O Segundo Anjo - Crônicas de Antuerpéria Parte 4 Chapter 8 por Mel Kiryu


Parte 4 Chapter 8 Um sentimento, uma razão em comum

__Mestre Johannes!... Mestre!
   
       O mago mais velho virou-se a dar as costas para a ventania, tinha reconhecido a voz de Eledity.
E ainda junto de Etzel, testemunhou sua aproximação e agitação, a maga elevava um pouco a túnica sobre os pés para evitar que tropeçasse.
     Para que ela parasse, Johannes segurou a maga delicadamente pelos ombros.
   Mesmo assim Eledity freou bruscamente os pés e seu cabelo preso de lado tornou-se levemente desgrenhado.

__Qual é a urgência, minha cara?
__Zian acabou me contar! É mesmo verdade que Lohan pretende chefiar uma missão?
    Eledity não parecia assutada, tão pouco atordoada. Em verdade, seu olhar azulado fazia lembrar a luz do sol refletindo no gelo e parecia tão invocado quanto determinado.
__Está um pouco atrasada, Eledity.__ Johannes replicou.__ Lohan já saiu em missão, nesta manhã.
    A maga se recompôs, lançando para Etzel um olhar cortante.
__Ei! Nem vem olhar assim para mim!__ Etzel resmungou levantando os braços, num gesto de rendição.__ Foi Lohan quem quis sair em missão!
__Ainda não entendi o problema, Eledity.
__Eu digo qual é o problema!__ A maga retorquiu dobrando a manga inconveniente da túnica.__ A perna de Lohan corre sério risco se não for devidamente tratada!
     O comentário energético de Eledity fez com que Johannes e Etzel trocassem olhares como se um estivesse lendo o pensamento um do outro.
__Eledity, a única razão para que eu tenha permitido Lohan sair em missão foi porque ele me assegurou que já tinha estado sobre seus cuidados e que a perna já não o incomodava.__ Johannes tocou suave o ombro da maga enquanto saíam do meio daquela ventania.
__Aliás, Lohan não estava usando a bengala hoje de manhã.__ Etzel observou tomando o caminho para dentro da torre.__ Será que você não pode ter se enganado, Eledity?
__Lohan não apareceu na enfermaria! Vocês dois não entendem? Ontem tentei aborda-lo no quarto, mas Lohan não deixou que eu chegasse perto! Aquele maldito teimoso... Por que ele tem que ser assim?
     Os três desciam a sinuosa escada caracol, o barulho do vento ainda se fazia notar.
__Mestre Johannes, não pode mandar algum mago trazê-lo de volta?__Eledity insistiu.
__Não, sinto muito.__ O mago alquimista rebateu sucinto.__ Lohan sempre foi assim, demasiado fechado em si e de ideias fixas... Acredito que ele tenha a percepção do que sua decisão possa acarretar. Além disso, neste instante... Preciso que o restante dos magos estejam a postos por Miríades.
     Ao ouvir as palavras de Johannes, a maga Eledity parou brusca em meados de uma curva sinuosa daquele escada, Etzel parou atrás dela segurando no corrimão de um dourado envelhecido.
     No entanto, Johannes ainda desceu cerca de três ou quatro degraus e tornou a olhar desinteressado para trás.
__Não é necessário que qualquer outro mago saia da cidade, Mestre.__ Eledity redarguiu decidida.__ Deixe que eu mesma vá até o local da missão de Lohan!
    A desaprovação na tez de Johannes era gritante, sua testa se franziu de pronto diante do pedido.
__Você é necessária aqui em Miríades, Eledity! Não sei se o grupo que saiu em missão com Lohan voltará com vida, não é com isso que você tem que se preocupar. Já basta dessa conversa, entendido?
     Era como se Eledity tivesse parado de respirar por um momento, inerte e demonstrando apenas com o olhar vidrado de raiva o modo como estava contrariada.
    E sem mais, Mestre Johannes desceu na frente.
    Sem olhar nem por um segundo para trás.

     As juntas da mão de Eledity estavam avermelhadas enquanto apertavam o corrimão, seu corpo inteiro dentro da túnica azul celeste estava rijo feito sua mão, seus dedos se dobrando com força desmedida.
    Até que a mão de Etzel pousou despretensiosa sobre a sua, o que fez Eledity virar-se e encarar o olho direito do mago cego.
__Eu entendo seu sentimento, Eledity.
__Ah, sim... Você?__ Ela desdenhou.
__Acha que não? Eu daria tudo para sair de Miríades e resgatar Shou das Ruínas de Ankh, assim que você daria tudo para salvar a perna de Lohan de ser amputada.
     Apesar do desdém, Eledity não se desvencilhou do toque de Etzel. Pareceu meditar nas palavras dele, apesar de expressar certa desconfiança.
__Por que essa criatura chamada Shou é tão importante para você?
__É muito simples... Eu o amo.
    Parecia difícil para Eledity imaginar um mago amando uma criatura alada, estranha e rara em Finis Tempore.
      No entanto, o amor, esse sentimento ela podia entender.
     Além do fato de também considerar Lohan um ser extremamente raro.
     Talvez por isso, Eledity suspirou e resolveu sentar-se no degrau onde antes estava de pé e Etzel por sua vez também se sentou naquela escada sinuosa, ocupando dois degraus acima.
    Ao som do uivo do vento, a cada instante mais intenso.
__Nunca havia percebido o seu apego pelo Lohan.__ Etzel retrucou num tom preguiçoso, desinteressado.
__Você é mais novo, ora! Lohan cresceu comigo e com seu irmão. Não tem mesmo que lembrar de uma coisa dessas. Eu... Por outro lado... Conheço Lohan tão bem, que consigo sentir todas as suas dores.
     Eledity apoiou os cotovelos nos próprios joelhos colados um no outro, as mangas rendadas da túnica desceram por seus braços magros.
__Lohan não é como nós, Etzel... Ele não pertencia a um clã de magos, os pais dele nada sabiam de magia, eram comerciantes em Hisenburg. Imagine a reação de reles comerciantes quando o filho pequeno revelou a habilidade de conversar com os mortos... Falando sozinho. Para Lohan era um dom natural, ninguém estava atento ao fato de que ele nascera com o Algorab.
__O tomaram como louco, imagino...__ Ezel retrucou algo mais sério.
__Claro que imagina... Os pais trancafiaram Lohan com receio que todos soubessem da loucura do único filho, mas em Antuerpéria as histórias correm como o vento. Em algum momento chegou ao conhecimento do Mestre Johannes sobre uma  criança peculiar e adivinhe... O próprio Mestre foi verificar os boatos.
__Hum! Para alguém que ficava trancafiado pelos pais, não deve ter sido difícil para o Mestre convencer Lohan a vir com ele para Miríades...
__Trazer Lohan não foi difícil, mas ele já tinha seis anos... Era calado e muito desconfiado, se mantinha distante das outras crianças e somente era obediente aos professores, bem antes dos dez anos ele se revelou um talentoso necromante e com o passar do tempo Zian e eu nos tornamos as pessoas mais próximas de Lohan.
       Eledity calou, olhou para baixo aquela descida em forma de caracol que parecia não ter fim e seus olhos se tornaram rasos d'água, mas não havia qualquer resignação em seu íntimo... Nenhuma aceitação de que tudo estivesse perdido.

2 comentários

  1. Lohan me desperta muita curiosidade, gosto desses personagem! Espero que eu ele volte vivo dessa missão, tô num aperto igual a Eledity =_=

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ele certamente deve reencontrar o Shou. O que é a menor das preocupações, em vista do Saejin.

      Excluir

Oi! (◍•ᴗ•◍)
Veio comentar?
Cada autor desse blog recebe um imenso incentivo a cada comentário.
(Comentários anônimos também são bem vindos ^^")
Agradecemos sua opinião! ٩(๑•◡•๑)۶
Mas, se for apenas comentar sobre erros de gramática, isso é dispensável.