2.7.17

O Segundo Anjo - Parte 4 Chapter 1 por Mel kiryu


Parte 4 Chapter 1
Para cada virtude existe um anjo
Assim como existe um pecado para cada demônio

         Sua cabeça descansava sobre os braços feito um ninho sobre o alforge.
       Seu corpo estava estendido dentro do barco, suas pernas encolhidas sem mesmo perceber.
       Shou despertou devagar, perplexo por ter adormecido após passar o que pareceu um infindável tempo se sentindo perdido.
     Onde estava? Percebeu que estava ainda dentro da embarcação, podia sentir o balanço sutil, mas agora encontrava-se só.

    Sentou-se ainda um pouco sonolento e tudo a sua volta era indescritível de certo modo.
    Parara de chover, estava ao ar livre e o céu noturno estava tingindo de cores que lembravam a aurora boreal que ocorria no planeta Terra, em regiões polares do norte do planeta.
     O brilho intenso no céu se refletia na água e grandes carpas vermelhas saltavam em torno do barco.
    Não estava mais em um rio, mas sim em um grande lago.
    E uma das luas de Antuerpéria se fazia visível como nunca.
    Shou olhou para todos os lados e haviam bolhas como de sabão vagando no ar, terra à vista da onde estava e um pedaço do que parecia ser um antigo templo em ruínas.
   Seus sentidos a cada instante mais despertos perceberam uma melodia no ar.
   Ficou de pé sobre o barco, quase perdeu o equilíbrio na primeira tentativa e na segunda respirou fundo se movendo um pouco mais delicadamente diante do espetáculo que era o céu refletido no lago, as carpas como valsando uma com as outras entre bolhas translúcidas flutuando no ar.
     Evocou suas asas ajeitando o alforge no ombro e decidiu seguir aquela melodia no ar.
    Que instrumento era aquele? Pelos acordes notava que era de cordas... Mas, não como a harpa.
    Tão pouco era como a cítara de Zessiel ou o alaúde de Saga.
     Shou fitou a face prateada da lua que parecia mais próxima, absorto na atmosfera daquele lugar.
     Voando rente ao lago.
    Continuou seguindo a melodia que se tornava a cada instante mais audível e teve certeza que vinha do templo em ruínas.
     Esperava encontrar o viajante que conduzira o barco, que o arrancara daquela escuridão.
     Adentrou a antiga construção de pedra e foi numa parede toda construída como imensas casas de abelha é que encontrou o ser a tocar a suave melodia que preenchia o ar.
    Estava sentado em uma daquelas <<casas de de abelhas >>, numa não muito alta, um pequeno salto e seus pés poderiam tocar o chão.
     O capuz quase descendo por sua cabeça, Shou podia entrever timidamente curioso uma pequena parte de sua face.
     Olhando de perto, reconheceu o instrumento como um shamisen.
     Quase interrompeu o som do instrumento com sua voz, mas se deteve... Esperou a execução daquela música terminar.
   Suas asas também se fecharam ligeiramente sobre suas costas.
   Ao soar o último acorde, num movimento sem qualquer pressa, a mão do suposto viajante desceu o capuz.

        Dentre qualquer rosto que pudesse vislumbrar, não soube o que pensar quando se apresentava ao seu olhar o rosto belo de outro anjo caído.
      A face de Saejin.
     
      Os lábios de Shou se contraíram involuntariamente, sua mente mandava seus pés recuarem, mas eles não obedeciam. Reprovava a própria distração, como poderia ter esquecido que, desde o início que pusera os pés dentro daqueles túneis, estava no domínio de Saejin?
__Que feição tão assustada...__ Saejin riu ainda sentado entre uma das cavidades que pareciam favos de mel.__ Estava sorrindo antes, enquanto eu tocava o shamisen.
__Eu pensei... Que você fosse outra pessoa.__ Shou quase deu os ombros, era notória a insegurança em seu falar.
__Outra pessoa?__ Saejin passou seu olhar de cima a baixo na figura de Shou.__ Asseguro que não tem ninguém aqui além de mim.
__Mas... Aquele que conduzia o barco...
    Shou olhou por um momento para trás, para a entrada do templo. Claro que como era noite, não se via nada do lado de fora.
__Quer dizer o andarilho que encontrou no Castelo de Holden?
    Saejin deu um pequeno pulo, descendo da cavidade em forma de casa de abelha, trazendo consigo o instrumento de três cordas, seu cabelo ondulado parecia flutuar em suas costas.
__Era eu, Shou.
__Mas, não pode ser... Não faz sentido.
__O que não faz sentido?__ Saejin inqueriu a se aproximar.__ Que eu te proteja? Que eu te queira bem? Desde o primeiro dia que chegou a Antuerpéria, estive perto de você.
__Foi... Foi você quem fez... Que fez eu me perder nesse lugar!
__Mas, eu nunca te deixei sozinho... Deixei? Etzel te acolheu e mesmo com sua tola insistência em voltar ao Plano Etéreo... Jang te resgatou do rio, eu sabia que ele se sentiria atraído por você...__ E o sorriso velado de Saejin deixava escapar malícia.__ Ele tem um fraco por anjos.
__Você planejou cada detalhe?__ Shou desviou o olhar, perplexo.__ Impediu que eu voltasse à Terra e matou Zessiel! E o que você fez com Jang... Foi imperdoável.
__Não, Shou...__ Saejin replicou calmamente.__ O que você faz com Jang que é imperdoável... Sempre deixando-o preso a você, ainda que saiba que seu amor é todo do Etzel.
     Shou ergueu devagarinho seu olhar, como se precisasse de coragem para tanto. Era verdade que considerava-se egoísta e que por isso não ignorava sua culpa, no entanto... Gostava demais de Jang para destruir por completo o vínculo que tinha com ele.
    Esse gostar era indiscernível para om próprio Shou, tão diferente do que sentia por Etzel.
__Não pode estar assim tão bravo comigo...__ Saejin arguiu deslizando o bachi em sua mão nas três cordas soltas.__ Eu te libertei, não percebe agora? Você ainda se sente perdido, porque mal se conhece, mal percebe todo o poder que tem nas mãos.
      O som das cordas soltas ecoaram demoradamente dentro do templo vazio.
      A espada que carregava na bainha, pareceu-lhe subitamente bastante pesada. Era tal qual a confusão que sentia, as memórias do passado distante e não esquecido se misturavam com as sensações do presente. A inquietude que pairava em Shou era asfixiante, respirava depressa e falhava ao tentar ponderar sobre o certo e errado.
    Estar diante de Saejin, apenas os dois sozinhos naquele lugar estranho e ermo, era como estar confinado a um espaço ínfimo, com pouca ou nenhuma luz... O pânico crescente, a lucidez por um fio.
    Mas, essa não era a fiel descrição do espaço vazio e amplo que havia em torno de Shou.
    Era na realidade o modo como sua alma se sentia confinada em seu corpo.
    Um anjo dividido entre as fraquezas de seu corpo e as vontades de seu espírito.
   

9 comentários:


  1. Oi, Mel! Tudo bom? Como passou a semana?

    Saejin é ruim, mas é tão.... Sedutor. Eu tenho um fraconpelos vilões kkk Ainda estou tentando entender bem esse interesse todo dele por Shou, parece apenas sadismo, mas deve haver algo mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Golden! Sabe que quando paro para pensar, nem sei dizer como foi? Passou tão rápido... E Contigo? ^^"

      Claro que o Saejin é um demônio sádico, mas ele tem lá seus sentimentos obscuros que em verdade são suas fraquezas, o mesmo ocorre no que diz respeito ao Jang.
      Mas, concordo... Saejin é um vilão bem sedutor.

      Excluir
    2. Kkkk eu sei como é, a minha semana também passou bem rápido, mas acho que foi até tranquilo.. Deixando levar kk

      Eu entendo, essas fraques sao a melhor forma de derrota-lo ou enfraquecê-lo. Espero que alguém os descubra logo, no caso do Saejin
      Falando no Jang, meu ruivinho está bem? :') preocupada com ele.
      Eu amo esses vilões, às vezes até mais do que os "mocinhos".

      Excluir
    3. Essas fraquezas* hoje eu tô uma beleza nesse teclado do celular.

      Excluir
    4. Eu não sei se a minha semana foi tranquila... Mas, o importante é que foi. :p

      Ah, deixa eu te explicar, nessa parte 4, como os três estão separados, eu vou postar um capítulo sobre cada em sequência. Esse primeiro foi com o Shou, o próximo é com o Etzel e o seguinte com o Jang.
      Quanto ao Jang... Ele vai passar um bocadinho ruim, mas por outro lado, vai arrumar um fiel aliado. :)

      E quem sabe das fraquezas de Saejin... É Lucifer.

      Excluir
    5. Opa! Obrigada, Mel, vou ficar ligada. Achei legal a sequência, fica bem organizado ^_^
      Fiquei pensando no poder dele que estava a despertar e e como isso vai afeta-lo daqui em diante... Sinto que Jang é uma arma muito poderosa, mas ele precisava conhecê-la primeiro... O que deve ser difícil pra ele né?
      Um fiel aliado? Eu tenho que me policiar com o shipp.. Eu não presto kkk

      Lúcifer? Opa! Já quero vê-lo!

      Excluir
    6. Ah, que bom que você gostou desse tipo de organização! Eu fiquei meio indecisa quanto a isso... Porque eu escrevi os acontecidos em três documentos de texto separado.
      O problema do Jang é que ele não quer esse poder, não quer ser uma arma poderosa para os magos usarem.
      Vish... Prevejo que você é capaz de shippar sim, porque o Jang adora provocar. Mas, não se engane... Os sentimentos do Jang estão completamente voltados para Shou, agora... Sobre o aliado... Iiiiih! (Não prestamos \o)

      Ah, sim... Lucifer dará o ar de sua graça (ou seria de sua desgraça? o_o) daqui a alguns capítulos.

      Excluir
    7. Eu adorei, fica bom pra ti e para os leitores acompanharem ^^

      Sempre percebi que ele tem esse "ranço" com magos... E agora será 'cobiçado' pelos magos que não gosta..
      Estou completamente atenta!! kkkk Amo essas provocações do Jang, mas ainda quero muito ele com Shou... Espero continuar assim kkkk

      Já sei que ele já vai aparecer para perturbar alguém, é sua função né hahahaha

      Excluir
    8. Hum... Mas, por mais que os magos cobicem o poder do Jang, acredito que ele ficará do lado dos anjos, aliás... O Etzel já avisou ao Conselho Supremo inteiro sobre isso.

      E se eu te dissesse que o Lucifer vai perturbar o próprio Saejin?...

      Excluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.

Siga-nos no Facebook

o
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...