5.7.17

Hasu no Hana Capitulo 2 por Rima-san


Capitulo 2
Um pequeno negócio transforma o futuro

Kyoichi sentou numa almofada esperando o chá que Narumi mandou preparar para ambos, ela se sentava do outro lado da mesa  e deixou o tecido do seu kimono descer um pouco pelo seu ombro e pelo decote dava para espreitar seus belos seios.
_Então estás de férias em Kyoto?_ Narumi perguntou e nisso o rapaz entrou trazendo o chá, serviu uma chávena a cada um e pediu licença para sair._ Ah não vais não a lado nenhum, ainda tenho que falar contigo.

_Sim…_ O rapaz fez uma reverência e sentou-se ao lado deles seus se pronunciar mais.
_Decidi tirar alguns dias para mim…_ Pelo canto  do olho espiou o rapaz sentando ao seu lado mantendo a mesma posição.
_hum….dessa vez vieste sozinho não é? Isso quer dizer que… estás desimpedido? _ Narumi bebericou um pouco do chá fitando com interesse Kyoichi._ Desde a primeira vez que te vi achei-te bem atraente.
_De momento o amor está em segundo plano se me faço entender…_Pousou a chávena fitando de novo o rapaz._ Esse moço  tem jeito para tocar  é teu filho?
_Não é não… mas fui eu que o criei desde que a mãe morreu… por acaso tás interessado nele?_ Narumi estreitou o olhar como quem planeia alguma coisa.
_Nada disso… só não entendi porque ele não pode tocar shamisen._ Argumentou pigarreando.
_Isso é conversa para outra altura…. Esse fedelho se chama Yasuhiko, o pai dele deixou um monte de dividas para eu pagar, eu trabalho duro enquanto ele fica tocando! Está na altura de ele começar a fazer alguma coisa…
_Isso não é assim tia… hoje ganhei algum dinheiro…_ Yasuhiko falou mas logo baixou o rosto.
_Dinheiro que não chega para nada! Ora… agora que eu estou tendo uma ideia._ Narumi se ajoelhou batendo com as mãos sobre a mesa._ Kyoichi tu estás sozinho e meu sobrinho adorável precisa de ganhar um dinheirinho extra, por acaso não queres que ele te faça companhia esta noite?
_Não_ Kyoichi apenas negou rapidamente, era algo que estava fora dos seus planos.
_Ah não sejas assim!_ Narumi caminhou até junto do rapaz agarrando-o pelos ombros._ Ele já fez 18 anos… e eu sei que tu não te sentes atraído só por mulher… e ele é bem bonitinho não é?_ Narumi abriu um pouco a Yukata do rapaz deixando visível a pele nívea.
_Tia… eu não quero fazer essas coisas…_ Yasuhiko disse baixinho, envergonhado.
_Nem ele quer por isso porque raio havia eu de aceitar essa proposta descabida?_ Levou a mão aos cabelos negros suspirando.
_Porque estás sozinho… porque sei que também queres ouvi-lo a tocar._ Narumi trincou o lábio coberto de baton vermelho._ Podes fazer o que quiseres com ele e se não quiseres não fazes nada.
_Eu não acho isso boa ideia…_ Ele disse bebericando mais um pouco de chá.
_Mas depois vais-te arrepender e sabes bem disso não é?_ Ela sabia jogar com os pensamentos, foi a conclusão que Kyoichi tirou.
_ Bom…_ Kyoichi tirou os óculos e pousou sobre a mesa._  Acho que já chega de arrependimentos, se Yasuhiko estiver de acordo pode me fazer companhia hoje á noite…
_Ah eu sabia! Yasuhiko livra-te de recusar! Kyoichi é bom homem não te vai fazer mal nenhum._  Ela tinha o jeito de mãe a falar com seu filho pequeno, mas nenhuma mãe ousaria colocar o corpo do filho a leilão por algum dinheiro.
_Mas tia…_ Ele disse baixo.
_Ah Kyoichi é bom homem em tudo por isso não precisas de te preocupar…_ Ela disse baixo tapando a boca para não mostrar que se ria.
_Narumi ele é uma criança! Não pretendo fazer nada demais com ele, deixa-te de ideias!_ Kyoichi levantou-se já sem pouca paciência.
_ Ky…kyoichi-san eu vou consigo!_ Yasuhiko afirmou fazendo uma reverencia modesta.
_Então anda rapaz… também deves estar farto de aturar essa tia maluca!_ Narumi esticou-se sobre o tatami acenando para os dois sem controlar o risinho,  já fora de casa Kyoichi enfiou as mãos aos bolsos caminhando pelo passeio que ladeava a estrada, Yasuhiko caminhava atrás dele a uma distância considerável .
_ Minha tia não é maluca ela só tem um jeito diferente de pensar…_ Yasuhiko começou por falar algo retraído.
_E tu? Pensas diferente? Pretendes ter um futuro diferente que o dela?_ Kyoichi esperou até Yasuhiko caminhar ao seu lado.
_Eu quero continuar a estudar!_ Ele afirmou com as bochechas rosadas, levou uma madeixa do cabelo longo atrás da orelha e Kyoichi sorriu amável para ele.
_É um bom ponto de partida._ Kyoichi olhou o céu anoitecia da mesma forma que deveria estar anoitecendo em Himizuka, desde á três anos pouca coisa tinha mudado em sua vida, perguntava-se a si mesmo o que deveria fazer para mudar seu futuro, também devia ter seu ponto de partida.

2 comentários:

  1. Yasuhiko é muito fofo e eu quero apertá-lo *♡* Quem não negaria passar um tempo com uma coisinha fofa dessas? Parece um gatinho amuado kkkk
    Narumi foi bem maluca, mas acho que esse tempinho pode fazer bem aos dois rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha que o Kyoichi ainda pensou em negar passar um tempo com o Hasuhiko agora nao o vai querer largar rsrsrs
      Narumi faz sempre suas maluquices kkk mas se nao fosse ela os dois nao estavam saindo juntos

      Excluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...