11.6.17

Love is strange 2 Capitulo 84 por Rima-san


Capitulo 84
As pedrinhas da calçada não magoam pés calejados 

           Acordou de manhã e não encontrou Masaki no quarto, verificou as horas no telemóvel e já passava das nove da manhã, levantou-se e desceu a escadaria encontrou um papelinho sobre o balcão da cozinha escrito por Masaki avisando que já tinha saído para trabalho e para Tetsuo ir a casa do pai tomar o pequeno almoço pois não tinha nada no frigorifico, suspirou fundo e pousou o papel sobre a pedra de mármore rosa.

_Nem descansou e já foi trabalhar…_ disse baixinho para si e foi buscar seus pertences, saiu e levou consigo a chave de casa, seu pai esperava-o na casa ao lado._ Bom dia pai…_ Disse batendo a porta.
_Bom dia… mas que carinha é essa? Não dormiste bem?
_Eu dormi bem… nem dei pelo Masaki sair…_ Pousou as suas coisas e caminhou com Hisashi até á cozinha._ E o pai não tinha de ir trabalhar?
_Hoje não… é a minha folga semanal._ Encheu uma chávena de leite para Tetsuo e colocou-lhe a caixa dos cereais ao lado.
_E Nobuhiko?_ Tetsuo perguntou deitando os cereais na chávena e mexeu com uma colher.
_Foi comprar flores… disse que queria ir cedo então já  saiu á algum tempo._ Sorriu debruçando-se sobre a mesa.
_Mas o pai talvez quisesse ir com ele…_ Mastigou os cereais e depois bebeu o leite.
_Ele queria ir sozinho… e eu gosto de fazer companhia ao meu filhote._ Arrastou a  cadeira para se levantar mas seu filho voltou a questiona-lo.
_Pai vocês não estão chateados? Pois não?_ Tetsuo acabou de beber o leite em pouco tempo.
_Não estamos não… imagino que ele tenha ido tratar de umas coisas e eu não o quero aborrecer, não te preocupes…. Porque o nosso relacionamento está melhor duque nunca._ Bagunçou-lhe os cabelos e pegou na loiça suja para lavar.
_Fico feliz em saber… vocês estão sempre tão de boa um com o outro.._ Levantou-se  e caminhou até junto de seu pai._ Eu posso lavar a loiça.
_Aqui o velho tem tempo… e….e tu achas que a gente tá sempre de boa?  Já passemos por momentos menos simpáticos, mas o segredo está a em aceitar as diferenças um do outro, me diz Tetsuo com o Masaki não é a mesma coisa?_ A loiça era pouca e lavou-a em pouco tempo.
_Acho que é…_ corou de leve e ficou sem jeito._ Queria passar mais tempo com ele._ Admitiu suspirando.
_Sei… sei… Por isso essa cara, acordas-te e não o encontras-te não foi? Agora entendi tudo…_ Secou as mãos a um paninho e riu._ Podias ao menos ficar feliz por teres a companhia do teu velhote.
_Pai eu gosto muito de si!_ Hisashi não só se surpreendeu com aquelas palavras mas com o abraço apertado do seu filho, não era comum receber esse tipo de demostração de afetos, mas recebeu aquele abraço com carinho fazia que tivesse ganho  o dia, não precisava de mais nada para ser feliz.
_Ai… que eu assim fico sem jeito._ riu ao separem-se daquele abraço, mas logo uma sensação estranha invadiu o seu ser, se tivesse o seu filho todos os dias sua relação ainda poderia ser mais aberta, poderiam fazer mais coisas juntos como conversar._ Tetsuo… quem me dera que pudesses ficar aqui todos os dias.
_Mas pai eu já venho muitas vezes._ Corou ainda tentando entender porque tinha abraçado seu pai com tanto afinco.
_Eu sei… só que eu queria ter sido o teu tutor._ suspirou e encostou-se ao balcão.
_Desculpa pai, fui eu quem escolher quem seria meu tutor._ E Tetsuo também se sentia mal por ter de escolher entre um dos seus progenitores.
_Eu não fiquei chateado contigo…_ Sorriu suavemente e encarou o teto.
_Mas… se fosse agora faria  diferente._ Tetsuo também se encostou no balcão sem muito mais para dizer.
_Ah deixa para lá isso._Hisashi deu uma batidinha no ombro do filho._ Alias não tens que tomar um banho? Acho que Masaki deixou o recado que não tinha gás ou água em casa…
_É… eu preciso… e … também tenho que ir…_ Tetsuo baixou o olhar porque sempre custava dizer que tinha de ir embora.
_Então vai lá tomar um banho que eu te levo a casa._ E foi isso que Tetsuo fez, tomou uma ducha rápida e foi embora á boleia do pai, pegaram o audi cinza de Nobuhiko emprestado e em pouco tempo estavam de frente á casa de Tetsuo, á antiga casa de Hisashi.
_Eu… vou indo._ Disse antes de sair, e seu pai apenas lhe sorriu suavemente acenando-lhe, esperou ele arrancar para entrar, a casa estava silenciosa e logo percebeu que não se encontrava ninguém, encontrou um papel colado no frigorifico da sua mãe avisando que tinha saído e ia demorar, depois dos dias mais bonitos da sua vida encontrava-se sozinho.

2 comentários:

  1. Uma pena o Tetsuo não ter ficado com o pai.. Com ctz teria uma vidinha muito mais pacata longe dessa doida da Ina. Ainda bem que ela não estava em casa quando ele chegou... Fico imaginando quando ela descobrir sobre Masaki :[

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi uma pena sim... mas com o tempo tudo pode mudar não é mesmo?
      Por um lado foi bom ela não estar em casa por outro o Tetsuo sente-se com a ausencia da mãe.
      Olha quando descobrir do Masaki prevejo algo muito negro..

      Excluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...