23.7.17

Hasu no Hana Capitulo 6 por Rima-san


Capitulo 6
“Farei tudo para não me largares” 

       Tinham ficado um tempo olhando o rio, ouvindo o som da água correndo misturado o som  dos grilos recém nascidos que começavam a tentar cantar á desgarrada com outros grilos, Yasuhiko ainda pensava no beijo, tocava seu lábio com os dedos enquanto fitava Kyoichi que permanecia tão sereno, escondia seu olhar por detrás dos óculos e emanava um pequeno sorriso enquanto observava a paisagem diante de si e vez ou outra atirava pequenas pedrinhas para a água.

_Kyoichi-san, já está fazendo-se tarde, talvez eu deva ir… e você deve ter outras coisas para fazer…_ Ia se levantando mas Kyoichi o impediu segurando no seu braço.
_Eu não tenho nada melhor para fazer… e além disso acho que tua tia vai querer justificações se fores para casa.._ Kyoichi usou o argumento mais reles que tinha, mas não queria ficar sozinho, gostava da companhia dele, não o aborrecia e trazia alguma paz que ele não conseguia entender.
_Então eu devo ficar a noite toda consigo?_ Yasuhiko tornou-se a sentar  junto dele esperando uma resposta.
_Não te vou obrigar a ficar, mas gostava de ter a tua companhia._ Sorriu desajeitado limpando as mãos uma na outra.
_ Também gosto da sua companhia…_ Tinha quase certeza que Yasuhiko estava corado, mas a noite caia e sua visão ficava fraca, convidou-o para o seu quarto na pensão e lá Yasuhiko pousou o shamisen sobre a comoda e se encostou á parede enfiando as mãos dentro das mangas da Yukata.
_Se quiseres tomar um banho estás á vontade._ Kyoichi estava ajeitando a roupa da cama para se deitar.
_Não me importava mas não trouxe nenhuma muda de roupa…_ Yasuhiko trincou o lábio e Kyoichi deixou o que estava a fazer para remexer na sua mala de viagem.
_Não sei se te serve mas podes vestir á vontade._ Pousou um polo da Lacoste e uns calções de algodão que os tinha trazido mesmo sem fazer intenções de os usar.
_Obrigada, devolverei tudo lavado de novo…_  Yasuhiko pegou nas roupas e foi tomar uma ducha, não demorou muito a voltar, a toalha ainda repousava em seus ombros  para os cabelos ainda húmidos não  molhassem a roupa.
_Queres ajuda para secar o cabelo?_Kyoichi levantou-se da cama, apenas vestia os boxers e uma camisola de manga curta, era assim que gostava de dormir e no pico do verão até só dormia com suas roupas intimas, puxou-o a toalha e começou a secar-lhe os cabelos de um jeito trapalhão pois não estava acostumado a faze-lo a outra pessoa.
_Kyoichi-san…_ O rapaz virou-se de repente e Kyoichi estremeceu._  Eu não quero que ache que… em algum momento eu estou consigo por dinheiro… pelo dinheiro que dá á minha tia._ As ultimas  palavras disse baixinho e Kyoichi segurou-o pelo queixo tentando  ler o que aquele garoto estava a pensar._ Eu sei que… você já fez sexo com ela e…
_Isso já foi á muito tempo e se fosse agora não o faria._  Kyoichi disse sem largar o garoto._ Mas porque tinhas me meter esse assunto á baila?
_Porque… eu gosto de estar consigo, sem segundas intenções! Eu… se você quiser fazer… sexo comigo… eu não me importo… eu não vou fugir! Por ser com você… porque mesmo o beijo…_ Kyoichi lhe tapou a boca com a mão impedindo do rapaz continuar a falar.
_ Yasuhiko tu estás a confundir tudo! Tu ainda és só um garoto! Aquilo… foi só um beijo…_  Yasuhiko baixou o rosto tristonho.
_Eu já tenho 18 anos não sou uma criança!_ disse sério puxando os calções que teimavam em cair se não fosse a situação Kyoichi tinha-se rido do rapaz.
_Mesmo que tenhas 18 anos… eu tenho 30 e… Yasuhiko…_ Suas mãos pousaram nos ombros do rapaz._ Só porque troquemos um beijo não quer dizer que seja amor, primeiro temos de nos conhecer bem…e ter certeza se é amor, tu ainda és novo tens muito a aprender.
_Está a rejeitar-me é isso?_ Percebeu o quanto Yasuhiko estava nervoso e abeirava chorar.
_Não… Só não te posso dizer que sinto amor e fazer sexo contigo, porque não estaria a ser verdadeiro contigo e… sinceramente eu não te quero magoar… Yasuhiko tu és um rapaz tão meigo, mereces ser feliz… mas julgo que não seja a pessoa certa._ Suspirou e puxou o rosto de Yasuhiko que num gesto bruto se despegou dele.
_Não acho que essa seja a verdade.. mas… mas…
_Acho que precisas pensar com calma…Uma noite de sono vai ajudar… Ainda me fazes companhia?_ Kyoichi tirou os óculos e pousou sobre a mesinha de cabeceira, Yasuhiko tinha ganas de ir embora, mas que diria á sua Tia, acabou ficando e se deitou encabulado num canto da cama, Kyoichi apagou o candeeiro e se aconchegou junto dele, seus braços envolveram o rapaz que sentia seu coração doer de bater tão depressa.
_Pensa com carinho no que te disse._ Kyoichi disse baixo e por uns segundos Yasuhiko manteve se em silencio.
_Prometa que fará o mesmo…_ Foi a resposta de Yasuhiko e em contra partida recebeu um beijo na testa, ele que ainda decifrava o significado dos beijos se perguntava qual seria o significado daquele beijo.

2 comentários:

  1. Apesar de querer algo mais entre esses dois, acho que Kyoichi foi bem sensato nas palavras dele. É bom não se precipitar...
    Me surpreendi com as palavras de Yasuhiko, que fofinho *♡*

    ResponderExcluir
  2. Ele foi sim sensato afinal um relacionamento não é só sexo
    Ahaha o Yasuhiko ainda vai surpreender mais vezes ^^"

    ResponderExcluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...