29.7.17

Hasu no Hana Capitulo 8 por Rima-san


Capitulo 8
Minhas feridas são um pequeno sacrifício para te ter

        Saiu correndo sem ter a certeza de que iria encontrar Kyoichi na pensão, levava um desculpa consigo e um coração cheio de expectativas, a meio do caminho  seu chinelo rebentou e caiu no meio da calçada, sua sacola de papel rasgou, seu joelho esquerdo ficou em ferida e as palmas das mãos esfoladas por amparar a queda, sentia dor em todo o seu corpo e a desilusão preenchia a sua alma.
       Talvez o destino quisesse lhe dizer que não valia a pena insistir num amor que não daria frutos.
Ainda assim tinha que tentar, levantou-se a custo e caminhou devagar até á pensão, entrou mancando e parou na recepção.

_Desculpe senhora.. eu queria saber se um senhor de nome Kyoichi que está aqui hospedado está em seu quarto, preciso de falar com ele…_ A senhora já de idade sorriu meigamente.
_Jovem eu sei de quem estás falando um homem tão bonito dificilmente esqueceria seu nome._ Riu baixinho, parecia um riso cansado._ Mas lamento, ele saiu a meio da tarde e ainda não voltou, queres deixar recado?
_ Não, obrigado._ Yasuhiko fez uma pequena reverencia e saiu tristonho, mas já que estava ali, sentou-se do lado de fora da porta nos degrauzinhos e esperou… meia hora passou e o tempo para ele parecia lento demais a passar, mas fora meia hora apenas o tempo que teve que esperar.
Viu Kyoichi ao longe  aproximando-se  e seu coração voltou a bater acelerado, levantou-se mais rápido que pode e Kyoichi parou diante dele.
_Yasuhiko… o que estavas fazendo ai sentando?_ Kyoichi estava realmente surpreso, perguntava-se quanto tempo o rapaz estaria naquele canto ao frio esperando por ele.
_Esperando-o._ Seu sorriso era doce, firmou-se nos braços de Kyoichi e estalou um beijo desajeitado nos lábios de Kyoichi, só as lamparinas de rua e os pequenos insetos que dançavam em volta da luz presenciaram o beijo.
_ Yasu…_ O que era aquilo? Aquele rapazinho se tinha tornado mais arrojado? E qual seria o significado do beijo, Kyoichi que lhe tinha ensinando não sabia decifrar._ Vamos para dentro?_ Yasuhiko corou e vergou-se para apanhar a sacola antes esquecida._ Yasuhiko, porque estás descalço?
_Meu chinelo rebentou e eu cai… aliás me desculpa pelo estado da roupa._ Baixou o rosto e Kyoichi pegou em uma das suas mãos.
_Isso é o que menos importa, estás bem?_ O rapaz arregalou os olhinhos verdes na sua direção e acenou afirmativamente._ Mas… tens as mãos quase em ferida e ainda dizes estar bem? Que rapaz és tu? Vamos para dentro tratar disso._ Puxou-o pelo pulso e foi então que reparou que o garoto mancava, ao passar na receção pediu um kit de primeiros socorros e levou-o para o quarto.
_Onde cais-te? _ Kyoichi perguntou pousando a maleta dos primeiros socorros sobre a cama.
_Na calçada vindo para aqui…_ Admitiu envergonhado.
_Me mostra esses joelhos…_ Kyoichi ajoelhou-se de frente a ele e puxou o tecido da Yukata verificando um dos joelhos feridos._ Tu por acaso  vinhas a correr?
_Minha tia disse com razão… que você só estava de férias e que se não me despachasse não o veria mais._ Trincou o lábio e encolheu a perna enquanto Kyoichi desinfetava a ferida.
_Ela tem razão não tarda nada me vou embora… mas não o faria sem me despedir de ti._ Ergueu o olhar e sorriu para o garoto que novamente corou.
_Au! Isso tá doendo!_ Yasuhiko queixou-se e Kyoichi parou por um breve segundo, depois prosseguiu ligando o ferimento e colocando adesivo por cima.
_Agora não vai doer mais._ Levantou-se e sentou-se junto dele, o garoto fungou e deu um longo suspiro._ Ainda dói?_ Kyoichi puxou as madeixas negras do rapaz para trás da orelha e descobrir que ele chorava ._ Está doendo assim tanto?
_O que doí não são as feridas._ Engoliu a saliva e bateu com a mão no peito._ O que dói é aqui…
_Queres ir ao médico? Queres que eu faça alguma coisa._ Kyoichi tirou os óculos da face preocupado.
_Não… porque me doi… é saber que… que vim aqui porque quero que tenha a certeza que o amo, mas… meus sentimentos não vão chegar a si._ Limpou as lágrimas do rosto, Kyoichi mantinha-se quieto escutando-o._ Eu gosto de si…_ Admitiu e baixou o olhar, não esperou que Kyoichi o agarra-se pelo queixo e o beijasse demoradamente.
_Teus sentimentos chegaram a mim._  Afagou-lhe o rosto e seu sorriso esmoreceu._ Mas eu prometi a mim mesmo que não me permitiria amar mais ninguém…
_Permita que eu seja o único…_ Yasuhiko ajoelhou-se em cima da cama ainda que fosse doloroso dobrar o joelho._ Por favor …
_Não me peças…_ Kyoichi puxou o garoto para o seu colo._ Porque eu já  estou agindo pela minha vontade e não pela minha razão._Yasuhiko arregalou os olhinhos e foi surpreso por um beijo, um simples estalido em seus lábios e viu um sorriso pequeno se esboçar nos lábios de Kyoichi.
_Se fosse pela sua vontade e não pela razão, você…_ Yasuhiko trincou o lábio e continuou duvidoso._ Aceitaria namorar comigo?_ Apertou  o tecido da camisola de Kyoichi que demorou um tempo a responder.
_É estranho a gente se amar em dias… mas amor é coisa estranha mesmo…_ Suspirou não quis pensar em seus desgostos, tinha um menino de sentimentos puros sentando em seu colo esperando uma resposta sincera da sua boa._ Pela minha vontade eu aceitava._ Yasuhiko o abraçou com vontade, levado pela felicidade._ Pela minha vontade… Yasuhiko… queria que passes a noite comigo… todas as noites se assim pudesse ser._ Mas sabia que não podia,  isso não aconteceria mas não  perdia mais nada em viver o momento, viver os sentimentos que controlava dentro de si, estava envelhecendo sem saber amar.
_Eu fico essa noite…_ juntou sua mão na de Kyoichi e apertou com força._ E as outras… quando não puder estar consigo, estarei em suas recordações…. Isso eu prometo._ Kyoichi tornou-o a beijar, não sabia se devia ou podia, mas queria, suas ferias de empatia tinham virado a coisa mais preciosa em toda a sua vida.

2 comentários:

  1. Que lindos! Fiquei surpresa por Narumi incentivar Yasu ♡.♡ Que bom que ela largou dos pés deles. Confesso que acho estranho os dois se gostarem tanto em poucos dias, mas é como Kyoichi pensou.. É algo estranho mesmo, faz parte.
    O momento é feliz, mas fiquei preocupada com essa questão do Kyoichi ir embora... :-\

    E outra coisa... Estou com saudades de Love is Strange!:-(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela foi querida... mas não vai largar pe não ^^"
      Sim o amor deles cresceu rápido demais... essa questão já me andava preocupando, estou desenvolvendo isso, porque manter relacionamento á distancia não é saudavel...

      Eu mandei um capitulo de love is strange no fim de semana, logo logo a Mel posta ^^"
      Mas fico contente de saber que tem saudades dos meus personagens :)

      Excluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...