acima de tudo, é a faculdade que drena mais o seu tempo, não é?

      Excluir
    17. Tá aí outro vicio kkkk Escutando música, principalmente quando encontro algum artista novo, eu fico muito distraída kkk

      Eu quase não entro no Tumblr, geralmente só caço alguma imagem legal e depois saio...
      O Whatts eu uso mais por conta dos grupos da universidade, geralmente passam os recados por lá.
      Agora tá explicado pq nunca te vejo online no face kkk

      Com certeza.... Tem dias que são três horas seguidas de aulas e as leituras obrigatórias, atividades, provas e tudo mais... É bem cansativo mesmo e toma muito tempo.

      Excluir
    18. Sabe que outro dia lembrei de você? Ouvi num amv uma música chamada Million Reasons, aí fui caçar de quem era essa música porque eu queria baixar para meu celular... Fiquei surpresa quando descobri que é da Lady Gaga (é que não conheço nada de Lady Gaga, eu tenho a sensação que ela faz um som mais pop e eu não sou muito chegada a música pop... Mas, enfim, lembrei de ti na hora!)

      Pois são justamente as imagens do tumblr que me prendem, já conheci muito mangá bom por lá, aí li on line e depois cheguei até a comprar. :D
      É... Não consigo pegar gosto em ficar no Facebook... Sinto que aquilo não é para mim, sei lá... Parece uma festa onde me sinto meio deslocada. :P

      Ih... E livros de psicologia ainda por cima! O conteúdo é mais condensado, é quase como estudar filosofia... E quando é obrigatório, aí sim o que poderia ser um prazer, fica cansativo.

      Excluir
    19. Kkkkkkk Essa muisca dela até eu que sou fã há mais de sete anos fiquei surpresa quando ouvi.... O novo álbum dela é bem diferente de qualquer outra coisa que ela já tenha feito.. Mas amo Million Reasons ♡.♡ Que bom que lembrou de mim haha

      Geralmente eu pego imagens pra Wallpapers, ou só pra alimentar meu vício em guardar imagens aleatórias kkkk Eu andei lendo Gravitation esses tempos, achei por três reais em uma livraria e comprei os 12 volumes logo kkkkkk

      Eu te entendo, eu me sinto assim no Instagram.. Todo mundo parece feliz demais e acabo ficando agoniada.. Só entro pra ver os perfis de gatinhos e me divertir com os vídeos (sim, eu faço isso kkkk)

      Vc já estudou Psicologia, Mel? ^_^
      Sim, varias coisas são como Filosofia mesmo ou então é Filosofia pura.... Psicanalise mesmo é tão abstrato que me deixa agoniada, não gosto, mas tenho um apego por Freud, não sei pq kkk mesmo que eu tenha professores bem legais, divertidos e em muitos momentos compreensivos, é inevitável o cansaço..

      Excluir
    20. Eu gosto muito de Gravitation! \o
      Lembro que também consegui num bom preço, ainda mais que são cerca de 12 volumes, né? Rapidinho a gente lê.

      É... Instagram parece uma festa ainda mais glamourosa para mim.
      Até tenho um, mas pouco entro.

      Hum... Estudar para valer não. Nunca tive chance.
      Mas, eu já li tanto sobre psicologia, quanto filosofia... Eu gosto de ambos. Acho que sou mais curiosa do que outra coisa e entender um pouco a mente humana (embora muitas vezes eu não me sinta humana), ajuda a compor os personagens dos contos... Torna-os mais tangíveis.
      Psicanalise envereda por vários labirintos suspensos, não é mesmo? É complexo demais.
      Eu acho o máximo ver você tão empenhada, nem tenho dúvidas de que será uma excelente profissional.

      Excluir
    21. Golden, eu vou me despedir, porque tenho que acordar cedo amanhã. Tenho que ir ao dentista.
      Foi uma grande prazer conversar esse bocadinho da noite contigo, viu?
      Uma ótima semana para ti! ^^"
      E uma noite divina de descanso.

      Excluir
    22. Desculpe a demora, Mel :-\

      Acabei lendo Gravitation em um tapaa kkk é bem divertido, gostei muito *_* Os personagens me cativaram!

      Você parece ler bastante, né? Isso é tão bonito em ti.. A filosofia e a psicologia, apesar de densas, são bem inspiradoras mesmo *♡*
      Obrigada! Eu tento manter o foco, tenho muito que aprender ainda.. E nunca é o suficiente.

      Tranquilo, Mel! obrigada pela conversa ♡.♡
      Que vc tenha uma boa noite e uma excelente semana!
      Beijo, até mais :-*

      Excluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...