2.7.17

Linden Twins ♫ ♬ Capítulo 56 por Mel Kiryu


Capítulo 56

        A manhã de sábado

         Repúdio era o princípio mais forte e pulsante em Jiang na manhã seguinte.
         Seu sono inquieto fez com que levantasse cedo e de mau-humor e com a luz do dia pálido adentrando os cômodos, percebeu que ainda havia resquícios de Syaoran por quase toda casa.
     Depois de usar o banheiro logo que abandonou a cama, antes mesmo de comer seu desjejum de má vontade, Jiang foi até seu quarto de música e pôs o long play Jailbreak do AC/DC para tocar num volume que fizesse aqueles riffs de guitarra preencherem cada centímetro daquelas paredes, de cada cômodo.

    Escancarou todas as janelas embalado pela voz de Bon Scott.
    Foi se livrando de tudo, do resto de comida que Syaoran tinha preparado e estava numa panela dentro da geladeira, das guimbas de cigarro que estavam esquecidas no quintal dos fundos, até mesmo uma única meia dele que tinha encontrado debaixo de sua cama.
    Tudo jogado no lixo, juntamente com o conteúdo do cesto do banheiro, a poeira que tinha varrido, o resto de cascas de frutas e embalagens vazias que tinha recolhido da lixeira da cozinha.
     E depois do fim do lado A, virou o disco.
     Não sossegou até levar tudo aquilo para fora de sua casa.
     Compulsivo.
     Como se pudesse apagar, anular, deletar tudo que tinha vivido nos dias anteriores.
     Ou quase tudo.
     Não queria apagar Luciel, a vida era terrível sem ele.
     Impossível a bem dizer e queria seu velho amigo de volta.
     Quando Jiang deixou-se cair na espreguiçadeira na sala antes de sair para trabalhar, suspirou jogando a cabeça para trás a sentir o aroma de limpeza no ar e encarou o telefone.

                                                            **********
                      Aparentemente, o número fixo de Luciel tinha sido desligado.
                  Na primeira tentativa, não acreditou. Pensou que tivesse ligado errado, embora soubesse o número dele até dormindo! Tentou mais dias vezes seguidas e nada...
                           "O número discado está incorreto ou não existe."

       Como assim?
       Jiang ainda estava incrédulo.
       Inquieto e agitado até o último fio de cabelo.
       Decidiu passar no apartamento de Luciel antes de abrir a loja e começar a trabalhar.
       E foi mesmo!
       Tão decidido em encontrá-lo, que num piscar de olho se viu no corredor do segundo andar.
        Seu coração batia no mesmo ritmo frenético das passadas largas de seus pés, sabendo que tinha a possibilidade de Luciel se quer estar em casa.
        Mas, não... Tinha que ser pior do que isso.
        Parou de fronte a porta e se deparou com uma placa de "Aluga-se".
        Era o mesmo que dar de cara com um beco sem saída durante uma fuga alucinada.
        Sem saída ou salvação.
        Tocou a madeira da porta, podendo imaginar os cômodos vazios, sem os móveis, os CD's, o vídeo game... Sem a presença de Luciel.

        Quanto mais Luciel insistia em se afastar, mais Jiang queria revê-lo!
     E de repente, as palavras de Syaoran faziam tanto sentido...

          "__Mas...__ Jiang foi quem inqueriu, algo sufocado.__ E se ele é quem tiver desistido de mim?
          __Se ele tivesse desistido... Pode ter certeza que ele não teria se afastado."
     
       Se os esforços de Luciel em se afastar refletiam a importância que sua existência tinha para ele, não podia desistir de encontra-lo.
   Em verdade, Jiang sentia que pela primeira vez tinha negligenciado da pior maneira a amizade de longa data que tinham.
    Encarar aquela placa de aluga-se, dava-lhe a compreensão do quanto Luciel estava magoado e que acima de tudo, não seria nada fácil obter o seu perdão.
                                             
                                                        ************
            Não havia muito a fazer após sua frustrante busca.
           Jiang passou o resto do dia trabalhando na loja e algumas pessoas entraram na Tommy e Levon Discos procurando pelo tatuador que tinha um estúdio no segundo andar.
     Responder que não sabia por onde Luciel andava, somente agravava sua frustração.
     Quando se aproximou a hora que costumava fechar a loja, Jiang pensou em ir a alguns dos lugares que era de praxe frequentar com Luciel...
     Estava debruçado no balcão e lembrou que aos sábados rolavam Jam Sessions na Choperia.
     Sorriu vagamente para si mesmo, sem mesmo perceber.
     Esperançoso com as possibilidades e logo em seguido, interrompido em suas divagações pelo som do telefone.
__Tommy e Levon Discos... Boa noite.
__Sou eu, Jiang...__ Reconheceu de pronto a voz de seu pai.__ Desculpe ligar para a loja, está ocupado?
__Só um instante, pai...
    Jiang deixou o fone sobre o balcão e fechou a porta de vidro da loja, virando a placa de "fechado" voltado para fora, aos olhos de quem passava na calçada.
    Deu a volta no balcão mais uma vez e retomou a ligação.
__Pronto, pai... Pode falar.
__Você não deve saber... Mas, só voltei hoje para Kuan com seu irmão.
__Houve algum problema?
__Tivemos que esperar o resultado de alguns exames, o médico queria se assegurar que Huang estava bem o suficiente para ter alta, já que ele tinha fugido do Hospital...
    O cansaço na voz de seu pai era evidente e Jiang foi atingido por um momento de culpa... Mas, pensando bem... Sua presença somente tornaria tudo pior.
__Como Huang está?
__Calado, bem taciturno eu diria... Parece mais calmo, mas posso estar enganado... Huang pode estar quieto por causa de um quadro de depressão.__ Guzheng ponderou a esfregar a têmpora direita.__ Estou com um encaminhamento para um psiquiatra... Jiang, seja sincero comigo.
     As palavras "Jiang, seja sincero comigo" fizeram o próprio Jiang gelar, a voz de seu pai soou bem mais grave ao pronunciar esta sentença.
__Aquela agenda de capa dura, o livro da Sylvia Plath... Você já sabia que o seu irmão queria se matar?
     Seu pai tinha visto o livro? Syaoran teria entregado a agenda para ele?... Jiang também esfregou a têmpora de seu lado da linha...
             

25 comentários:

  1. Eu espero que Guzheng não queira colocar a culpa de tudo no Jiang, ele bem que sabia, mas como evitaria alguma coisa se o irmão sumiu? Sem falar que Huang parece bem difícil se controlar quando quer algo...

    E comecei a ficar com medo desse jeito taciturno dele depois do vc me disse, Mel. Fiquei ainda mais preocupada kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acredito Golden que o Guzheng esperava que o Jiang contasse a ele o que estava acontecendo, o que ele tinha descoberto... O Jiang ter escondido o que sabia é que foi o mais frustrante para o Guzheng.
      Além do fato de sempre transferirmos a culpa para outro, algo normal (embora não deveria) do ser humano.

      Daqui uns dois capítulos o Huang vai conversar com o Syaoran e ser bem franco com ele, por conta disso ele não vai ficar menos taciturno, mas vai ser bom ele ter o Syaoran por perto na sua volta para Kuan.

      Excluir
    2. Ah, sim, é verdade. Normal o pai se sentir frustrado por não saber o que acontecia com seu próprio filho... Mas vou sentir muito pelo Jiang se colocarem a culpa nele, mas como vc disse é comum fazer isso, mesmo errados kkk

      Se abrir vai ser bom pra ele, nesses momentos o dialogo é imprescindível... Sei que Syaoran vai cuidar bem do seu "gatinho bravo" kk

      Excluir
    3. Por outro lado, você também vai descobrir mais para frente as razões do Guzheng para proteger tanto o Huang.

      Pois vai sim, mas o gatinho bravo vai se sentir sufocado com tantos cuidados... Esse reencontro e retomada de relacionamento do Huang com o Syaoran vai ser um período de descobertas para ambos. Os dois vão se dar conta que tudo mudou.

      Excluir
    4. Eu imagino que seja algo bem forte... E Jiang deve ter sido bastante afetado por isso.

      Sim, eu imagino! ^^ Huang estava fora, mas tudo que Syaoran viveu com Jiang meio que mexeu com tudo né? Já estou pensando no rolo que isso vair dar O.o

      Excluir
    5. Olha, eu acho que se a gente analisar de forma mais ampla... Os quatro personagens principais foram afetados, as vidas de Huang, Syaoran, Jiang e Luciel nunca mais serão as mesmas... E essa readaptação será complexa.

      Excluir
    6. Pois é :/ Todos vão sofrer com isso... Falando no Lu, eu não cheguei a pensar que ele tinha se mudado pra valer. O bichinho deve estar sofrendo muito;

      Excluir
  2. Olá Mel
    Tudo bem... o Jiang esta num turbilhão de acontecimentos que nem sei quando vão acabar
    Primeiro vai ter de achar Luciel, pode ser que com um apoio as coisas comecem a melhor...
    Depois... bem vai ter que ser sincero com seu pai e com Huang... ( e pode continuar a varrer que coisas e mais coisas de Sayaoran vao aparecer)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. * Tudo bem? (com ponto de interrogação não reticencias ^^")

      Excluir
    2. Oi, minha amiga.
      Tudo bem (e espero sinceramente que continue assim ^^").

      Acho que o turbilhão melhora um bocado depois que o Jiang volta a aceitar o Syaoran, em vez de tentar renegar. Não que resolva a situação, mas já melhora.
      Já se resolver com o pai ou com o irmão, demora um pouquinho mais...O que se arrasta a mais tempo acaba sendo o mais complicado de se acertar.

      E você? Tudo bem?

      Excluir
    3. Eba! Bom assim:)

      Verdade, porque ele vai ficar com esse sentimento guardado remoendo dentro dele, se resolver as coisas com Syapran é menos um fardo
      Também a situação com a familia é mais sensivel -.-

      Tudo bem! Morta por escrever!

      Excluir
    4. Bom, primeiro ele vai tentar se resolver com o Luciel... Com uma ajudinha indispensável do Lalo. ^^"
      Digamos que o pai dele vai lhe passar um sermão no próximo capítulo.

      Sabe que eu também? Ai, ai...

      Excluir
    5. Isso também vai ser muito bom ^^"
      Eh sermão?... Bem tem suas razões mas o Jiang também não foi mal de todo porque avisou a situação do Huang

      Ai... eu só consegui escrever um pouco no sabado á noite :p

      Eu acabei de ler seu outro capitulo
      Esse capitulo deixa qualquer um sem ar... a pessoa que estava ali diante do Shou parecia tão harmoniosa que nem parecia o Saejin

      Excluir
    6. Acho que sempre foi muito difícil para o Guzheng ter que lidar com o fato de que os filhos não se davam bem... Esse foi tipo um limite para ele, como se Jiang estivesse sabendo das intenções do irmão e tivesse ocultado de forma premeditada.

      Ontem também não consegui escrever, engraçado que foi como contigo, só consegui escrever sábado à noite.

      O Saejin é uma criatura bem sedutora quando decide ser... E não acaba por aí, ele vai tentar dissuadir Shou de todo jeito.

      Excluir
    7. É sempre ruim...porque além disso ele não pode escolher lados por mais que julge
      O problema só foi esse ter omitido... mas ele tambem não adivinhava que ia encontrar o irmão á beira da morte

      Foi o destino... ontem também foi o dia que fui na excursão a Fatima e depois passamos por Aveiro ^^"

      É sedutora sim... quase me cativou também
      Alguma coisa ele tinha que tentar tramar -.-"

      Excluir
    8. É, mas pensa bem... No momento o Guzheng acaba mais vendo a situação do lado do Huang que quase morreu... Talvez, com o tempo, ele consiga ver o lado do Jiang.

      Foi a uma excursão ontem?
      Aqui tava um frio!... Que eu fiquei lendo debaixo das cobertas.

      Ele quer o Shou, né?
      Aí já viu... O Shou que se cuide e haja com bom senso.

      Excluir
    9. Com o tempo ele pensa mais nas coisas, agora está um pouco de cabeça quente... e claro o Huang precisa mais de atenção

      Fui sim...
      Quem me dera um pouco de frio, em Fátima estava calor, em Aveiro estava um ventinho fresco bom... hoje aqui tá um calor desgraçado, aproveitei para ir com minha irmã ás piscinas

      Bem ele demonstrou toda a sua devoção por ele, afirmando estar sempre ao seu lado
      O problema é que por mais que o Shou tenha cuidado é ingenuo demais

      Excluir
    10. Muita atenção... E esse cuidado todo vai acabar desgastando o pai dos gêmeos.

      Na outra vez em que você me mandou as fotos também foi excursão? Ou vocês foram de carro?
      Bom que você teve como se refrescar do calor. ^^"

      E bem... A gente não pode contestar esse dito pelo Saejin, porque é verdade, por menos que as intenções dele sejam duvidosas.

      Excluir
    11. Portanto é natural o Shou ficar confuso com as palavras de Saejin.

      Excluir
    12. Tenho pena desse homem porque ele vai torrar o juizo por conta dos filhos

      Fomos de carro... afinal tambem foram varios dias... dessa vez fui com os meus pais ( esse mês tenho passeado mais que o ano inteiro XD)
      rsrsr acho que quem refrescou mais foi o Martim

      Sim...o Jeito dele é que não e dos melhores
      O Shou que nem fique é pensando no que ele diz!

      Excluir
    13. Se der tudo certo até o final... Terá valido a pena.
      De repente, quem sabe ele ainda vê o inacreditável... Os filhos tendo uma boa relação.

      Mas, você tá mais que certa!
      Faço ideia! Se tem uma coisa que criança gosta é piscina!

      E como se a confusão fosse pouca, vem o Lucifer daqui alguns capítulos para acabar de bagunçar.

      Excluir
    14. Acho que quando isso acontecer ele nem vai acreditar ^^"

      E quando a Riku vier queriamos ir fazer o percurso do Douro vinhateiro num comboio dos anos 40
      Ele adorou, acho que deu para ele gastar as baterias todas

      Eh.... mas eu nem acho que o Lucifer seja pior que o Saejin ( Lucifer era um bom nome para gato)

      Excluir
    15. Se bobear nem a a autora acredita! xD

      Como é esse comboio dos anos 40?
      Haha, criança recarrega as baterias rapidinho, hein?
      No sábado eu fui ao festival do colono Alemão na minha cidade... Fui mais de companhia da Estrela.

      Um gatinho preto? Não sei porque imaginei preto... Sei lá, acho gato preto bonito.
      Vou deixar você tirar suas próprias conclusões sobre o Lucifer. ^^"

      Excluir
    16. Ainda vai ter de se beliscar para acreditar ^^"

      Parece aqueles de filme, vermelho (pelas fotos...) com grande chaminé, hoje me disseram que era a carvão mas nas noticias vinha que trabalhava a diesel e ele faz o percurso todo com vista para o Rio douro
      Se carrega... depressa demais -.-"
      Eu nunca fui a esse tipo de festivais, mas mesmo tendo ido fazer companhia é Estrela deve ter sido fixe :)

      Acho que Preto era o que combinava melhor ( cheguei a ter um gato preto,mas chamavasse morango)
      Hum... assim vou ficar curiosa ^^"

      Bem Mel eu agora vou ter de sair
      Beijinhos e ate amanha :-*

      Excluir
    17. Ah, sei lá... O nome do Festival alemão é Bauernfest e estava lotado! Muita gente mesmo... No dia seguinte fiquei toda dolorida de andar espremida no meio da multidão.
      Mas, ok... Não deixou de ser válido.

      Tá legal, Rima!
      Obrigada pela pequena conversa e por ler os capítulos, viu?
      Beijos e até amanhã.
      Bom descanso!

      Excluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...